pub

Seat Pro Netanya presented by Billabong

‘Martim’ Magalhães 33º no QS em Israel

'Martim' Magalhães esta manhã, à entrada para a sua bateria na Ronda 2, na qual perdeu em 3º (®WSL/LaurentMasurel)
'Martim' Magalhães esta manhã, à entrada para a sua bateria na Ronda 2, na qual perdeu em 3º (®WSL/LaurentMasurel)
pub

‘Martim’ Magalhães (Clube Naval de Portimão) concluiu o Seat Pro Netanya presented by Billabong em 33º lugar no quadro masculino. O surfista algarvio perdeu em 3º na sua bateria da Ronda 2, esta manhã, quarta-feira 20 de janeiro, conquistando 180 pontos na sua estreia no circuito mundial Qualifying Series.

O Seat Pro Netanya pres. by Billabong é o primeiro evento QS alguma vez realizado em Israel e marcou também a estreia do ex-junior algarvio naquele circuito mundial. É também o primeiro QS Europeu 2016, pelo que o resultado alcançado por ‘Martim’ será semelhante ao lugar que irá ocupar no ‘ranking’ à partida para esta nova temporada.

Frederico ‘Martim’ Magalhães perdeu na sua bateria para o também ex-junior dinamarquês Oliver Hartkoop (2º classificado surpresa) e para o experiente basco Ethan Egiguren (1º), que já ‘corre’ o QS desde 2011. O surfista algarvio perdeu com um ‘score’ de 5,63 pontos (2,83+2,80), a precisar de 6,17 pontos para chegar ao 2º lugar de apuramento.

A bateria decorreu em ‘mar partido’, com ondas de metro e difíceis de manobrar. As baterias foram hoje reduzidas a 20 minutos de duração, cada, ao contrário dos 25 minutos aplicados no primeiro dia de competição. Os surfistas não receberam informação para a água sobre tempo e pontuação durante a bateria.

O surfista algarvio não conseguiu adaptar-se às condições e concluiu o evento com um resultado abaixo das suas expetativas. Mas é o primeiro QS de ‘Martim’ Magalhães e o surfista ‘local’ de Portimão conseguiu mostrar a qualidade do seu surf com melhores condições no mar, no mini-campeonato de exibição realizado na passada sexta-feira, no qual chegou às meias-finais.

Ainda esta manhã foi também eliminado o português Henrique ‘Neco’ Pyrrait, companheiro de ‘Martim’ nos treinos na Ericeira. ‘Nego’ perdeu em 3º na sua bateria da Ronda 3 e concluiu a prova no 17º lugar.

Nota: à hora desta notícia continuava em prova o português Pedro Henrique, campeão europeu 2015. Pedro Henrique preparava-se para competir na Ronda 4, numa bateria em que participava também o galego Gonzalo Zubizarreta, surfista que costuma visitar Portugal. No quadro feminino mantinha-se a espera pelos quartos-de-final, no qual vão competir as portuguesas Carol Henrique e Camilla Kemp.

ATUALIZAÇÃO | 15H30

Pedro Henrique está nas meias-finais do Seat Pro Netanya presented by Billabong. O surfista português e campeão europeu em título avançou hoje desde a Ronda 3, com prestações sólidas e brilhou nos quartos-de-final com duas ondas excelentes, uma das quais de 9,40 pontos, das melhores ondas do campeonato até ao momento.

Pedro Henrique fez esta quarta-feira uma onda de 9,40 pontos, uma das melhores do campeonato (®WSL/LaurentMasurel)

Pedro Henrique fez esta quarta-feira uma onda de 9,40 pontos, uma das melhores do campeonato (®WSL/LaurentMasurel)

Nas meias-finais, Pedro Henrique vai medir forças com Ethan Egiguren, o surfista basco que venceu a bateria da Ronda 2 na qual foi eliminado o algarvio Frederico ‘Martim’ Magalhães. No começo da defesa do título, em Israel, Pedro Henrique mostra estar em grande forma.

O galego Gony Zubizarreta perdeu em 4º na Ronda 4, esta manhã. A prova está em espera, com chamada marcada para amanhã de manhã, quinta-feira 21 de janeiro. Faltam cumprir as meias-finais e finais masculina e feminina e estão três portugueses em prova: Pedro Henrique, Carol Henrique e Camilla Kemp.

Comentários