pub

Nacional Esperanças 2014

Finalíssima Amarga

pub
Martim Magalhães na onda que lhe valeu a vitória na bateria dos quartos-de-final em Carcavelos
(foto:RuiOliveira/SurfTotal)
 
A Finalíssima (6ª Etapa) do circuito nacional de surf Esperanças 2014 ‘deixou um sabor amargo’ aos 5 atletas algarvios apurados para a prova em Carcavelos, no fim-de-semana 15 e 16 de Novembro. Apesar de a representação algarvia ter conquistado três 5ºs lugares, o desfecho fica aquém da qualidade de alguns atletas, sobretudo de Francisco Duarte e de Frederico ‘Martim’ Magalhães, que teve a glória ao seu alcance mas não conseguiu finalizar as ondas de que dispôs no momento da verdade.
 
Esta última etapa do Esperanças 2014 designa-se por Finalíssima porque nela participam apenas o Top 16 nacional de cada categoria, excepto no Sub-18 Feminino, categoria em que foram apenas chamadas as 8 melhores atletas porque só estão registadas 23 no ‘ranking’ nacional (só acima de 24 é chamado o Top 16). 
 
O mar em Carcavelos esteve pesado no sábado, com ondas cavadas de metro e meio e vento ‘side shore’, o que tornou perigosa e difícil a missão dos atletas. A condições melhoraram no segundo dia, domingo, com ondas de metro no ‘set’ e quase ausência de vento.
 
A prova foi disputada nas categorias Sub-18, Sub-18 Feminino, Sub-16, Sub-14 e Sub-12 e decidiu a atribuição dos títulos de campeão nacional em cada categoria. O Algarve esteve representado em três categorias, designadamente Sub-18 (Martim Magalhães, Francisco Duarte e Francis Gregório), Sub-18 Feminino (Yolanda Hopkins) e Sub-14 (Bruno Gregório). 
 
Na super-competitiva categoria Sub-18, o Algarve esteve representado por três atletas, o que só por si é um sinal de mérito para o surf algarvio. Francis Gregório, surfista de Quarteira e atleta do Algarve Surf Clube, perdeu ‘de primeira’, nos quartos-de-final, em 4º na sua bateria, a que corresponde um 13º lugar na etapa. Francisco Duarte, atleta do Clube Naval de Portimão que está a residir na Grande Lisboa e a treinar-se com a Surftechnique, também perdeu logo na primeira ronda, em 3º na bateria, concluindo a Finalíssima em 9º lugar Sub-18.
 
A derrota precoce de Francisco Duarte (Clube Naval de Portimão) foi surpreendente. O atleta algarvio é surfista de elite da Equipa Nacional Junior da Federação Portuguesa de Surf e competiu, precisamente, no seu novo ‘quintal de treinos’. Francisco Duarte até surfou bem, mas não conseguiu ganhar ao poderoso Guilherme Fonseca e foi ultrapassado nos instantes finais por Vasco Mónica, que fez uma excelente onda de ‘set’. 
 
Frederico ‘Martim’ Magalhães chegou à Finalíssima em 5º lugar no ‘ranking’ nacional Sub-18 e com a concorrência na frente a pouca distância. Atleta do Clube Naval de Portimão e também surfista de elite FPS, o algarvio tinha como objectivo concluir a época no Top 8 nacional, o que garantiu assim que venceu a sua bateria nos quartos-de-final em Carcavelos. 
 
Beneficiando da conjugação de resultados na primeira ronda, ‘Martim’ chegou às meias-finais em Carcavelos com uma perspectiva de glória muito próxima: se passasse à final garantia o 3º lugar no ‘ranking’ e se fosse 2º na final acabaria a época como vice-campeão nacional Sub-18. Recorde-se que na etapa anterior, ‘Martim’ foi 2º na final Sub-18. Mas este fim-de-semana, em Carcavelos, o surfista algarvio cedeu à pressão.
 
Na meia-final decisiva, ‘Martim’ não conseguiu aproximar-se de Guilherme Fonseca, mas teve o 2º lugar de apuramento à sua disposição. O surfista algarvio caiu numa série de cinco ondas, falhando as finalizações e por isso não conseguiu a pontuação mediana (um ‘score’ na casa dos 5 pontos) de que precisava para chegar à final. Acabou por ficar apurado nessa bateria Tomás Ferreira, que passara os quartos-de-final atrás de ‘Martim’ Magalhães.
 
Na categoria Sub-18 Feminino, apenas com 8 atletas em prova, Yolanda Hopkins perdeu em 3º logo na ronda de abertura (meias-finais) e concluiu a etapa na 5ª posição. Não espantava que a atleta do Clube Naval de Portimão fizesse melhor, até porque esta época disputou uma final Liga Moche, mas a algarvia não brilhou no mar de Carcavelos.
 
Bruno Gregório, jovem talento de Quarteira e atleta do Algarve Surf Clube, começou da melhor forma a competição Sub-14 em Carcavelos, vencendo a bateria de abertura (quartos-de-final). Mas a dinâmica não se manteve para a ronda seguinte e o surfista algarvio foi eliminado em 3º, nas meias-finais, concluindo a etapa no 5º lugar da categoria.



Finais (+ algarvios) Finalíssima CN Esperanças 2014 – Carcavelos

Sub-18
1. Guilherme Fonseca (PPSC)
2. Tomás Ferreira (AON)
3. António Duarte (SinesSC)
4. Henrique Pyrrait (ESC)
(…)
5.   Frederico ‘Martim’ Magalhães (CNPortimão)
9.   Francisco Duarte (CNPortimão)
13. Francis Gregório (AlgarveSC)

Sub-18 Feminino
1. Teresa Bonvalot (SCCS)
2. Mariana Garcia (SCCS)
3. Mariana Assis (SCCS)
4. Beatriz Santos (CSC)
(…)
5. Yolanda Hopkins (CNPortimão)

Sub-16
1. Luís Perloiro (GDSC)
2. Vasco Mónica (NSFL)
3. Francisco Almeida (SCCS)
4. Jácome Correia (CNPD)

Sub-14
1. Dylan Groen (NSG)
2. Salvador Couto (AON)
3. João Vidal (SCCS)
4. Gonçalo Magalhães (AON)
(…)
5. Bruno Gregório (AlgarveSC)

Sub-12
1. Afonso Antunes (CSC)
2. João Vidal (SCCS)
3. Guilherme Ribeiro (CSC)
4. Afonso Candeias (NSFL)


Campeões Nacionais de Surf Esperanças 2014
Sub-18: Guilherme Fonseca
Sub-18 Feminino: Teresa Bonvalot 
Sub-16: Jácome Correia
Sub-14: Guilherme Ribeiro
Sub-12: Afonso Antunes


Links:
5ª Etapa Esperanças 2014 – Amado (Setembro)
4ª Etapa Esperanças 2014 – Peniche (Julho)
3ª Etapa Esperanças 2014 – Porto (Maio)
2ª Etapa Esperanças 2014 – Nazaré (Maio)
1ª Etapa Esperanças 2014 – Caparica (Fevereiro)



Comentários