pub

Algarvia Campeã do Mundo triunfa em mar forte e difícil

Joana Schenker Sagra-se Penta Miss Activo Cup

Joana Schenker venceu a prova pelo quinto ano consecutivo e foi carregada em ombros pelo seu treinador e companheiro, Francisco Pinheiro, e pela surfista algarvia Concha Balsemão (®MissActivoCup)
pub

Joana Schenker (Associação de Bodyboard de Sagres) venceu a Miss Activo Cup 2018, 3ª etapa feminina do Circuito Nacional de Bodyboard 2018. A algarvia campeã mundial, europeia e nacional em título triunfou em Ílhavo, Aveiro, pelo quinto ano consecutivo e ficou a escassos 520 pontos da renovação do título nacional feminino de bodyboard… também pela quinta vez.

A etapa feminina do nacional de bodyboard no âmbito da Miss Activo Cup 2018 foi disputada domingo, dia 29 de julho, com mar grande e corrente forte. “Em 15 anos de bodyboard nunca levei tanta porrada num campeonato”, comentou a algarvia. Joana Schenker começou a final com uma onda boa (6,50 pontos em 10 possíveis), mas foi surpreendida pela jovem Mariana Rosa, de 15 anos, que fez uma onda de 9,17 pontos e assumiu a liderança da bateria.

Com Teresa Padrela e Teresa Almeida em dificuldades evidentes, a final foi discutida, sobretudo, entre Joana Schenker e Mariana Rosa. A algarvia puxou dos galões de campeã do mundo e deu a volta à bateria, primeiro com uma onda de sete (7) pontos e depois com uma super-onda de 9,60 pontos, que arrumou a questão e ficou registada como a melhor onda do campeonato.

No final Joana Schenker foi coroada pelo quinto ano consecutivo Miss Activo Cup no Campeonato Nacional de Bodyboard Feminino, o que somado às duas vitórias nas etapas anteriores a coloca numa posição óptima para revalidar o título nacional… pela quinta vez. Ficam-lhe a faltar apenas 520 pontos, ou seja, um sétimo lugar numa das duas provas que ainda faltam disputar (Carcavelos e Peniche).

Domingo, 29 de julho foram também disputadas as meias-finais e final da Miss Activo Cup ETB 2018, a contar para o circuito europeu (ETB) de bodyboard feminino. Joana Schenker foi eliminada nas meias-finais, pela espanhola Teresa Padilla.

A final ETB foi ganha por Isabela Sousa, brasileira tetracampeã do mundo que está agora a residir em Sintra, Portugal. Isabela perfila-se como a mais séria candidata ao título feminino europeu, depois de ter vencido as duas etapas anteriores. Será a sucessora de Joana Schenker, tetracampeã europeia em título, que este fim-de-semana também deixou a sua marca na prova ETB em Ílhavo, ao registar a melhor pontuação combinada (15,25 pontos em 20 possíveis), registada na segunda ronda ETB, sábado, 28 de julho.

Comentários