pub

Prova feminina em Portugal não está no calendário 2018

Cascais Sai do Championship Tour

Cascais não vai ser etapa no CT Feminino em 2018 (®WSL/Poullenot)
Cascais não vai ser etapa no CT Feminino em 2018 (®WSL/Poullenot)
pub

A World Surf League não vai incluir Cascais no calendário de provas do Championship Tour para 2018, eliminando assim a etapa portuguesa no circuito feminino. No próximo ano, as atletas no Dream Tour vão competir em Jeffreys Bay, África do Sul; em Keramas, Indonésia e no sistema de ondas artificiais desenvolvido por Kelly Slater em Lemooore, California. No calendário masculino, as novidades são as saídas de Fiji e Trestles, substituídos Keramas e pelo ‘WSL Surf Ranch’.

“Trestles (California, EUA) e Cascais (Portugal) não vão estar no circuito em 2018. Foram decisões difíceis devido à tradição e ao bom acolhimento nas duas comunidades, no entanto, vamos estar atentos a oportunidades para incluir esses mercados em algum nível no calendário WSL das próximas temporadas”, comentou Sophie Goldschmidt, CEO WSL.

A diretora executiva da World Surf League não explicou as razões para a saída de Trestles e Cascais do calendário 2018, mas o que disse a propósito de Fiji poderá aplicar-se: “Apesar de Fiji ter sido uma referência no Dream Tour durante muitos anos e ali podermos regressar no futuro, é necessário apoio adequado do governo de Fiji para levar os melhores do mundo de volta a Cloudbreak e Restaurants”, disse Sophie Goldschmidt.

Fiji vai ser substituído no Championship Tour 2018 pelo WSL Surf Ranch, em Lemoore, California, EUA, onde a Kelly Slater Wave Company (KSWC) tem vindo a desenvolver a mais moderna tecnologia para piscina de ondas. Esta substituição marca a entrada das ondas artificiais no calendário desportivo da elite do surf mundial, conforme já havia sido noticiado (ver notícia).

Trestles vai ser substituído no CT 2018 por Keramas, em Bali, Indonésia, numa prova que marca o regresso da elite mundial àquela onda e que será disputada por homens e mulheres. Keramas é uma direita de classe mundial, rápida, oca e pesada.

O Championship Tour 2018 feminino, sem etapa em Portugal, ganha novos desafios. WSL Surf Ranch, Jeffreys Bays (África do Sul) e Keramas (Indonésia) estão incluídos no calendário da elite feminina no próximo ano. “O calendário para 2018 tem algumas das alterações mais significativas dos últimos anos”, diz Kieren Perrow, Comissário WSL. “2018 parece ser o calendário mais emocionante de sempre para o surf feminino”, conclui Sage Erickson, representante das atletas femininas na direção da WSL.

Championship Tour WSL 2018

Masculino

Quiksilver Pro Gold Coast, Australia – Março 11 – 22, 2018
Rip Curl Pro Bells Beach, Australia – Março 28 – Abril 8, 2018
Margaret River Pro, Australia – Abril 11 – 22, 2018
Oi Rio Pro, Brazil – Maio 10 – 19, 2018
Bali Pro, Indonesia – Maio 27 – June 9, 2018
Corona Open J-Bay, South Africa – Julho 2 – 13, 2018
Tahiti Pro Teahupo’o, Tahiti – Agosto 10 – 21, 2018
Surf Ranch Lemoore, California/USA. Setembro 5 – 9, 2018
Quiksilver Pro France, France – Outubro 3 – 14, 2018
MEO Rip Curl Pro Portugal, Portugal – Outubro 16 – 27, 2018
Billabong Pipe Masters, Hawaii/USA – Dezembro 8 – 20, 2018

O Championship Tour 2017 Masculino vai ficar concluído com o Billabong Pipe Masters em memória de AndY Irons, no Hawaii, nos dias 8 a 20 de dezembro.

Feminino

Roxy Pro Gold Coast, Australia – Março 11 – 22, 2018
Rip Curl Women’s Pro Bells Beach, Australia – Março 28 – Abril 8, 2018
Margaret River Pro, Australia – Abril 11 – 22, 2018
Oi Rio Pro, Brazil – Maio 10 – 19, 2018
Bali Pro, Indonesia – Maio 27 – Junho 9, 2018
Corona Open J-Bay, South Africa – Julho 10 – 17, 2018
Vans US Open of Surfing, USA – Julho 30 – Agosto 5, 2018
Surf Ranch Lemoore, California/USA. Setembro 5 – 9, 2018
Roxy Pro France, France – Outubro 3 – 14, 2018
Hawaii Women’s Pro, Hawaii/USA – Novembro 25 – Dezembro 6, 2018

O Championship Tour 2017 Feminino termina em Honolulu Bay, no Hawaii, no Maui Women’s Pro, dias 25 de novembro a 6 de dezembro.

Comentários