pub

Circuito Mundial de Qualificação World Surf League

Martim e Yolanda em Dia Mais no Caparica Pro

Esta terça-feira foram realizados 72 'heats' de 20 minutos cada no Caparica Pro (®WSL/LaurentMasurel)
Esta terça-feira foram realizados 72 'heats' de 20 minutos cada no Caparica Pro (®WSL/LaurentMasurel)
pub

Os algarvios Frederico ‘Martim’ Magalhães e Yolanda Hopkins, atletas do Clube Naval de Portimão, estrearam-se com sinal mais no Caparica Pro, prova de 1000 pontos do Circuito Mundial de Qualificação (QS) da World Surf League, que está a decorrer na Costa de Caparica, no âmbito do Caparica Primavera Surf Fest 2017.

‘Martim’ entrou diretamente na Ronda 3 Masculino e venceu a sua bateria de estreia, esta terça-feira 11 de abril. O algarvio venceu com uma onda de 6 pontos, reforçada por outra de 4,83 pontos, apurando-se juntamente com o brasileiro Raul Bormann (2º), para a Ronda 4, fase com apenas 32 atletas em prova. Na mesma bateria ficaram eliminados o espanhol Yael Peña (3º) e o alemão Leon Glatzer.

Martim Magalhães numa sessão de treino na Rocha. Hoje, na Caparica, o algarvio venceu o seu primeiro 'heat' QS em 2017 (®PauloMarcelino/arquivo/Jan2017)

Martim Magalhães numa sessão de treino na Rocha. Hoje, na Caparica, o algarvio venceu o seu primeiro ‘heat’ QS em 2017 (®PauloMarcelino/arquivo/Jan2017)

Na Ronda 4, previsivelmente amanhã, quarta-feira 12 de abril, Frederico Magalhães vai enfrentar o português Vasco Ribeiro, o australiano Jonas Bachan e o britânico Will Baley, no 5º heat das últimas batalhas a quatro antes dos quartos-de-final ‘man-on-man’.

Yolanda Hopkins também se estreou hoje no Caparica Pro, na Ronda 1 Feminino. A algarvia venceu a bateria de estreia e na ronda seguinte apurou-se em 2º, para os quartos-de-final. A algarvia está entre as 16 finalistas da prova e vai competir na última bateria da ronda, numa batalha a quatro onde também vão estar as portuguesas Carol Henrique e Camilla Kemp.

Yolanda Hopkins passou dois 'heats' na Caparica e está nos quartos-de-final Feminino (®PauloMarcelino/arquivo/Mai2016)

Yolanda Hopkins passou dois ‘heats’ na Caparica e está nos quartos-de-final Feminino (®PauloMarcelino/arquivo/Mai2016)

O dia foi menos positivo para Francisco Duarte (Clube Naval de Portimão). O surfista de Portimão tinha avançado ontem duas fases, passando na Ronda 1 por falta de comparência de dois atletas e vencendo a sua bateria na Ronda 2. Hoje, terça-feira, Francisco Duarte foi eliminado na Ronda 3, em 4º na sua bateria, concluindo a prova em 49º.

O algarvio Jakob Lilienweiss (Algarve Surf Clube) também teve entrada direta na Ronda 3, mas perdeu ‘de primeira’ e terminou o Caparica Pro em 49º. Entre os 32 surfistas ainda em prova no Quadro Masculino estão dois atletas do Algarve Surf Clube residentes na Linha do Estoril, Pedro Henrique (campeão nacional) e Eduardo Fernandes, que também tiveram entrada direta na Ronda 3 e venceram os respetivos ‘heats’.

Francisco Duarte venceu o seu 'heat' ontem e foi hoje eliminado na Ronda 3, mas deu nas vistas (®WSL/LaurentMasurel)

Francisco Duarte venceu o seu ‘heat’ ontem e foi hoje eliminado na Ronda 3, mas deu nas vistas (®WSL/LaurentMasurel)

Tiago Pires, o herói português, regressou à competição internacional no Caparica Pro e entrou na Ronda 2, tendo sido hoje eliminado na Ronda 3, em 3º na sua bateria, o que o deixou em 33º na prova. Em prova continuam, além dos referidos, os portugueses João Moreira, Miguel Blanco, Guilherme Fonseca, Filipe Teixeira e Pedro Coelho.

Comentários