pub

Campeonato Nacional de Slalom Windsurfing 2016

Miguel Martinho Fora da Corrida ao Título

Miguel Martinho foi campeão nacional em 2015 e lidera o ranking este ano. Adiamento do campeonato co-organizado pelo seu próprio clube deixa-o fora da corrida ao título devido a compromissos familiares (®PauloMarcelino/Arquivo)
Miguel Martinho foi campeão nacional em 2015 e lidera o ranking este ano. Adiamento do campeonato co-organizado pelo seu próprio clube deixa-o fora da corrida ao título devido a compromissos familiares (®PauloMarcelino/Arquivo)
pub

O adiamento da 2ª Etapa (última) do Campeonato Nacional de Slalom Windsurfing 2016 deixa o algarvio Miguel Martinho fora da corrida ao título. O velejador portimonense, atleta do Clube Naval de Portimão e Campeão Nacional de Slalom 2015, não pode competir nas novas datas hoje anunciadas pela APWind – Associação Portuguesa de Windsurfing para a prova em Alvor, que é co-organizada pelo próprio Clube Naval de Portimão.

A etapa decisiva do Campeonato Nacional de Slalom Windsurfing 2016 foi adiada dois dias antes da data prevista e remarcada para semana seguinte. A prova, em Alvor, estava agendada para os próximos dias 13 a 15 e foi hoje adiada para o próximo fim-de-semana, dias 20 e 21 de agosto, devido às previsões de vento.

“Tenho férias marcadas com a família, nos dias 19 a 26, e não vou poder discutir o título em Alvor”, disse Miguel Martinho, ao Swell-Algarve, tecendo duras críticas à alteração das datas. “Isto não se faz. Não se brinca com as datas de um campeonato nacional. Ou não se alterava, ou adiava-se pelo menos um mês, para dar tempo aos atletas de se reorganizarem”, comentou o atleta algarvio.

“Não se consegue agradar a todos”, disse Daniel Caetano, presidente da APWind, ao Swell-Algarve. Questionado sobre o adiamento de uma semana, em vez de um adiamento mais prolongado, o dirigente da Associação Portuguesa de Windsurfing, que é também elemento da direção do Clube Naval de Portimão, respondeu: “Não temos mais datas. O mês de Setembro não dá, devido a outras provas do clube; e em Outubro quase de certeza que não vai haver vento”.

Miguel Martinho diz que vai desistir de competir em Slalom Windsurfing (®PauloMarcelino/Arquivo)

Miguel Martinho diz que vai desistir de competir em Slalom Windsurfing (®PauloMarcelino/Arquivo)

Daniel Caetano garantiu ao Swell-Algarve que as novas datas da prova mantêm-se e sugeriu que Miguel Martinho interrompa as férias em família, para poder discutir o título nacional em Alvor. Miguel Martinho diz que é impossível, porque a família vai viajar de automóvel e é ele o condutor. “Adiar a minha ida seria adiar as férias à família toda, incluindo familiares que vêm de fora para se juntar a nós”, explicou o atleta.

Miguel Martinho está indignado com a APWind e acusa a direção da associação de “falta de profissionalismo”. O atleta sublinha que alterar as datas da prova como foram alteradas “é uma brincadeira que retira credibilidade ao windsurf”. E conclui: “Isto só vem ditar a minha desistência total do Slalom”.

Depois do 3º lugar na 1ª Etapa do Nacional de Slalom 2016, atrás de dois atletas estrangeiros, Miguel Martinho está na liderança do ‘ranking’ nacional e iria chegar à 2ª Etapa na melhor posição para revalidar o seu título de Campeão Nacional. A alteração das datas deixou-o fora da corrida ao titulo.

Miguel Martinho já conquistou 18 títulos nacionais de Slalom e de Formula Windsurfing. Em 2015 foi Campeão Nacional de Formula e de Slalom, Vice-Campeão Nacional de RS:X (classe olímpica), Medalha de Bronze no Mundial de Masters e 17º classificado no Mundial Absoluto.

Este ano, Miguel Martinho não vai poder discutir o título nacional de Slalom na água; está na liderança do ‘ranking’ nacional de Formula, já venceu o Campeonato Europeu de Masters, em maio; e vai ao Mundial de Masters na Grécia, no início de setembro.

Comentários