pub

Moche Rip Curl Pro Portugal | Dia 4 ON

Surfistas de Elite Enfrentam Mar Bravo

Italo Ferreira foi o surfista que melhor se adaptou às difíceis condições do mar, hoje, junto ao Molhe de Leste, em Peniche (®PauloMarcelino)
Italo Ferreira foi o surfista que melhor se adaptou às difíceis condições do mar, hoje, junto ao Molhe de Leste, em Peniche (®PauloMarcelino)
pub

O Moche Rip Curl Pro Portugal entrou em modo de competição por escassas duas horas e ‘refugiado’ do mar bravo junto ao Molhe de Leste, em Peniche, esta terça-feira, 27 de outubro. Vasco Ribeiro falhou o apuramento direto para os quartos-de-final e vai ter de passar pela Ronda 5, tal como Gabriel Medina, campeão do mundo em título. Frederico Morais ficou hoje a conhecer o seu adversário nos quartos-de-final, o norte-americano Brett Simpson, que eliminou Kelly Slater domingo.

Ao oitavo dia da janela de competição da etapa portuguesa do Samsung Galaxy Championship Tour e após um dia de pausa por causa do intenso vento ‘onshore’, o mar ‘despertou’ hoje em Peniche com intensidade tempestuosa. Com a prova a meio da Ronda 4, a organização optou por fazer avançar o programa e montou uma zona de competição improvisada junto ao Molhe de Leste, cerca de 500 metros a norte da área principal de competição na Praia de Supertubos.

Zona principal de competição em primeiro plano, com o Molhe de Leste ao fundo, esta manhã (®PauloMarcelino)

Zona principal de competição em primeiro plano, com o Molhe de Leste ao fundo, esta manhã (®PauloMarcelino)

Foram mais de três horas e meia de mudança, para duas horas de competição efetiva na água. Foram realizadas as duas últimas baterias da Ronda 4 (fase na qual o português Frederico Morais já tinha conseguido o apuramento direto para os quartos-de-final) e duas baterias da Ronda 5 (duelos a eliminar).

Os comissários esperaram por uma fase avançada da enchente, na expetativa de que a ondulação conseguisse nessa fase ultrapassar a forte pressão do intenso vento ‘onshore’ e formar tubos, ou paredes manobráveis. As expetativas não foram cumpridas. O mar esteve sempre difícil, com ondulação ‘desconjuntada’ e muito ‘rugosa’.

A prova arrancou pelas 10h45, debaixo de uma chuvada intensa e com o português Vasco Ribeiro na primeira bateria do dia, a segunda da Ronda 4, contra Keanu Asing (que eliminou John John Florence na Ronda 3) e Jeremy Flores (vencedor do duelo contra C.J. Hobgood na ronda anterior).

Vasco Ribeiro foi 2º na sua bateria de hoje e vai ter de passar pela Ronda 5 para tentar chegar aos quartos-de-final (®PauloMarcelino)

Vasco Ribeiro foi 2º na sua bateria de hoje e vai ter de passar pela Ronda 5 para tentar chegar aos quartos-de-final (®PauloMarcelino)

A Ronda 4 não elimina. É feita em quatro baterias com três atletas cada. Os vencedores das baterias avançam diretamente para os quartos-de-final. Os outros têm de passar pela Ronda 5, em duelos a eliminar, para chegar aos quartos-de-final.

Em condições de mar bastante difíceis, mesmo junto ao Molhe de Leste, Vasco Ribeiro (10,60 | 3,93+6,67) não conseguiu o apuramento direto para os quartos-de-final. O português foi 2º na bateria, ganha pelo francês Jeremy Flores (14,63 | 7,60+7,03). O havaiano Keanu Asing sentiu francas dificuldades no mar revolto em Peniche e não conseguiu melhor que um total de 8,36 pontos, saindo da água visivelmente frustrado e mais de um minuto antes de terminar a bateria.

Jeremy Flores foi dos melhores surfistas no mar bravo desta terça-feira (®PauloMarcelino)

Jeremy Flores foi dos melhores surfistas no mar bravo desta terça-feira (®PauloMarcelino)

A segunda bateria do dia de hoje foi a 4ª (última) da Ronda 4, com os brasileiros Italo Ferreira e Gabriel Medina e Michel Bourez, da Polinésia Francesa. A bateria foi totalmente dominada por Italo Ferreira (17,17 | 8,17+9,00), que mostrou ser o surfista com melhor capacidade de adaptação ao mar tempestuoso. Gabriel Medina (10,73 | 7,00+3,73) foi 2º e vai agora ter de lutar com Keanu Asing, na Ronda 5, pelo apuramento para os quartos-de-final.

Gabriel Medina sentiu dificuldades no mar bravo de Peniche (®PauloMarcelino)

Gabriel Medina sentiu dificuldades no mar bravo de Peniche (®PauloMarcelino)

Michel Bourez (7,77 | 4,17+3,60) não se adaptou às condições, fez o segundo pior ‘score’ do dia e vai ser o adversário de Vasco Ribeiro na terceira bateria da Ronda 5, que abrirá o próximo dia de competição no Moche Rip Curl Pro Portugal. O vencedor dessa bateria irá defrontar Jeremy Flores nos quartos-de-final.

Com a maré cheia a chegar perto da sua plenitude e as condições no mar a não mostrarem oportunidade para bom surf foram ainda realizadas duas baterias da Ronda 5 (duelos a eliminar). Joel Parkinson (12,84 | 7,67+5,17) eliminou Kolohe Andino (10,67 | 5,50+5,17) em duelo apertado e será o adversário de Filipe Toledo nos quartos-de-final.

Joel Parkinson recorreu a jogo aéreo e eliminou Kolohe Andino (®PauloMarcelino)

Joel Parkinson recorreu a jogo aéreo e eliminou Kolohe Andino (®PauloMarcelino)

O dia de competição terminou em Peniche com um duelo entre norte-americanos na segunda bateria da Ronda 5, já com o mar em muito má condição, como se comprova pelas pontuações… baixas. Brett Simpson (9,77 | 6,00+3,77) eliminou Nat Young (6,33 | 2,83+3,50) e será o adversário de Frederico Morais nos quartos-de-final.

Links:

Resultados Moche Rip Curl Pro Portugal

Galeria : Imagens Dia 4 (terça-feira, 27 outubro)

Moche Rip Curl Pro Portugal – Dia 3 ON

Galeria : Imagens Dia 3 (domingo, 25 outubro)

Moche Rip Curl Pro Portugal – Dia 2 ON

Galeria : Imagens Dia 2 (sábado, 24 outubro)

Moche Rip Curl Pro Portugal – Dia 1 ON

Galeria : Imagens Dia 1 (sexta-feira, 23 outubro)

Comentários