pub

Circuito Nacional de Bodyboard

Joana Schenker Finalista em Cortegaça

Finalistas Feminino em Cortegaça. Algarvia Joana Schenker, de branco, foi 4ª classificada (®SurfAtNight)
Finalistas Feminino em Cortegaça. Algarvia Joana Schenker, de branco, foi 4ª classificada (®SurfAtNight)
pub

Joana Schenker (Associação de Bodyboard de Sagres) foi finalista, 4ª classificada na 4ª Etapa Feminina do Circuito Nacional de Bodyboard 2015, que decorreu em Cortegaça, Ovar, dia 8 de agosto, no âmbito do evento ‘Surf at Night’. Francisco Pinheiro, também atleta ABS, foi 7º classificado na 3ª Etapa Masculina do circuito, realizada em simultâneo… e tudo num único dia de competição, com 11 atletas nos ‘trials’ e 26 inscritos no quadro masculino e mais 10 atletas inscritas no quadro feminino.

Participaram ainda na prova mais dois atletas algarvios da ABS, os irmãos João e Gonçalo Pinheiro, ambos eliminados na Ronda 1 masculina (oitavos-de-final). Francisco Pinheiro conseguiu chegar às meias-finais e perdeu as forças durante a sua bateria, num mar de grande exigência física, a obrigar a fortes remadas e após longas horas de competição, que durante a tarde obrigou os atletas a procurar ondas a 300 metros da praia. “A meio da minha meia-final estava de rastos”, disse Francisco Pinheiro, ao Swell-Algarve.

Joana Schenker terá também sido vítima da carga física imposta pelas longas horas de remada. No seu caso o efeito foi mais agressivo, porque ainda está a recuperar de lesão num ombro. Joana Schenker fez a sua quarta final consecutiva no circuito nacional, onde está a defender o título de bicampeã.

Apesar do esforço físico sobre o ombro lesionado, Joana Schenker quase vencia em Cortegaça. A final feminina foi muito renhida e as quatro atletas concluíram a bateria com pontuações muito próximas. A atleta algarvia falhou um ‘rollo’ (aterrou mas não saiu à frente da espuma) que lhe podia ter dado a vitória. Venceu Mariana Machado, que nas duas rondas anteriores (meias-finais e quartos-de-final) tinha ficado sempre atrás de Joana Schenker.

A prova de bodyboard em Cortegaça (masculina e feminina) teve um total de 47 atletas participantes e 24 baterias na água. A realização da prova num único dia obrigou a uma autêntica maratona: os atletas chegaram à praia às 07h30, a primeira bateria entrou para a água às 10h00 (duas horas atrasado em relação ao previsto) e a última bateria, a final masculina, terminou quase de noite, tendo os prémios sido entregues às 21h30… sem público.

A realização da prova num único dia acaba por ser extenuante para atletas e juízes e obriga os participantes a competir nas piores fases da maré. “Campeonatos de um dia é surreal. É ridículo o que estão a fazer ao Bodyboard”, disse Francisco Pinheiro, ao Swell-Algarve. O carismático bodyboarder algarvio fez um desabafo público sobre a moda ‘single day’ imposta ao Bodyboard português num ‘post’ publicado no Facebook e que pode ler clicando AQUI .

Finais Etapa Circuito Nacional de Bodyboard 2015 | Cortegaça

Masculino (3ª Etapa)

1. Hugo Pinheiro

2. Daniel Fonseca

3. Ricardo Rosmaninho

4. Manuel Centeno

Feminino (4ª Etapa)

1. Mariana Machado

2. Teresa Almeida

3. Ana Adão

4. Joana Schenker (ABS)

Comentários