pub

#4 Liga MEO Surf 2019 | Dia 1 | Dezoito algarvios eliminados

Líderes Assumem Dia Inaugural no Amado

Bruno Marçal, Campeão Regional Sub-16 do Sul foi o único dos estreantes algarvios a conseguir chegar à Ronda 2 (®JorgeMatreno/ANSurfistas)

A Praia do Amado, em Aljezur, em pleno coração da Costa Vicentina, brindou, esta sexta-feira, os melhores surfistas nacionais com sol e muitas ondas, naquele que foi, simultaneamente, o primeiro dia de verão e o dia inaugural do Allianz Algarve Pro, a quarta e penúltima etapa da Liga MEO Surf 2019, principal competição de surf em Portugal e onde se disputam os títulos máximos da modalidade. Após mais de 10 horas de ação, os principais candidatos ao título acabaram por se destacar positivamente entre a concorrência, conseguindo as notas mais altas da prova até ao momento. Foi um dia de muitas estreias e regressos algarvios, numa competição que não visitava a região há cinco anos.

Do lado masculino, Tomás Fernandes, que chegou ao sul do país na liderança do Ranking Santander, esteve em especial evidência, estreando-se com um triunfo sólido, graças à onda mais alta do dia, avaliada em 8 pontos num máximo de 10, e a um score de 13,55 pontos, o segundo mais alto do dia. Neste campo, Tomás foi apenas superado pela prestação de Sidney Guimarães também na ronda inaugural, depois de somar 14,25 pontos.

O surfista da Ericeira repetiu a boa performance na 2.ª ronda e avançou com segurança até à 3.ª ronda. Tal como Tomás Fernandes, também o campeão nacional Miguel Blanco esteve em bom plano nas duas vezes que entrou na água, vencendo em ambas as ocasiões. Eduardo Fernandes, o algarvio Marlon Lipke, Sidney Guimarães e Francisco Almeida foram os outros surfistas a conseguirem terminar a jornada rumo à 3.ª ronda com registos 100 por cento vitoriosos.

Entre as surpresas do dia destaque para a eliminação surpresa de Francisco Alves – finalista vencido há cinco anos, na última vez que a Liga MEO Surf tinha vindo ao Algarve – logo na ronda inaugural, aos pés de Afonso Antunes e Diogo Martins, e para o triunfo de Derek Carrion no heat 6 da 2.ª ronda, com 12,40 pontos, deixando Afonso Antunes na 2.ª posição e ajudando a eliminar João Kopke, um dos tops nacionais.

O triunfo de Halley Batista (residente no Algarve desde 2017) no último heat do dia, onde Vasco Ribeiro ficou na 2.ª posição, foi outro dos destaques, uma vez que vai fazer com que Vasco enfrente Miguel Blanco já na 3.ª ronda – a eles juntam-se Derek Carrion e Jácome Correia no heat 3. Realce ainda para a presença de jovens surfistas entre os 16 últimos competidores em prova. Além de Afonso Antunes, Joaquim Chaves é o outro júnior a alcançar as fases mais avançadas da prova algarvia.

Na prova feminina, a algarvia Yolanda Hopkins, que lidera destacada o ranking Santander, também entrou da melhor forma, vencendo com segurança o heat 2. No entanto, foi Teresa Bonvalot, a número 2 do ranking, a brilhar mais alto, depois de conseguir uma onda de 8 pontos e um score de 15. A luta entre ambas deverá prosseguir este sábado na 2.ª ronda, com a chamada a estar marcada para as 9 horas.

O Allianz Algarve Pro é também a etapa final da Allianz Triple Crown, onde a disputa pelo triunfo está ao rubro. Do lado masculino Vasco Ribeiro e Miguel Blanco prosseguem empatados na frente do ranking deste sub-troféu, mas com Tomás Fernandes logo à espreita. Já do lado feminino a algarvia Yolanda Hopkins e Teresa Bonvalot também se encontram empatadas nas contas, com o Amado a servir de palco de todas as decisões.

Armada Algarvia Inédita

Não há memória de haver 22 algarvios inscritos numa prova do principal circuito português de surf. Mas foi isso que aconteceu no Amado, também em virtude de convites feitos pela Associação Nacional de Surfistas, que abriu as portas da Liga a estreias e jovens ‘rookies’ algarvios.

Dezoito (18) dos 22 algarvios inscritos foram eliminados no primeiro dia; três no quadro feminino (Inês Pascoal, Cassie Gonçalves e Constância Simões) e quinze (15) no quadro masculino, incluindo os conhecidos regressados Gustavo ‘Guga’ Gouveia (Clube Naval de Portimão) e Francisco Canelas (Portimão Surf Clube) e o competidor habitual Martim Magalhães (CNPortimão).

 Na Ronda 2 Masculino já só chegaram os algarvios Bruno Marçal (CNPortimão), Marlon Lipke (Clube de Surf de Faro), Paulo Almeida (CNPortimão), Ivan Bailote (Albufeira Surf Clube), João Mendonça (PPenicheSC) e Halley Batista (PortimãoSC). No final dessa ronda, apenas Marlon e Halley seguiram para a ronda seguinte.

Agenda pelo Ambiente

No domínio das limpezas de praia da Fundação Altice, sob coordenação da Plastic Sundays, esta sexta-feira, as iniciativas decorreram das 9h30 às 17h00 na Praia do Amado, com a participação de cerca de uma centena de crianças oriundas de escolas locais. No sábado, das 10h00 às 13h00, os trabalhos destinam-se a voluntários. Os resultados serão contabilizados em www.ansurfistas.com/share.

A agenda de sustentabilidade da Liga MEO Surf 2019 conta também com a participação do Grupo Jerónimo Martins, com dinâmicas associadas à proteção da biodiversidade e promoção da alimentação saudável. Entre as 12h00 e as 15h30 de cada dia de prova, o público é convidado a colocar à prova os seus conhecimentos sobre os oceanos, os desafios que estes enfrentam e o que podemos fazer para ganhar o combate contra a poluição por plástico que ameaça a vida marinha e toda a cadeia alimentar.

Fonte: Nota de Imprensa Associação Nacional de Surfistas (editada)

Comentários