pub

#1 Championship Tour 2019 | World Surf League

Italo Ferreira e Caroline Marks Vencem Pro Gold Coast

Italo Ferreira e Caroline Marks, vencedores masculino e feminino do primeiro evento WSL Championship Tour 2019 (®Cestari/WSL)
pub

Italo Ferreira (Brasil) e Caroline Marks (EUA) venceram o Quiksilver Pro Gold Coast (masculino) e o Boost Mobile Pro Gold Coast (feminino), primeira etapa do Championship Tour 2019 da World Surf League, disputada na Austrália. As finais foram disputadas em Duranbah Beach, o local alternativo para o evento, em nas de 0,6 a 1,2 metros, que determinaram os primeiros vencedores da nova temporada.

Além de ter sido o primeiro evento da nova temporada foi também o primeiro evento do CT a atribuir ‘prize money’ igual nas duas provas (masculina e feminina), concretizando a promessa de paridade de género feita o ano passado pela WSL. Em cada etapa do circuito de elite vai haver prémios masculinos e femininos iguais e também iniciativas do programa Rising Tides – WSL Girls Program, destinado a inspirar a próxima geração de raparigas a aderir ao surf.

O Championship Tour 2019 é também a primeira oportunidade oferecida aos melhores surfistas do mundo para se qualificarem para o Jogos Olímpicos Tóquio 2020, nos quais o surf vai fazer a sua estreia olímpica. Os ‘ranking’ finais do CT 2019 vão determinar 18 (10 homens e 8 mulheres) das 40 vagas disponíveis para o surf em Tóquio.

Caroline Marks, 17 anos de idade, alcançou esta madrugada (hora Portuguesa) na Gold Coast australiana a sua primeira vitória no CT. Durante o evento, a jovem norte-americana eliminou a heptacampeã do mundo Stephanie Gilmore (Austrália) nos quartos-de-finais, Malia Manuel (Hawaii) nas meias-finais e a tricampeã do mundo Carissa Moore (Hawaii) na final.

“Ainda não acredito. Estou sem palavras. É incrível fazer parte deste desporto. Carissa sempre foi a minha heroína e ainda é. Conseguir a minha primeira vitória contra ela é incrível. Este foi o melhor evento e a melhor semana da minha vida”, comentou, emocionada, Caroline Marks.

Em 2018, Italo Ferreira provou ser um dos mais fortes surfistas no circuito ao vencer três eventos CT e terminar o ano em 4º lugar no ‘ranking’ Jeep Leaderboard. Esta madrugada (hora Portuguesa), o surfista brasileiro, 24 anos de idade, começou da melhor maneira a sua nova campanha mundial com uma vitória renhida – uma reviravolta na última onda – sobre o norte-americano Kolohe Andino… que perdeu mais uma oportunidade para conquistar a sua primeira vitória em eventos CT.

“Vencer este evento no início do ano é inacreditável”, comentou Italo Ferreira. No caminho ara a vitória, o brasileiro eliminou Wade Carmichael (Austrália) nos quartos-de-final e Jordy Smith (África do Sul) nas meias-finais. Recorde-se que Italo Ferreira venceu também o Red Bull Airbone Gold Coast, minicampeonato de ‘aerials’ disputado no início do período de espera do evento CT.

O Quiksilver Pro Gold Coast, além de iniciar a nova temporada do CT masculino e de estrear o minicampeonato de ‘aerials’ ficou também marcado pelo regresso de John John Florence (Hawaii) em força. O bicampeão do mundo esteve lesionado durante a temporada passada e conseguiu chegar às meias-finais na Gold Coast, mostrando estar em boa forma. O campeão do mundo em título, Gabriel Medina (Brasil) perdeu nos quartos-de-final frente a Jordy Smith.

A segunda etapa do WSL Championship Tour 2019 será o Rip Curl Pro Bells Beach, nos dias 17 a 27 de abril.

Comentários