pub

Programa para limpar e proteger a Ria Formosa

Projeto Algarvio Finalista em Concurso Mundial

Ria Formosa forma com as suas Ilhas Barreira um importante ecossistema agora fragilizado pela acumulação de lixo e suas consequências na vida marinha (®AECO)
pub

O projeto da sociedade algarvia RTV – Associação para o Estudo e Conservação dos Oceanos (aECO) destinado a combater o problema do plástico e salvar os cavalos marinhos na Ria Formosa é um dos cinco finalistas no concurso mundial para financiamento promovido pela European Outdoor Conservation Association (EOCA). A campanha algarvia depende agora do voto do público, para conquistar o financiamento a que se candidatou.

O concurso anual da EOCA tem cinco campanhas finalistas na secção Oceanos. A campanha algarvia é a única de Portugal. As restantes campanhas finalistas são de Espanha, Croácia, Grécia e Chile. Apenas uma delas irá ser financiada pela EOCA e a escolha é feita pelo público, através de votação online, que decorre até 11 de abril. Pode votar AQUI. Um gesto simples no conforto desta leitura pode fazer muita diferença na qualidade e sustentabilidade da Ria Formosa.

A Ria Formosa é um sistema lagunar que se estende por uma área de 18 mil hectares, sensivelmente, no litoral de Faro e Olhão. É um ecossistema importante e sensível, cada vez mais ameaçado pelo lixo. A aECO é uma associação jovem, que funciona na esfera da Universidade do Algarve e tem organizado ações concretas de limpeza na Ria Formosa.

Comunidade de cavalos marinhos na Ria Formosa está em risco. Projeto candidato prevê uma melhor monitorização da espécie naquelas águas (®AECO)

O projeto agora candidato a financiamento vai permitir à associação aumentar a área anual de limpeza em 11 quilómetros, acrescentando limpeza subaquática. O financiamento irá permitir também desenvolver ações de sensibilização contra o consumo de plástico, envolver residentes, turistas, pescadores e estudantes através de exposições fotográficas em Faro e Olhão, realizar palestras em supermercados e lançar uma campanha digital.

A Associação para o Estudo e Conservação dos Oceanos (aECO) considera que, a nomeação para integrar o grupo restrito de projetos finalistas é já por si uma vitória, porque traz grande visibilidade à ria Formosa, ao Algarve e ao País. Mas salienta que os motivos que originaram esta candidatura vão muito além de uma necessidade de projeção internacional.

“Nós realizamos atividades de limpeza nas ilhas barreira todos os anos. Com a pressão turística e as outras atividades comerciais que aqui ocorrem, é necessária uma intervenção constante. Este ano não será excepção, independentemente do resultado desta votação. O nosso objectivo ao participar neste concurso foi ampliar a limpeza que vai ocorrer em Julho, tanto em terra com no mar. Ou seja, com este financiamento vamos poder fazer também uma limpeza subaquática. Precisamos de mergulhadores profissionais para retirar âncoras velhas, restos de aparelhos de pesca ou outros detritos que se estão a acumular no interior da ria Formosa. Depois queremos ainda aproveitar os meios técnicos para, com o apoio da Universidade do Algarve, monitorizar e analisar a evolução da comunidade de cavalos marinhos que infelizmente parece estar em acentuado declínio”, explicou a responsável pela campanha.

Da intenção à ação vai um simples ‘clique’… vote AQUI .

Mais informações:

Website aECO : https://a-eco.org

Facebook aECO : https://www.facebook.com/aECO.RTV/

Comentários