pub

Cabreiro Las America Pro Tenerife | QS 1500

Marlon Lipke Termina em 5º nas Canárias

Algarvio Marlon Lipke fez o melhor 'score' no primeiro dia de competição na Praia Las Americas (®RemiBlanc/WSL)
pub

Marlon Lipke fez 5º lugar no Cabreiroá Las Americas Pro Tenerife, prova de 1500 pontos do circuito mundial de qualificação da World Surf League, ‘Qualifying Series’. O surfista algarvio marcou o seu regresso ao QS com o melhor resultado masculino português nas Canárias, a par de Vasco Ribeiro, ambos eliminados nos quartos-de-final ‘man-on-man’. No quadro feminino, Carol Henrique chegou às meias-finais e terminou em 3º.

O surfista algarvio, antigo competidor no Championship Tour WSL e Campeão Europeu afastou-se do QS nos últimos dois anos e regressou com estrondo em Tenerife. O atleta do Algarve Surf Clube liderou a extensa comitiva portuguesa em prova, que incluiu também os algarvios Frederico ‘Martim’ Magalhães (Clube Naval de Portimão), Yolanda Hopkins (CNPortimão) e Concha Balsemão (Portimão Surf Clube).

Marlon Lipke fez o melhor ‘score’ no primeiro dia de prova e comentou: “Estou numa fase diferente na minha vida. Já não estou focado nos resultados, então é muito bom apenas estar aqui com amigos. Tenho um café em Lisboa chamado Comoba e a nossa empresa Jam com o Gony, que estamos a expandir muito depressa. Isso dá-me muito trabalho mas ainda tento passar algum tempo na água”.

O Pro Tenerife decorreu entre os dias 4 a 10 de fevereiro e as jornadas de competição na Praia Las Americas foram brindadas com boas ondas. Foi o 2º QS europeu masculino da temporada, o primeiro feminino. ‘Martim’ Magalhães perdeu na Ronda 3 Masculino e terminou em 33º.

Yolanda Hopkins, algarvia Vice-Campeã Nacional Open Feminino concluiu o seu primeiro QS da temporada em 13º, eliminada em 4º na Ronda 3. A Campeã Nacional Camilla Kemp perdeu na mesma ronda, em 3º na sua bateria. A algarvia Concha Balsemão perdeu na Ronda 1 (33º lugar). A melhor portuguesa em Tenerife foi Carol Henrique, que chegou às meias-finais e terminou num excelente 3º lugar.

Marlon Lipke e Vasco Ribeiro perderam nos quartos-de-final masculinos. Vasco Ribeiro foi eliminado numa bateria com poucas ondas. Marlon entrou a seguir e protagonizou com Thomas Debierre um dos melhores ‘heats’ do evento. Foi uma bateria com muitas e boas ondas. O francês venceu com duas notas na casa dos 9 pontos, quase perfeito; e Marlon perdeu com duas notas elevadas (7,83+8,07).

A final masculina foi um duelo francês, com vantagem de Timothee Bisso sobre Paul Cesar Distinguin, que deu a Tim a sua primeira vitória num evento QS e a liderança provisória no QS Europeu Masculino 2019. O quadro feminino teve um desfecho de Cinderela. Daniela Boldini, surfista local convidada (‘wildcard’) para a prova conseguiu vencer naquela que foi apenas a sua segunda competição a este nível. Boldini venceu a final contra a basca Leticia Canales Bilbao, que terminou a época passada perto do Top QS 50.

Comentários