pub

Circuito de Qualificação da World Surf League

Algarvia Yolanda na Rota dos Pontos Mundiais

Yolanda Hopkins no Boardmasters Pro, em Inglaterra, prova que concluiu em 17º (®LaurentMasurel/WSL)
Yolanda Hopkins no Boardmasters Pro, em Inglaterra, prova que concluiu em 17º (®LaurentMasurel/WSL)
pub

A surfista algarvia Yolanda Hopkins está a cumprir uma série intensa de provas femininas no circuito mundial Qualifying Series da World Surf League (WSL). A atleta do Clube Naval de Portimão, 3ª classificada no ‘ranking’ nacional feminino da Liga MEO Surf 2017 disputou duas provas internacionais em dez dias, em Inglaterra e França, a vai estar em ação a partir de quarta-feira, 22 de agosto, no Pro Anglet, em França.

Yolanda Hopkins, surfista de Quarteira, já disputou quatro eventos femininos QS este ano. Obteve o seu melhor resultado (13º) logo no primeiro, o Caparica Pro e fez 25º lugar no Pro Zarautz, o País Basco, prova ganha pela campeã nacional portuguesa Carol Henrique.

A surfista algarvia iniciou no dia 9 de agosto, na Cornualha, em Inglaterra, uma série intensa de três eventos QS quase consecutivos. Nesse primeiro evento, Boardmasters Roxy Open, prova de 1500 pontos, Yolanda conquistou o 17º lugar. Seis dias depois, a surfista algarvia estava em França, na região Nouvelle Aquitaine, para disputar o Caraibos Lacanau Pro, que concluiu em 41º.

Surfista algarvia em ação em França, no Lacanau Pro, esta semana (®LaurentMasurel/WSL)

Surfista algarvia em ação em França, no Lacanau Pro, esta semana (®LaurentMasurel/WSL)

Yolanda Hopkins permanece em Nouvelle Aquitaine, mas mudou-se para a praia Chambre d’Amour, onde a partir de quarta-feira, 22 de agosto, vai começar o Pro Anglet. A surfista algarvia está na rota dos pontos mundiais que o seu surf já merece, como provou este ano com os bons resultados já alcançados no circuito nacional português.

Em 2016, Yolanda Hopkins terminou a época em 210º no ‘ranking’ Internacional e 27º no ‘ranking’ Europeu do circuito mundial de qualificação feminino. Este ano, com apenas quatro eventos disputados a surfista algarvia segue em 172º Internacional e 16º Europeu QS Feminino.

Carol Henrique (21ª Internacional, 1ª Europeu) e Camilla Kemp (53ª Internacional, 3ª Europeu) seguem destacadas no QS Feminino. Teresa Bonvalot ocupa o 57º posto Internacional e o 19º Europeu. Mariana Assis é 151ª Internacional, 27ª Europeia.

Yolanda Hopkins já ocupa um lugar de mérito próprio entre as melhores surfistas portuguesas e é aquela que tem tido maior ascensão, de longe, nas últimas provas do circuito mundial de qualificação WSL. A surfista algarvia subiu 32 lugares no QS Internacional e 5 lugares no QS Europeu. No Pro Anglet, a partir de quarta-feira, a algarvia vai tentar continuar a escalada.

Comentários