pub

Circuito Mundial de Qualificação World Surf League

Martim e Yolanda Perdem em Zarautz

Dia 2 em Zarautz marcado por muitas eliminações e também boas exibições portuguesas (®WSL/Poullenot/Aquashot)
Dia 2 em Zarautz marcado por muitas eliminações e também boas exibições portuguesas (®WSL/Poullenot/Aquashot)
pub

Os algarvios Frederico ‘Martim’ Magalhães e Yolanda Hopkins, atletas do Clube Naval de Portimão, foram eliminados no Dia 2 do Pro Zarautz, em Espanha, esta quinta-feira 20 de abril. ‘Martim’ perdeu na Ronda 3 masculina, numa ‘super-bateria’ em que deu muita luta; e Yolanda perdeu na primeira ronda feminina. O Pro Zarautz é o 23º evento, 2º europeu do circuito mundial de qualificação (‘Qualifying Series’, QS) da World Surf League.

‘Martim’ Magalhães, vencedor do ‘aerial show’ em Zarautz o ano passado, sofreu hoje uma derrota inglória. O surfista algarvio estreou-se na Ronda 3 e competiu contra o norte-americano Jordy Collins, 68º do ‘ranking’ QS; o francês Aldric Goddy e o brasileiro Ian Costa. O francês destacou-se logo de início com uma onda de 8,17 pontos e o algarvio esteve durante quase toda a bateria em 2º, com uma melhor onda de 5,33 pontos.

Nos últimos e decisivos minutos, ‘Martim’ esteve atento à pressão. O algarvio arrancou numa onda e o norte-americano apanhou a onda seguinte. Os dois conseguiram pontuação igual (6,33 pontos) e tudo se decidiu na remada de regresso ao ‘outside’. Jordy Collins foi mais forte, mais rápido e chegou lá fora primeiro, a tempo de conseguir apanhar uma onda boa. O norte-americano fez 7,83 pontos e passou para a liderança. ‘Martim’ não teve oportunidade semelhante e perdeu em 3º, terminando o evento em 33º.

Na Ronda 3 masculina em Zarautz, hoje, perderam mais seis surfistas portugueses. Pedro Coelho, Jácome Correia e Henrique Pyrrait também foram eliminados em 3º nas respetivas baterias. Luís Perloiro, Ruben Gonzalez e Pedro Henrique perderam em 4º e terminaram a prova em 49º. Pedro Henrique, campeão nacional e atleta do Algarve Surf Clube, perdeu devido a uma interferência, que lhe custou a segunda onda que lhe dava o apuramento.

Pedro Henrique perdeu na bateria 11 da Ronda 3, marcada pela espetacular exibição de Guilherme Fonseca (15,50 | 8.17+7,33), superior a Vasco Ribeiro (12,26 | 5,93+6,33), 2º classificado na bateria. O campeão nacional, Pedro Henrique, teria passado em 2º se não tivesse cometido a interferência.

Gony Zubizarreta, que venceu o Caparica Pro na semana passada, venceu a sua bateria em Zarautz com a segunda pontuação (16,33) mais elevada na Ronda 3 masculina. Os portugueses Tomás Fernandes e Halley Batista também venceram as respetivas baterias. Em prova continua também o português Eduardo Fernandes, atleta do Algarve Surf Clube, que se apurou em 2º, tal como Francisco Alves.

O Dia 2 em Zarautz foi o dia de estreia do quadro feminino. A algarvia Yolanda Hopkins perdeu de primeira, em 4º na mesma bateria em que Camilla Kemp se apurou em 2º. Mariana Assis também perdeu em 3º noutra bateria e, tal como a algarvia Yolanda Hopkins, terminou a prova em 25º.

Teresa Bonvalot venceu a sua bateria e conseguiu a pontuação feminina mais elevada (17,07) do dia. A portuguesa Carol Henrique também venceu a sua bateria e continua em prova.

Links:

Pro Zarautz 2017 | Dia 1

Comentários