pub

Championship Tour World Surf League | Etapa 3

Frederico Morais 5º em Bells Beach

Frederico Morais foi uma das sensações em Bells Beach. O português eliminou um campeão do mundo e fez quase sempre ondas acima dos 8 pontos (®WSL/EdSloane)
Frederico Morais foi uma das sensações em Bells Beach. O português eliminou um campeão do mundo e fez quase sempre ondas acima dos 8 pontos (®WSL/EdSloane)
pub

O surfista Frederico Morais concluiu em 5º lugar o Rip Curl Pro Bells Beach, 3ª Etapa do Samsung Galaxy Championship Tour da World Surf League. O ‘rookie’ português conseguiu o seu melhor resultado em ano de estreia entre a elite do surf mundial, chegando aos quartos-de-final da prova australiana com exibições sólidas e quase sempre a pontuar ondas em valores de excelência.

A famosa prova do sino terminou esta madrugada (hora Portuguesa), com a vitória do sul-africano Jordy Smith numa final discutida acima dos 17 e 18 pontos contra o brasileiro Caio Ibelli, ‘rookie’ do ano 2016. Foi a primeira final de Caio no Championship Tour e foi o brasileiro quem travou Frederico Morais em Bells Beach, nos quartos-de-final, apesar de o português ter lutado muito e realizado uma onda de 8.17 pontos.

Jordy Smith venceu em Bells e é agora o vice-líder do 'ranking' CT (®WSL/EdSloane)

Jordy Smith venceu em Bells e é agora o vice-líder do ‘ranking’ CT (®WSL/EdSloane)

Frederico Morais fez uma excelente prova em Bells Beach. O português subiu três lugares no ‘ranking’ CT, ocupando agora o 19º posto. ‘Kikas’ engatou a velocidade de excelência na Ronda 2, quando eliminou o brasileiro Miguel Pupo com duas ondas excelentes (9,67+8,27). Na ronda seguinte, Frederico Morais causou uma das sensações do campeonato, ao eliminar o antigo campeão do mundo Gabriel Medina.

Esta madrugada, a prova masculina foi retomada a partir da Ronda 4 e seguiu até à conclusão da final. Frederico Morais ‘passou’ a Ronda 4 em 2º, atrás de Caio Ibelli e à frente de Owen Wright. Na Ronda 5, o português venceu o havaiano Sebastian Zietz de forma categórica (18,10 | 8,93+9,17). O ‘power surfing’ do português marcava pontos nas paredes altas em Bells Beach, mas Caio Ibelli estava em momento superior de inspiração.

Caio Ibelli eliminou o Frederico Morais nos quartos-de-final, ‘despachou’ o campeão do mundo John John Florence nas meias-finais e só foi travado na final, pelo experiente Jordy Smith, que é agora o número 2 mundial. O sul-africano eliminou nas meias-finais o ‘rookie’ havaiano Ezequiel Lau, que foi também uma das sensações da prova.

Comentários