pub

Championshiop Tour WSL | Etapa 1

Owen Wright Vence Quiksilver Pro

Um ano e três meses depois da trágica lesão em Pipeline, Owen Wright venceu a prova de regresso ao CT (®WSL)
Um ano e três meses depois da trágica lesão em Pipeline, Owen Wright venceu a prova de regresso ao CT (®WSL)
pub

Owen Wright venceu o Quiksilver Pro Gold Coast, primeira etapa do Championship Tour 2017 da World Surf League, em Snapper Rocks, Austrália. A vitória foi alcançada esta madrugada (hora portuguesa), numa final australiana em que saiu derrotado o vencedor do ano passado, Matt Wilkinson. Esta foi a prova de estreia do português Frederico Morais como competidor CT. O surfista de Cascais concluiu o evento no grupo dos 13ºs classificados.

A vitória do gigante australiano em Snapper Rocks é o momento que cristaliza uma das mais emocionantes histórias de recuperação no surf mundial. Em dezembro de 2015, Owen Wright sofreu uma lesão cerebral grave em consequência de um tremendo ‘wipeout’ numa sessão de treinos em Pipeline. Owen estava na luta pelo título mundial, tendo marcado o ano de 2015 com a vitória histórica em Fiji, onde registou duas pontuações de vinte valores no mesmo evento, sendo o quarto surfista a conseguir tal registo desde sempre.

A lesão atirou Owen Wright para fora da competição e suscitou sérias dúvidas sobre a reabilitação motora do surfista. Três meses depois do acidente, Owen Wright voltou a tentar surfar e mal conseguiu por-se de pé. O surfista esteve em recuperação durante todo o ano de 2016 e regressou este ano à competição, com uma força surpreendente e um nível técnico a fazer lembrar o seu melhor quando sofreu o acidente.

Owen Wright venceu Matt Wilkinson na final. ‘Wilko’ afastou os campeão mundial John John Florence nas meias finais, mesmo com o australiano a fazer uma onda de 9,50 pontos; e Owen eliminou Grabriel Medina também nas meias-finais.

Nos quartos-de-final, ronda que abriu o último dia de competição em Snapper Rocks, ficaram pelo caminho Joel Parkinson, Italo Ferreira, Connor O’Leary e Kelly Slater. Foram eliminados, respetivamente, por Matt Wilkinson, John John Florence, Owen Wright e Gabriel Medina. No grupo dos 5ºs classificados, destaque para o australiano Connor O’Leary, que lidera o ‘ranking’ de ‘rookie’ do ano, entrando com estrondo no CT após ter vencido o QS 2016.

Frederico Morais estreou-se em Snapper Rocks como competidor CT. Venceu a bateria de estreia na Ronda 1 e perdeu na Ronda 3, frente a Kelly Slater. O norte-americano 11 vezes campeão do mundo faz valer a sua maior experiência, numa bateria em que ‘Kikas’ também não mostrou todo o seu potencial. Frederico Morais termina a etapa em 13º, com 1750 pontos para o ‘ranking’.

A segunda etapa do Championship Tour é o Drug Aware Margaret River Pro, de 29 de março a 9 de abril, também na Austrália. Owen Wright vai competir de camisola amarela, líder do ‘ranking’ mundial. Na divisão feminina do Championship Tour, a camisola amarela em Margaret River vai ser envergada pela australiana Stephanie Gilmore, que venceu a norte-americana Lakey Peterson na final feminina do Roxy Pro Gold Coast, em Snapper Rocks… o ‘quintal’ da australiana de regresso ao topo mundial.

Comentários