pub

9 a 16 de dezembro em Sanya

China Vai Receber Mundial da Juventude 2017

Velejadora chinesa em laser no Mundial da Juventude 2016, em Auckland (®PedroMartinez/SailingEnergy/World Sailing)
Velejadora chinesa em laser no Mundial da Juventude 2016, em Auckland (®PedroMartinez/SailingEnergy/World Sailing)
pub

A World Sailing anunciou esta quarta-feira que o Mundial da Juventude 2017 vai ser realizado em Sanya, China, nos dias 9 a 16 de dezembro. O campeonato deverá juntar mais de 400 velejadores de seis a sete dezenas de países, para competir nas classes 420, 29r, Laser Radial RS:X, masculinos e femininos, e também em Nacra 15.

O anúncio foi feito hoje pela entidade tutelar da vela mundial e vem preencher um vazio deixado por Israel, país que deveria receber o Mundial da Juventude este ano. O processo de seleção para um novo anfitrião foi iniciado em novembro do ano passado, quando a federação israelita de vela exerceu o seu direito de se retirar por não ter sido concluído um contrato final.

A World Sailing recebeu candidaturas de Mar del Plata (Argentina), Melbourne (Austrália), e Sanya (China). A candidatura chinesa foi recomendada pela comissão de avaliação e aprovada pela administração da World Sailing. Kim Andersen, presidente da entidade, justificou: “Sanya é uma cidade anfitriã ambiciosa e tem uma experiência excepcional em receber visitantes internacionais e organizar eventos de vela de classe mundial”.

Situada na Ilha Hainan, Sanya é a cidade mais a sul na China e estende-se nas margens do Mar do Sul da China. É conhecida pelo seu clima tropical, com temperaturas médias anuais a rondar os 25 graus centígrados, e foi escala da famosa Volvo Ocean Race nas edições 2011-12 e 2014-15.

O anúncio de regata e os formulários para inscrição serão publicados em breve, nas próximas semanas, no website oficial do Mundial da Juventude de Vela (AQUI).

Comentários