pub

Alto risco nos dias 1 e 2 de fevereiro

Condições Severas no Mar Esta Semana

Situação de alto risco no mar quarta-feira, nos Açores, e quinta-feira, em Portugal Continental (®PauloMarcelino/Arquivo)
Situação de alto risco no mar quarta-feira, nos Açores, e quinta-feira, em Portugal Continental (®PauloMarcelino/Arquivo)
pub

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera e a Autoridade Marítima Nacional alertaram para o agravamento severo do estado do mar a partir de quarta-feira, 1 de fevereiro. O arquipélago dos Açores será o primeiro a sentir a forte agitação marítima, que deverá atingir Portugal Continental quinta-feira, dia 2 de fevereiro. São esperadas ondas de 8 a 12 metros de altura. As autoridades recomendam, “em absoluto, a abstenção de se deslocarem até à orla costeira exposta” à intempérie marítima.

A Autoridade Marítima Nacional realiza esta manhã uma conferência de imprensa, na Base Naval do Alfeite, para dar a conhecer o dispositivo de resposta da AMN e da Marinha face às previsões marítimas de alto risco nos próximos dias. O dispositivo habitual de busca e salvamento da Marinha será reforçado com um navio patrulha nos Açores, duas corvetas na faixa continental (Norte e Sines) e mais uma fragata e uma corveta em prontidão de duas horas em Lisboa.

O reforço do dispositivo de socorro marítimo é um sinal claro para o perigo que se aproxima de Portugal. “A partir do dia 1 de fevereiro, quarta-feira, é esperada forte agitação marítima no arquipélago dos Açores, do quadrante de oeste-noroeste passando a noroeste com altura significativa que pode chegar aos 8 metros no final da manhã, nas ilhas do grupo ocidental. No final do dia de quarta-feira a altura significativa das ondas poderá atingir os 10 a 12 metros, em particular na área mais a norte das ilhas do triângulo”, avisa a Autoridade Marítima Nacional.

“Para o continente o mau tempo no mar terá especial incidência na 5ªfeira, dia 2 de fevereiro. Este agravamento é considerado de “risco”, pelo que devem ser tomadas medidas de prevenção por todos aqueles que se encontram no mar, nas infraestruturas portuárias e outras áreas ao longo da costa. Esta instabilidade poderá atingir ondas com altura significativa de 8 a 10 metros ao longo de toda a faixa litoral”. A Autoridade Marítima Nacional acrescenta que as condições no mar só deverão começar a melhorar a partir da noite de sexta-feira, madrugada de sábado, 4 de fevereiro.

Todos os concelhos com faixa costeira em Portugal Continental estão já hoje sob aviso amarelo. O Instituto Português do Mar e da Atmosfera alerta: “A semana entre 30 de janeiro e 5 de fevereiro será caracterizada pela passagem sucessiva de sistemas frontais associados a depressões que se deslocam no Atlântico a norte dos Açores”. Ainda de acordo com o IPMA, “esta situação meteorológica irá dar origem a precipitação em todo o território do continente, por vezes forte e persistente nas regiões Norte e Centro, vento forte com rajadas, no litoral e nas terras altas, e agitação marítima em especial na costa ocidental”.

O Swell-Algarve relembra que segurança é a primeira condição para estar no mar. Os próximos dias serão de alto risco. E mesmo para os surfistas mais experientes e atrevidos, sublinhamos que a ondulação em aproximação será demasiado bruta e perigosa, acompanhada por vento forte e ondas de altura imprevisível, com possíveis variações significativas de ‘set’ para ‘set’.

Comentários