pub

Circuito Mundial de Qualificação da World Surf League

‘Mosqueteiros’ Algarvios no Santa Cruz Pro

Jakob, 'Martim' e Francisco numa foto antiga, antes de saírem do Algarve em busca do sonho profissional (®PauloMarcelino/Arquivo)
Jakob, 'Martim' e Francisco numa foto antiga, antes de saírem do Algarve em busca do sonho profissional (®PauloMarcelino/Arquivo)
pub

Francisco Duarte, Frederico ‘Martim’ Magalhães e Jakob Lillienweiss vão estar em ação a partir de amanhã, quarta-feira 20 de julho, no Santa Cruz Pro, 5ª etapa europeia do circuito mundial de qualificação da World Surf League, em Torres Vedras. Além dos três mosqueteiros, o surf algarvio vai estar também representado pela multicampeã regional do Sul, Yolanda Hopkins, e por Eduardo Fernandes, atleta do Algarve Surf Clube chamado à seleção que vai representar Portugal nos Jogos Mundiais ISA na Costa Rica, em agosto.

‘Xico’, ‘Martim’ e Jakob são os melhores surfistas algarvios da sua geração e por isso são por nós apelidados os mosqueteiros do surf algarvio. Os três mudaram-se para Lisboa e Ericeira (‘Martim’), para prosseguir estudos e perseguir o sonho de uma carreira profissional como surfista, participando com frequência em provas internacionais WSL. ‘Martim’ ocupa atualmente o 37º lugar no ‘ranking’ europeu Qualifying Series (QS).

Francisco Duarte e Frederico ‘Martim’ Magalhães são atletas do Clube Naval de Portimão. Jakob Lilienweiss é atleta do Algarve Surf Clube. De acordo com o ‘heat draw’ já divulgado pela WSL, Francisco Duarte será o primeiro mosqueteiro a entrar em ação, na terceira bateria masculina, onde também vai estar o basco Ethan Egiguren, um dos mais cotados em prova, 9º no ‘ranking’ europeu QS.

Frederico ‘Martim’ Magalhães vai estar no Heat 12, onde também estará o português Tomás Fernandes, atleta que procura um lugar no Top 100 mundial. Jakob Lilienweiss vai entrar no Heat 16, última bateria da primeira ronda (ronda de 64), e também vai ter um ‘osso duro de roer’, o francês Charly Quivront, 7º no ‘ranking’ europeu QS.

Eduardo Fernandes, que em agosto vai representar Portugal na Costa Rica, vai competir na 10ª bateria da ronda, que vai ter como cabeça de série o francês Lens Arancibia Avila. São surfistas dos mesmo nível: o francês é 24º no ‘ranking’ europeu QS e o português segue na 26ª posição.

Na divisão feminina, com sete portuguesas entre 16 surfistas em prova, a algarvia Yolanda Hopkins vai competir no Heat 2 contra Evelyn Gontier (França), Maddi Aizpurura (País Basco) e Inês Bispo (Portugal). A portuguesa mais cotada na decisão feminina do Santa Cruz Pro é Carol Henrique, que lidera o ranking nacional feminino Liga Moche.

A chamada para o início da competição, amanhã, quarta-feira 20 de junho, está marcada para as 07h30 e é para a divisão masculina. Estão cerca de 20 portugueses em prova e hoje mesmo foi anunciada a entrada de Vasco Ribeiro. Na armada portuguesa em Santa Cruz vão estar nomes importantes do surf nacional como Nic Von Rupp, Ruben Gonzalez e Miguel Blanco, entre outros.

O Santa Cruz Pro, que decorre até 24 de junho, integra o programa da décima edição do Santa Cruz Ocean Spirit powered by Tetley. O grande evento de ondas em Torres Vedras começou no dia 15 e acolhe também uma prova internacional de skimboard, que decorreu no fim-de-semana, o mundial de waveski, que começou ontem; e a 3ª etapa do nacional de bodysurf, no dia 23, entre outros eventos desportivos e musicais.

Comentários