pub

Seat Pro Netanya presented by Billabong

Pedro Henrique Vence QS em Israel

Pedro Henrique, campeão europeu 2015, começou da melhor forma a defesa do seu título no QS (®WSL/LaurentMasurel)
Pedro Henrique, campeão europeu 2015, começou da melhor forma a defesa do seu título no QS (®WSL/LaurentMasurel)
pub

O surfista português Pedro Henrique venceu esta segunda-feira, 25 de janeiro, o Seat Pro Netanya presented by Billabong, primeiro evento europeu da nova temporada no circuito mundial ‘Qualifying Series’ da World Surf League, que marcou também a estreia do QS em Israel. A portuguesa Camilla Kemp foi finalista vencida na divisão feminina, tendo disputado a primeira final QS da sua carreira.

Pedro Henrique começou da melhor forma a defesa do título europeu alcançado o ano passado. O surfista português, de origem brasileira, disse que não estava na melhor forma, mas realizou em Israel um campeonato de alto nível, com pontuações altas e vitórias em cinco baterias. Na final, hoje, Pedro Henrique (16,83 | 8+8,83) não deu qualquer hipótese ao adversário, Mihimana Braye (Polinésia Francesa), que concluiu a bateria em combinação (a precisar de duas ondas para tentar o primeiro lugar).

O surfista português, antigo atleta CT, conquistou 1.500 pontos para o ‘ranking’ QS e um prémio monetário no valor de 10 mil dólares. “Vou regressar a casa e treinar mais, para estar preparado para os próximos eventos. É incrível começar assim, mas a época é longa”, disse o surfista português, evidenciando o seu reconhecido empenho.

Pedro Henrique é um surfista com laços afetivos ao Algarve. É amigo de Eduardo Fernandes, atleta do Algarve Surf Clube, e surfou muito no Algarve quando chegou a Portugal. Nessa fase chegou a competir no Circuito de Surf do Algarve e realizou o documentário Algarve, um dos melhores ‘surf-filma’ sobre a região.

No QS em Israel, na divisão feminina, Camilla Kemp disputou a final contra Maud Le Car, mas não encontrou as ondas certas para atacar a liderança da francesa, que se destacou desde o início. “Estou um pouco desapontada, mas feliz com o resultado”, disse Camilla Kemp, que sai de Israel com o 2º lugar, poucas semanas depois de ter feito 5º lugar feminino no Mundial de Surf Junior, na Ericeira.

Comentários