pub

Doca de Portimão

Clube Naval Ganha Pontão Sul

Pontão Sul da Doca de Portimão. Mais 80 lugares de amarração de barcos que o clube tem para alugar (®PauloMarcelino)
Pontão Sul da Doca de Portimão. Mais 80 lugares de amarração de barcos que o clube tem para alugar (®PauloMarcelino)
pub

Em dia de churrascada de convívio entre sócios e de entrega de prémios de mérito a atletas que se distinguiram durante a época desportiva, hoje, domingo 20 de setembro, o Clube Naval de Portimão festeja também o acordo alcançado há dias com a Administração do Porto de Sines. O acordo refere-se às condições de arrendamento da Doca de Portimão e é estratégico para o clube, que vai agora dispor de mais cerca de 80 lugares de amarração de barcos para alugar

Hoje, domingo 20 de setembro foi dia de churrascada junto à sede do Clube Naval de Portimão (®PauloMarcelino)

Hoje, domingo 20 de setembro foi dia de churrascada junto à sede do Clube Naval de Portimão (®PauloMarcelino)

“Tivemos a primeira reunião em Sines no dia 16 de Agosto de 2014 e fechámos o acordo na semana passada. É um acordo muito importante para o clube”, referiu Miguel Farinha, elemento da direção responsável pelas Finanças do CNPortimão.

Ao contrário dos restantes clubes de vela no Algarve, que lidam com o Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos (IPTM) nos respetivos domínios marítimos; o Clube Naval de Portimão é inquilino da Administração do Porto de Sines na Doca de Portimão. As duas partes demoraram mais de um ano a renegociar as condições da renda anual (elevada) paga pelo CNPortimão à APSines.

Convívio anual entre sócios e amigos é uma data importante para o clube (®PauloMarcelino)

Convívio anual entre sócios e amigos é uma data importante para o clube (®PauloMarcelino)

Os valores da renda anual não foram reduzidos, mas o clube ganhou espaço na Doca de Portimão, passando a gerir a totalidade da doca, ao ser-lhe também atribuído o Pontão Sul e os quebra-mares, o que significa mais 80 lugares para amarração de barcos, para alugar. A Doca de Portimão tem cerca de 300 lugares para amarração de barcos e o aluguer desses lugares é uma importante fonte de receita para o clube. Além do Pontão Sul, o clube ficou também na posse (como inquilino) de um pequeno pontão técnico (muito usado nas atividades do clube) e do espelho de água junto à rampa de acesso ao rio.

Rampa de acesso e a seguir o espelho de água que passa agora a estar incluído no contrato de arrendamento (®PauloMarcelino)

Rampa de acesso e a seguir o espelho de água que passa agora a estar incluído no contrato de arrendamento (®PauloMarcelino)

Concurso de Pesca ao Fundo

O acordo não tem a visibilidade de um barco novo comprado, mas tem uma importância estratégica fundamental para o clube. É uma boa notícia, no dia em que o Clube Naval de Portimão organizou um concurso de pesca ao fundo seguido de almoço convívio com os sócios junto à sede, após o qual houve música ao vivo e entrega de prémios de mérito desportivo a atletas do clube. É o dia da festa anual do clube.

Pargo com 2,900 quilos foi um dos bons exemplares capturados no concurso de pesca ao fundo (®PauloMarcelino)

Pargo com 2,900 quilos foi um dos bons exemplares capturados no concurso de pesca ao fundo (®PauloMarcelino)

O concurso de pesca ao fundo (em alto mar) teve a participação de 17 embarcações, uma afluência maior que o ano passado e que pode levar o clube a apostar mais forte na pesca desportiva. António Pereira (embarcação ‘Alcorraz’) venceu na Classe 5 e António Monteiro (embarcação ‘Volans’) venceu na Classe 4 (pesca mais distante de terra). Um dos exemplares que despoletou curiosidade na pesagem foi um pargo, com 2,900 quilos.

Nove Atetas Homenageados

Durante o convívio deste domingo, a direção do Clube Naval de Portimão entregou Prémios de Mérito Desportivo a 9 atletas do clube, pelos resultados alcançados durante a época desportiva. A Vela teve três atletas premiados: Beatriz Gago (Campeã de Portugal Juvenis Femininos), Marta Cavaco (Vice-Campeã de Portugal Infantis Femininos) e Mara António (3º lugar Infantis Femininos no Campeonato de Portugal).

Beatriz Gago, Prémio Mérito Desportivo Vela, com elementos da direção do clube (®PauloMarcelino)

Beatriz Gago, Prémio Mérito Desportivo Vela, com elementos da direção do clube (®PauloMarcelino)

Na Canoagem foi distinguida a atleta Leonor Mestre (1º lugar K1 Infantis Femininos – Fase Zonal Torneios Abertos). Foi também homenageado Miguel Martinho, Campeão Nacional de Formula e de Slalom Windsurfing.

Marta Cavaco e Mara António, Prémios Mérito Desportivo Vela (®PauloMarcelino)

Marta Cavaco e Mara António, Prémios Mérito Desportivo Vela (®PauloMarcelino)

Os restantes 4 prémios de Mérito Desportivo foram atribuídas a atletas de surf: Yolanda Hopkins (Campeã Regional do Sul em Sub-18 Feminino e Open Feminino), Valentino Miguel (Vice-Campeão Regional do Sul em Sub-12), Frederico ‘Martim’ Magalhães (Vice-Campeão Regional do Sul em Open e 5º classificado Sub-18 no Campeonato de Portugal de Surf Esperanças) e Francisco Duarte (Campeão Regional do Sul em Sub-18 e atleta convocado para a Seleção de Portugal aos Mundiais Junior na Califórnia, em Outubro).

Leonor Mestre, Prémio Mérito Desportivo Canoagem, com elementos da direção do clube (®PauloMarcelino)

Leonor Mestre, Prémio Mérito Desportivo Canoagem, com elementos da direção do clube (®PauloMarcelino)

Yolanda, Martim e Francisco não compareceram devido a compromissos desportivos. O treinador de surf Paulo Almeida recebeu os prémios de Yolanda e Martim. Já Francisco Duarte foi representado pelo irmão.

Prémios Mérito Desportivo Surf: irmão de Francisco Duarte; Valentino Miguel e o treinador Paulo Almeida, em representação de Yolanda Hopkins e Martim Magalhães (®PauloMarcelino)

Prémios Mérito Desportivo Surf: irmão de Francisco Duarte; Valentino Miguel e o treinador Paulo Almeida, em representação de Yolanda Hopkins e Martim Magalhães (®PauloMarcelino)

Comentários