pub

Manifestação na Praia da Dona Ana, em Lagos

Surfistas Defendem Praia

Obras na Praia da D. Ana começaram dia 13 e vão condicionar o uso balnear até 15 de Junho (@carlosalmeida)
pub

Um grupo de surfistas está a promover uma segunda manifestação na Praia da Dona Ana, em Lagos, dia 30 de Abril, pelas 15h00. A “comunidade surfista de Lagos e arredores” contesta as obras de enchimento artificial do areal e construção de um dique de retenção na praia, alegando que “que esta transformação poderá tomar dimensões que não estão a ser entendidas por todos com o peso que acarretam”.

As obras começaram no dia 13 deste mês, estão orçamentadas em 1,8 milhões de euros e devem condicionar o uso balnear da praia até 15 de Junho. A Agência Portuguesa do Ambiente justifica a intervenção com a necessidade “proteger as arribas da erosão provocada pela acção das marés”.

A Câmara Municipal de Lagos anunciou que a obra vai aumentar em 40 metros a frente de areal da Praia da D. Ana, sublinhando que isso vai abrir mais espaço para turistas e criar uma zona de segurança junto às arribas.

Enchimento artificial e construção de dique vão custar 1,8 milhões de euros e aumentar a praia em 40 metros (@carlosalmeida)

Enchimento artificial e construção de dique vão custar 1,8 milhões de euros e aumentar a praia em 40 metros (@carlosalmeida)

A associação ambientalista algarvia Almargem considera que as obras vão “destruir a praia mais bonita do mundo” e convocou uma primeira manifestação, no passado dia 18, que não teve a participação desejada.

“Neste momento estamos mais fortes”, diz João Cabrita, um dos surfistas de Lagos do grupo que agora está a promover uma segunda manifestação, amanhã, 30 de Abril, às 15h00. “Todos juntos somos mais fortes!”, apela o grupo de surfistas. “Vamos mostrar o nosso desagrado com a estupidez destas obras”, reforça o pro-surfer local Miguel Mouzinho.

Comentários