pub

Algarvio liderou grande parte da final em Ribeira d'Ilhas

Martim Magalhães Vice-Campeão em Etapa Billabong Ericeira

Algarvio Martim Magalhães no Pódio Open em Ribeira d'Ilhas, à direita, de polegar no ar. (®PedroBroeiro/ESC)
pub

Decorreu no passado sábado, dia 8 de junho, a 1ª Etapa do BILLABONG ERICEIRA 2019, by AÇAÍ AMAZON, circuito organizado pelo Ericeira Surf Clube. A prova foi realizada numa autêntica maratona de cerca de 10 horas, com uma ondulação constante entre os 0,5/1m e contou com cerca de 60 inscritos, repartidos pelas categorias Open, Masters e Feminino. O algarvio Martim Magalhães (Clube Naval de Portimão) terminou em 2º lugar Open, à frente do atual líder da Liga MEO 2019, Tomás Fernandes, 3º classificado.

Entre muitas presenças a destacar as referências do Clube e da Ericeira, como o Tomás Fernandes ou a Carina Duarte, regressaram ao Circuito que os iniciou na competições, demonstrando estarem sintonizados com o trabalho desenvolvido pelo Clube em prol de todos os seus atletas. Quem teve a oportunidade de os enfrentar foi a nova vaga de surfistas mais novos que se foram empenhando ao máximo para dificultarem (e muito) a vida aos mais velhos.

No Open, a prova contou com a presença de 45 inscritos, na busca não só da premiação, como também das ondas de Ribeira d’Ilhas. Até à Final a prova contou sempre com ondas consistentes, podendo a grande maioria desfrutar ao máximo do seu potencial.

Algarvio liderou grande parte da final e terminou em 2º (®PedroBroeiro/ESC)

Na final, já com as ondas a escassearem, o Caina Barletta (atualmente a residir e a trabalhar na Ericeira) obteve a vitória que lhe escapara na etapa anterior para o Gony Zubizarreta, fruto de todo o seu talento e qualidade demonstrada em toda a prova. Em 2º lugar, ficou o Martim Magalhães, que liderou grande parte da final, ficando os restantes lugares do pódio para o Tomás Fernandes e para o Derek Gomes, 3º e 4º, respectivamente.

No Feminino, o nível esteve muito alto com o regresso da Carina Duarte (e também da Leonor Fragoso ao circuito), juntando à nova geração liderada pela Beatriz Carvalho. Na Final, a Leonor Fragoso empenhadíssima na sua carreira de surfista, levou a melhor, aguentando as fortes investidas de backside da Carina Duarte que ficou em 2º lugar, deixando a Beatriz Carvalho em 3º e a Sofia Moreno Silva em 4º.

Nos Masters, a categoria ficou marcada também com a estreia de alguns atletas, em que se destaca claramente a do vencedor final: Davi Neves. Esteve muito bem durante toda a prova, deixando em 2º o André Almeida, em 3º o Luís Pedro Martins e o Penta Campeão do Circuito, Gonçalo Dias em 4º.

Finais #Billabong Ericeira 2019

Open

  1. Caina Barletta
  2. Martim Magalhães
  3. Tomás Fernandes
  4. Derek Gomes

Feminino

  1. Leonor Fragoso
  2. Carina Duarte
  3. Beatriz Carvalho
  4. Paula Fraga

Masters

  1. Davi Neves
  2. André Almeida
  3. Luís Pedro Martins
  4. Gonçalo Dias.

Fonte: Nota de Imprensa do Ericeira Surf Clube (editada)

Comentários