pub

Liga MEO Surf 2019 | Renault Porto Pro | Dia 2

Yolanda Vence no Porto e Reforça Liderança Nacional

Algarvia Yolanda Hopkins e Tomás Fernandes venceram o Renault Porto Pro e são líderes do ranking Santander (®JorgeMatreno/ANSurfistas)
pub

Yolanda Hopkins (Clube Naval de Portimão) venceu o Renault Porto Pro, 3ª Etapa da Liga MEO Surf 2019. Foi a segunda vitória consecutiva da atleta algarvia no circuito que atribui os principais títulos de campeão da modalidade em Portugal e numa prova em que ‘bateu’ a campeã nacional na final e onde se estreou com a licra de líder do ‘ranking’ nacional, posição agora reforçada a duas etapas do fim da Liga. A surfista algarvia fez também a melhor onda do campeonato e avança para a próxima etapa, no Algarve, também na liderança do Allianz Triple Crown.

As praias do Porto e Matosinhos voltaram a oferecer, este sábado, ondas de grande qualidade para aquele que foi o dia final do Renault Porto Pro. Após um dia de muito espetáculo e emoções fortes, Tomás Fernandes e Yolanda Hopkins alcançaram a terceira vitória na Liga MEO Surf, a segunda na presente edição. Ambos são agora líderes mais destacados no ‘ranking’ Santander e na luta pelos respetivos títulos nacionais.

No caso masculino, o surfista da Ericeira recuperou a licra Santander que tinha conquistado após a primeira etapa, enquanto do lado feminino a surfista algarvia manteve e cimentou a liderança conquistada na segunda etapa.

Algarvia chegou ao Porto já líder do ranking Santander e venceu e fez a melhor onda do campeonato (®JorgeMatreno(ANSurfistas)

Após um dia inaugural exclusivamente dedicado à prova masculina, a ação retomou na manhã de sábado com o início da prova feminina. Yolanda Hopkins e as outras tops nacionais começaram cedo a dar espetáculo, mas foi a algarvia a conseguir aumentar o nível ao longo do dia. Nas meias-finais, Yolanda conseguiu um score de 15,25 e a melhor onda do campeonato com 8.75 pontos, que lhe valeu o prémio Somersby Onda do Outro Mundo.

Na final Yolanda Hopkins teve pela frente a campeã nacional Camilla Kemp, mas voltou a elevar o nível, conseguindo novamente um score de 15,25 e um triunfo sólido. Esta foi a segunda vitória consecutiva da surfista algarvia na Liga MEO Surf 2019, depois de ter estado presente nas três finais já disputadas até ao momento – vai numa série de quatro finais consecutivas, pois foi ela a vencedora da última etapa em 2018.

“O segredo tem sido só um: treinar forte, tanto a nível físico, como psicológico”, começou por dizer a vencedora do Renault Porto Pro. “Tenho passado várias horas dentro de água a treinar. Acho que o meu surf sempre esteve no sítio certo, mas, agora, penso que o estou a demonstrá-lo muito melhor nos campeonatos. Antigamente, os nervos levavam a melhor. As ondas também ajudaram. Adorei esta direita que estava a quebrar no final do campeonato, estava perfeita para mim. Agora, vou para o Algarve para ganhar e acredito que vou colocar uma mão no título nacional. Tenho de ganhar para depois poder dar o salto a nível internacional. A Liga MEO Surf tem sido fundamental para isso, pois a falta de patrocínios não me permite viajar tanto como gostava”, concluiu Yolanda Hopkins.

Já do lado masculino, depois de vencer Francisco Alves nos quartos-de-final e o local João Guedes nas meias-finais, Tomás Fernandes garantiu a presença na final frente a Eduardo Fernandes, que também teve um percurso de destaque, depois de eliminar o campeão em título do evento, Marlon Lipke, nos quartos-de-final e a grande surpresa do campeonato, o jovem Francisco Almeida, nas meias-finais.

Ao contrário da final feminina, esta foi uma final muito renhida e decidida nos instantes finais. Apesar de Edu ter saído na frente da disputa e de ter tido mesmo a melhor onda da final, com 6,00 pontos, Tomás acabou por ter uma reta final mais forte, conseguindo o triunfo por apenas 30 centésimos de diferença – 10,80 contra 10,50 pontos. Com esta segunda vitória na temporada, Tomás recuperou a licra Santander que havia perdido para Miguel Blanco na última etapa, onde se apresentou algo adoentado.

“Não sei se este é o meu ano, mas é, definitivamente, o ano em que me sinto melhor em todos os aspetos da minha vida”, começou por afirmar Tomás Fernandes. “Sinto-me feliz e penso que tudo tem vindo por acréscimo. As coisas estão a acontecer da melhor forma possível e o meu objetivo é ser campeão nacional. Estou a treinar com o José Seabra e adoro. Mas antes trabalhava com o Enrique Lenzano e também gostava muito, devo-lhe muito do que sou hoje. Acho que a principal mudança vem de mim e do meu psicológico. Infelizmente ou felizmente, parei um pouco com os campeonatos internacionais e, sinceramente, penso que é isso que me está a fazer ganhar. Atualmente estou mais focado nos campeonatos em Portugal. No futuro logo se verá”, frisou.

Resultados finais do Renault Porto Pro:
Final masculina: Tomás Fernandes 10,80 x Eduardo Fernandes 10,50
Final feminina: Yolanda Hopkins 15,25 x Camilla Kemp 10,40
Somersby Onda do Outro Mundo: Yolanda Hopkins com 8,75 pontos nas meias-finais
Renault Expression Session: Miguel Blanco
Sumatra Surf Trip (Melhor Júnior): João Vidal e Matilde Passarinho

Jovens participaram em limpezas de praia durante a etapa, no âmbito das iniciativas de sustentatibilidade da Liga MEO Surf (®JorgeMatreno/ANSurfistas)

O Renault Porto Pro também contou com as habituais iniciativas de sustentabilidade, através das limpezas de praia com a marca da Fundação Altice e as dinâmicas associadas à proteção da biodiversidade e promoção da alimentação saudável do Grupo Jerónimo Martins.

Agora, a Liga MEO Surf segue para o Algarve, com a Praia do Amado, em Aljezur, a receber o Allianz Algarve Pro, de 21 a 23 de Junho. Esta será a quarta e penúltima etapa do circuito, tendo por isso um carácter decisivo. É na Praia do Amado que serão ainda conhecidos os vencedores da Allianz Triple Crown. Na frente do ranking deste sub-troféu estão Yolanda Hopkins e Teresa Bonvalot em ex-áqueo, no lado feminino, e Miguel Blanco e Vasco Ribeiro, também igualados, do lado masculino.

Todas as etapas da Liga MEO Surf 2019 poderão ser acompanhadas em direto na Sport TV, assim como nos restantes meios oficiais: facebook do MEO, app na posição 810 da grelha de canais MEO, www.ansurfistas.com e redes sociais em @ansurfistas.

A Liga MEO Surf 2019 é uma organização da Associação Nacional de Surfistas e da Fire!, com o patrocínio do MEO, Renault, Allianz Seguros, Bom Petisco, Banco Santander, Somersby, Rip Curl, os parceiros de sustentabilidade Fundação Altice e Jerónimo Martins, com o apoio local das Câmara Municipais do Porto e Matosinhos e Onda Pura, com o apoio técnico da Federação Portuguesa de Surf.

Fonte: Nota de Imprensa da Associação Nacional de Surfistas, editada com o parágrafo inicial, exclusivamente, dedicado à surfista algarvia Yolanda Hopkins

Links:

Renault Porto Pro | Dia 1

Allianz Figueira Pro | 2ª Etapa Liga MEO Surf 2019

Allianz Ericeira Pro | 1ª Etapa Liga MEO Surf 2019

Comentários