pub

Salvador, Francisco, Teresa e Nuno

Os Figenschou, Quatro Irmãos à Vela em Olhão

Os quatro irmãos Figenschou são atletas do Grupo Naval de Olhão (®PauloMarcelino)
pub

Salvador, Francisco, Teresa e Nuno são irmãos; partilham o laço familiar e uma forte paixão pela Vela. Os quatro irmãos Figenschou são atletas da Classe Optimist no Grupo Naval de Olhão, numa rara conjugação familiar que constitui uma simbólica lufada de ar fresco para a Vela Algarvia e Nacional. “São miúdos simples e muito, muito dedicados”, comentou o treinador dos jovens velejadores, Nuno Malheiro, para o Swell-Algarve.

Salvador, 8 anos de idade; e Francisco (‘Tico’), 10 anos, são Infantis. Teresa, com 12 anos; e Nuno, 13 anos, já são Juvenis. Francisco e Nuno são já presença regular no ‘pelotão’ da frente nas respetivas frotas e vão conseguindo alguns pódios. No fim-de-semana passado, na 1ª Prova do Campeonato do Algarve de Vela Ligeira 2018/2019, em Lagos, Nuno Figenschou subiu ao 3º lugar do Pódio Juvenis. Francisco Figenschou terminou em 5º lugar Infantis.

Os irmãos Figenschou são filhos de pai norueguês e de mãe portuguesa e nasceram no Porto. O avô era sócio de um clube de Vela na Invicta e a mãe chegou a experimentar a arte de velejar, mas a família não tem tradição de Vela, agora iniciada com a mudança dos Figenschou para o Algarve.

Nuno e Teresa foram os Figenschou pioneiros à Vela. Começaram a praticar a modalidade há 5 anos atrás, no mesmo dia. “A mãe disse para experimentarmos e o meu amigo Tiago já andava na Vela”, recordou Nuno Figenschou. Foi amor à primeira vista. Os dois irmãos apaixonaram-se pela Vela e acabaram por levar também os outros dois irmãos para a modalidade: Francisco começou há dois anos e Salvador iniciou-se no verão do ano passado. “A Vela é fixe; tem muitas barritas (energéticas)”, sublinha Salvador, entre sorrisos.

Da esquerda para a direita: Salvador, Teresa, Nuno e Francisco Figenschou (®PauloMarcelino)

Os quatro irmãos Figenschou (diz-se o nome ignorando o H) treinam-se aos sábados e domingos e formam um grupo coeso de trabalho. “São miúdos simples, assíduos e muito, muito dedicados. Falo com eles, explico o que quero e, se não fazem à primeira, fazem à segunda”, comentou o treinador Nuno Malheiro.

O empenho que mostram nos treinos começa a dar resultados e a abrir os horizontes dos jovens atletas. Nuno Figenschou falhou por pouco o apuramento na época passada, para o Europeu e tem objetivos claros para esta nova época. “Quero ir ao Mundial, ou ao Europeu”, disse o atleta, ao Swell-Algarve. O pódio alcançado no último fim-de-semana, em Lagos, é um bom sinal de partida.

Teresa Figenschou tem um objetivo mais modesto, mas igualmente claro. A atleta quer conquistar um dos lugares regionais de apuramento para o Campeonato de Portugal de Juvenis. O treinador da velejadora está mais confiante. “Acho que ela consegue mais do que isso”, rematou Nuno Malheiro.

O desafio seguinte é já no próximo fim-de-semana, dias 17 e 18 de novembro, na 2ª Prova do Campeonato do Algarve de Vela Ligeira 2018/2019, em Faro, que será em simultâneo a 1ª Prova de Apuramento Regional Sul.

Comentários