pub

Seleção integrou surfista algarvia Concha Balsemão

Portugal Termina no Top 10 do Mundial Júnior

Surfista algarvia integrou a Equipa de Portugal no Mundial de Surf Júnior da ISA em Huntington Beach (®SeanEvans/ISA)
pub

O último dia do Campeonato Mundial de Surf Júnior da International Surfing Association (ISA) na Califórnia, Estados Unidos da América; começou com um mar calmo sem grandes ondas em Huntington Beach. Todas as seleções que alcançaram a presença nas finais estavam expectantes com as suas prestações e resultados – para o quais treinaram o ano todo. Portugal terminou em 10º lugar por equipas e Afonso Antunes, único atleta luso nas finais, alcançou o 6º lugar individual Sub-16 Masculino. A seleção integrou a surfista algarvia Concha Balsemão, 49ª classificada em Sub-16 Feminino.

Na primeira final do dia Afonso Antunes fez uma bateria perfeita e tudo indicava que iria apurar-se para a grande final e lutar por uma merecida medalha. Sem que nada fizesse prever, e contra tudo o que se acreditava, o jovem surfista português foi injustamente arredado das medalhas, sendo relegado para a final da repescagem, onde mais uma vez fez um bom heat, mas insuficiente para voltar à luta pelas medalhas.

Afonso Antunes falhou por pouco a Grande Final das medalhas em Sub-16 Masculino e terminou o Mundial em 6º na categoria (®ISA)

“É triste terminar este mundial com o sentimento de revolta pela injustiça com o que fizeram ao Afonso quando lhe retiraram a oportunidade de lutar por uma medalha. Terminamos este mundial no top 10. Queríamos mais e achamos que temos capacidade para mais. Mas infelizmente, a enorme falta de apoios para a preparação e participação nesta prova é gritante. Nunca vai ser possível lutar de igual para igual com as melhores seleções do mundo com o apoio que temos hoje em dia”, confessa David Raimundo, selecionador nacional.

Japão venceu o 2018 VISSLA ISA World Junior Surfing Championship, numa luta renhida com Estados Unidos da América, que perdeu ‘em casa’, por menos de 200 pontos, a oportunidade de conquistar o terceiro título mundial Júnior desde 2015. Austrália terminou em 3º e Hawaii em 4º. Portugal (10º) foi o quarto melhor classificado europeu, atrás de França (5º), Espanha (6º) e Alemanha (9º).

Concha Fez Estreia Internacional

O Campeonato Mundial de Surf Júnior 2018 da ISA teve 362 surfistas em prova, num total de 44 países representados, um novo recorde de nações presentes. Foi o primeiro campeonato com número igual de vagas masculinas e femininas e teve um recorde de 154 raparigas inscritas. Foi o campeonato no qual a surfista algarvia Concha Balsemão fez a sua estreia internacional em representação de Portugal.

Concha Balsemão ganhou o seu primeiro ‘heat’ na divisão Sub-16 Feminino, terminando em 49º entre oito dezenas se adversárias (®SeanEvans/ISA)

Concha Balsemão competiu na divisão Sub-16 Feminino, juntamente com as compatriotas Carolina Santos e Francisa Veselko. A atleta algarvia começou bem o campeonato em Huntington Beach, vencendo a sua bateria na Ronda 1. A surfista da Carrapateira foi depois travada na Ronda 2 do Quadro Principal e acabou eliminada na Ronda 2 de Repescagens, numa bateria em que competiu a norte-americana Caitlin Simmers, que haveria de conquistar a Medalha de Ouro. Concha Balsemão terminou em 49º, Francisca Veselko em 37º e Carolina Santos em 25º.

Comentários