pub

Optimist | Campeonato do Mundo no Chipre

Beatriz Cintra Melhor Algarvia no Mundial

Beatriz Chipre em ação no Mundial no Chipre. Algarvia terminou em 14º Feminino; 13º geral Frota Prata (®MatiasCapizzano)
pub

Beatriz Cintra (Clube Naval de Portimão) foi a melhor algarvia na Equipa de Portugal ao Campeonato do Mundo da Classe Optimist 2018, que decorreu em Limassol, Chipre, nos dias 27 de agosto a 6 de setembro. A seleção lusa, composta por cinco velejadores, integrou ainda os algarvios Guilherme Cavaco (Ginásio Clube Naval de Faro) e Vladislav Bedlinskyy (Associação Naval do Guadiana), que também terminaram na Frota Prata. O melhor português foi o madeirense Mário Soares, 51º classificado na Frota Ouro.

A Equipa de Portugal, orientada pelo treinador Filipe Castro e pelo ‘team leader’ algarvio Frederico Coutinho Rato, teve uma entrada tímida no mundial. O grupo procedeu a alguns acertos técnicos, sobretudo relacionados com as largadas, e os resultados melhoraram após dois dias de qualificação.

Apenas um atleta luso conseguiu chegar à Frota Ouro (os primeiros 66 apurados na qualificação) e os restantes qualificaram-se para a Frota Prata (os 66 seguintes). O ano passado, a equipa portuguesa conseguiu colocar dois atletas na Frota Ouro, os algarvios Guilherme Cavaco (53º) e Beatriz Gago (43º; 4º Feminino). Os resultados deste ano foram inferiores.

O vento esteve fraco e incerto em Limassol durante as regatas da fase final, o que também não ajudou os velejadores. Mário Soares (Associação Náutica da Madeira) foi o melhor português e o único a terminar na Frota Ouro. A algarvia Beatriz Cintra fez o segundo melhor resultado português (13ª na geral Frota Prata, equivalente a 14ª geral Feminino), naquela que foi a sua segunda presença em mundiais da Classe e onde chegou a vencer uma regata, a penúltima da fase de qualificação.

Equipa de Portugal em Limassol (®MatiasCapizzano)

O algarvio Guilherme Cavaco terminou em 17º na Frota Prata. Foi o seu terceiro mundial consecutivo e o menos conseguido, depois de ter feito 21º Frota Ouro em 2016 (Vilamoura) e 53º Frota Ouro em 2017 (Pattaya, Tailândia). ‘Gui’ deu tudo por tudo no último dia e obteve excelentes resultados em duas regatas (5º+10º), mas o esforço perdeu-se numa largada mal calculada e penalizada com BFD.

O também algarvio Vladislav Bedlisnkyy concluiu o Mundial em 64º Frota Prata, naquela que foi a sua estreia em mundiais, dificultada por problemas de saúde durante a prova. O madeirense Vasco Soares terminou em 43º Frota Prata, o quarto melhor resultado português em Limassol.

O algarvio William Risselin também participou no Mundial de Optimist no Chipre mas em representação da Equipa da Bélgica. O jovem velejador, residente em Faro, terminou em 8º na Frota Esmeralda.

Os Campeões do Mundo Optimist 2018 são o italiano Marco Gradoni (também campeão do mundo em 2017) e a espanhola Maria Perello.

Links:

Portugal no Mundial Optimist 2017

Portugal no Mundial Optimist 2016

Comentários