pub

ISF Gymnasiade 2018 | Equipa com dois algarvios

Surf Escolar de Bronze em Marrocos

Os medalhados em Marrocos do Desporto Escolar de Portugal. Algarvios Bruno Gregório e Michael Conlan à esquerda (®DesportoEscolar)

A equipa de Surf do Desporto Escolar de Portugal à Gymnasiade 2018 integrou os algarvios Bruno Gregório e Michael Conlan e regressou de Marrocos com Medalha de Bronze. A Gymnasiade é uma espécie de Jogos Olímpicos de Verão do Desporto Escolar e decorreu em Marraquexe e Casablanca, nos dias 2 a 9 de maio, com a participação de 3 mil atletas, em representação de 58 países, para competir em 18 modalidades.

O Desporto Escolar de Portugal conquistou em Marrocos um total de sete medalhas, com destaque para o nadador José Paulo Lopes, que obteve Ouro nos 200m estilos, Prata nos 400m estilos e Bronze nos 400m livres. A única medalha portuguesa por equipas foi alcançada na modalidade Surf.

A equipa escolar portuguesa de surf foi composta por quatro elementos: Emma Silva (São João do Estoril), Mariana Gonçalves (Viana do Castelo) e Bruno Gregório e Michael Conlan, alunos da Escola Secundária Drª Laura Ayres, de Quarteira, Loulé.

Os dois algarvios foram selecionados por terem sido 2º (Michael Conlan) e 3º (Bruno Gregório) classificados Juvenis na final nacional do Desporto Escolar do passado ano letivo, em Matosinhos (ver notícia). O vencedor seria a primeira escolha, mas David Almeida, da região escolar do Centro, já está em idade universitária este ano.

Bruno Gregório carrega uma marroquina vencedora, com Michael Conlan ao lado. “Isto foi mais convívio”, disse Bruno Gregório (®Gymnasiade)

A Medalha de Bronze coletiva para o Surf Escolar Português foi alcançada, sobretudo, pelos resultados das meninas. Mariana Gonçalves conquistou também medalha de bronze individual e Ema Silva terminou em 5º na categoria Feminino. Bruno Gregório e Michael Conlan perderam ‘de primeira’ logo na Ronda 1 e depois nas Repescagens.

Os dois algarvios não foram felizes ao nível da competição, mas viveram uma grande experiência em Marrocos. “Foi tudo muito bom. Bué fixe. A única coisa foi não termos conseguido fazer melhor no surf. Mas valeu a pena. Fiquei a conhecer uma nova onda (Anfaplace) e arranjei muitos ‘connects'”, comentou Bruno Gregório, para o Swell-Algarve. Esta foi a primeira viagem de Bruno a Marrocos e espera repetir.

Comentários