pub

2ª Etapa Liga MEO Surf 2018

Marlon Lipke Vence Renault Porto Pro

Marlon Lipke venceu a final contra o seu amigo e sócio Gony Zubizarreta (®PedroMestre/ANSurfistas)
pub

O surfista algarvio Marlon Lipke (Algarve Surf Clube) venceu o Renault Porto Pro, 2ª Etapa da Liga MEO Surf 2018, concluída este domingo, 6 de maio, na Praia de Leça da Palmeira. Yolanda Hopkins (Clube Naval de Portimão) fez 3º lugar no quadro feminino. O Algarve esteve representado por 11 atletas, incluindo Henrique ‘Piki’ Gomes, jovem de 12 anos em estreia absoluta no circuito que decide os mais importantes campeões masculino e feminino de surf em Portugal.

Para chegar ao triunfo Marlon Lipke teve de vencer uma final bem especial, pois do outro lado estava o amigo e sócio Gony Zubizarreta. Ambos entraram na água com um chapéu da marca que criaram [JAM] e Marlon acabou por ser o mais forte, com um score de 12 pontos em 20 possíveis.

“Foi uma final muito divertida”, começou por dizer o surfista algarvio, após a final. “Tivemos a dar dicas um ao outro antes da final e o objetivo era mesmo desfrutar, com alguma diversão. Foi como se fosse free surf. Já éramos vencedores só por chegar à final, só interessava aproveitar”, frisou Marlon, antigo membro do World Tour.

Este foi assim um regresso às vitórias por parte de Marlon Lipke, que já não vencia uma etapa na Liga desde 2013, ano em que venceu a etapa de Cascais. “Estou muito feliz por vencer, depois de ter estado tanto tempo sem ganhar. Passar um heat na Liga é cada vez mais difícil e ganhar ainda mais”, admitiu Marlon Lipke, que garantiu no Porto o segundo triunfo em etapas na Liga MEO Surf.

O ranking masculino é agora liderado por Gony Zubizarreta, que já tinha sido finalista vencido na etapa da Ericeira. Mas é Miguel Blanco quem continua na frente da luta pelo título nacional, uma vez que o surfista galego não entra nestas contas. Já Marlon, apesar da vitória, ainda não coloca o título como prioridade. “Sinceramente, não estou a pensar no título. No início do ano não estava tão preocupado com a competição, mas vencer dá motivação e vou tentar manter a mentalidade para o próximo campeonato”, afirmou.

Marlon Lipke, na foto, eliminou Vasco Ribeiro e Francisco Alves nos duelos ‘man-on-man’ até à final (®PedroMestre/ANSurfistas)

O Algarve esteve representado no Porto por onze (11) atletas. No quadro masculino, Henrique ‘Piki’ Gomes (Clube Naval de Portimão) fez nesta prova a sua estreia na Liga. ‘Piki’ perdeu nos ‘Trials’, tal como Tomás Nunes (Albufeira Surf Clube), que estava em lista de espera mas conseguiu entrar em competição. Foi a segunda participação de Tomás na Liga MEO. Miguel Marinho (AlbufeiraSC) inscreveu-se mas não compareceu à chamada.

A Ronda 1 masculina foi disputada no primeiro dia, sexta-feira 4 de maio. Ivan Bailote (AlbufeiraSC), Francisco Duarte (CNPortimão) e Paulo Almeida (Portimão Surf Clube) perderam ‘de primeira’. Nesse dia, ‘Martim’ Magalhães (CNPortimão) passou à frente de Marlon; e Eduardo Fernandes e Pedro Henrique venceram os respetivos ‘heats’. Eduardo e Pedro são surfistas da Grande Lisboa mas federados pelo Algarve Surf Clube. Eduardo Fernandes foi o autor da melhor onda (7,75 em 10 pontos possíveis) e melhor pontuação (14,10 em 20 possíveis) no primeiro dia, em Matosinhos.

Sábado, 5 de maio, a prova mudou-se para Leça da Palmeira. Gony Zubizarreta estabeleceu a nova melhor onda (8,25 pontos em 10 possíveis) e melhor ‘score’ (15,50 pontos em 20 possíveis) do evento. ‘Martim’ Magalhães perdeu na Ronda 2. Eduardo Fernandes e Pedro Henrique perderam na Ronda 3, falhando o acesso à fase ‘man-on-man’. Hoje, domingo, último dia de prova, Marlo Lipke eliminou Vasco Ribeiro e Francisco Alves, para chegar à final com o amigo Gony, que também venceu. Foi o dia do ‘Hulk’!

Yolanda Hopkins fez 3º lugar no Porto, depois de ter sido vice-campeã na etapa inaugural, na Ericeira (®PedroMestre/ANSurfistas)

Na prova feminina, a algarvia Yolanda Hopkins (CNPortimão) chegou às meias-finais e terminou em 3º, depois de ter sido vice-campeã na etapa inaugural, na Ericeira. O Algarve esteve representado no quadro feminino também por Concha Balsemão (PortimãoSC), que havia faltado à primeira etapa. Concha passou a ronda 1 e perdeu na ronda 2, sábado, dia em que Yolanda venceu duas baterias.

Teresa Bonvalot fez a festa no quadro feminino, depois de vencer Mafalda Lopes (a atleta que eliminou Yolanda) na final. Foi o quarto triunfo da campeã nacional de 2014 e 2015 no Porto, ela que era a campeã em título do Renault Porto Pro. “Estou feliz por ter vencido a etapa. Estavam umas ondas engraçadas e também um pouco rápidas. Não nos podemos queixar dos dias que passámos aqui no Porto, pois tiveram boas ondas, sol e pouco vento”, sublinhou Teresa, atual número 10 do ranking mundial.

A vitória permitiu à surfista de Cascais destronar Camilla Kemp da liderança do ranking nacional e ainda isolar-se como recordista de vitórias da Liga MEO Surf, com 12 etapas vencidas desde 2008 – mais uma que Carina Duarte.

Os campeões do Renault Porto Pro 2018: Teresa Bonvalot e Marlon Lipke (®PedroMestre/ANSurfistas)

Teresa Bonvalot e Gony Zubizarreta seguem assim na liderança da Liga MEO Surf 2018 para a próxima etapa, que vai acontecer na Figueira da Foz. O Allianz Figueira Pro realiza-se entre 1 e 3 de junho. Mais informações em www.ansurfistas.com.

No dia final do Renault Porto Pro realizou-se ainda a final do Moche Groms Cup, com o triunfo a ser de João Vidal. Pedro Henrique foi o vencedor da Renault Expression Session realizada nesta etapa. Por fim, Gony Zubizarreta levou para casa o prémio Somersby Onda do Outro Mundo.

Resultados finais:
Final masculina: Marlon Lipke 12,00 x Gony Zubizarreta 10,90
Final feminina: Teresa Bonvalot 12,90 x Mafalda Lopes 8,15
Moche Groms Cup: João Vidal 13,35 x Martim Nunes 11,15 x Martim Paulino 9,85 x Joaquim Chaves 9,5 x Martim van Zeller 9,05 x José Bruschy 8,05
Renault Expresson Session (x2): Luís Perloiro e Pedro Henrique
Somersby Onda do Outro Mundo: Gony Zubizarreta 8,25 (2.ª ronda)
Sumatra Surf Trip (Melhores juniores): Dylan Groen e Mafalda Lopes

Todas as etapas da Liga MEO Surf têm transmissão em direto no canal televisivo MCS Extreme, em www.ligameosurf.pt e no Facebook do MEO, em complemento com as plataformas oficiais da Associação Nacional de Surfistas em www.ansurfistas.com e nas redes sociais @ansurfistas.

A Liga MEO Surf 2018 é uma organização da Associação Nacional de Surfistas e da Fire!, com o patrocínio do MEO, Renault, Allianz Seguros, Somersby, Moche, Rip Curl e das Câmaras Municipais do Porto e Matosinhos, a Fundação PT como parceira ambiental, e o apoio técnico da Federação Portuguesa de Surf.

Fonte: Nota de Imprensa Associação Nacional de Surfistas | Editada

Liga MEO Surf 2018:

Renault Porto Pro | Sorteio

1ª Etapa | Ericeira | Abril

Comentários