pub

#1 Liga MEO Surf 2018 | Ribeira d'Ilhas, 13 a 15 abril

Ericeira Recebe Primeira Limpeza de Praia Liga MEO

Duzentos alunos de escolas do concelho de Mafra vão estar envolvidos em limpeza de praia em Ribeira d'Ilhas (®PedroMestre/ANSurfistas)
pub

A Praia de Ribeira d’Ilhas receberá, nos próximas dias 13 e 14 de abril, a primeira de 5 ações de limpeza de praia a realizar durante as etapas da Liga MEO Surf 2018. O Allianz Ericeira Pro irá decorrer até domingo, dia 15, e será a primeira etapa do circuito nacional de Surf Open, depois de uma forte tempestade ter obrigado ao adiamento, em março, do Allianz Figueira Pro.

A Liga MEO Surf elegeu a sustentabilidade ambiental, como tema transversal da edição de 2018, organizado com os seus parceiros várias iniciativas de conservação e sensibilização ambiental. Pela primeira vez, Portugal contará com uma iniciativa de limpeza de praia consertada a nível nacional.

Para Miguel Herédia, Vice-Presidente da Associação Nacional de Surfistas, “o facto de a primeira ação se realizar numa Reserva Mundial de Surf tem um significado especial para nós”.

O objetivo é contribuir para a limpeza das praias por onde a Liga passa, e ao mesmo tempo gerar uma maior consciencialização no que toca à problemática do lixo marinho e ao papel que cada um individualmente pode desempenhar. Além das ações de limpeza de praia que irão envolver estudantes e as comunidades locais, a iniciativa inclui ainda dinâmicas educativas e a produção de peças de arte com os resíduos diferenciados recolhidos em cada praia.

A ação de Ribeira d’Ilhas tem já confirmada a presença de 200 alunos, entre os 10 e 15 anos, oriundos das escolas do concelho de Mafra e demais voluntários que se irão juntar.

Esta ação tem como principal parceiro ambiental a Fundação PT, que viabiliza toda a ação a nível nacional, e a Plastic Sun Days. Na Ericeira a iniciativa conta ainda com a participação da Skeleton Sea, Associação Marmeu e do Movimento Lixo Zero Portugal.

Agenda:

Sexta-feira, dia 13, 9h30 às 17h00 em Ribeira d’Ilhas: 200 alunos da Escola E.B. 2 e 3 da Ericeira, divididos em 4 grupos de 1h30 cada.

Sábado, dia 14, 10h00 às 13h00: limpeza livre para voluntários inscritos junto da Plastic Sun Days, já tendo mais de uma centena de inscrições. Irá proceder-se à limpeza arribas e à volta do rio – ponto de encontro junto à ponte, onde irá estar uma bandeira da Plastic Sun Days.

Para Graça Rebocho, diretora da Fundação PT, “este ano, a Fundação PT juntou-se à Liga MEO Surf 2018 e, em parceria com a ANSurfistas e a Plastic Sun Days, estará a apoiar um conjunto de iniciativas paralelas que têm por missão promover a consciencialização da população para a preservação do meio ambiente e também contribuir para a maior sustentabilidade ambiental das praias onde decorrem as provas. As iniciativas relacionam-se com a limpeza das praias, recolha, seleção e reaproveitamento lúdico e artístico de lixos marinhos com o objetivo de ajudar a preservar o equilíbrio ecológico destas praias  e ao mesmo tempo motivar os jovens, e os menos jovens, a adotarem este tipo de comportamentos no seu dia a dia.”

Declarações do Embaixador Liga MEO Surf – José Ferreira: “É com muita satisfação que vejo a ANS e a Liga MEO Surf associarem-se a um tema tão importante e essencial nos dias de hoje como o ambiente, que está intrinsecamente ligado ao surf e aos surfistas. E é com muita honra que assumo este papel de embaixador”

Informação sobre Ericeira Reserva Mundial de Surf

As Reservas Mundiais de Surf pretendem identificar e preservar ondas únicas abrangendo a zona costeira envolvente. À semelhança do conceito implementado pela UNESCO para a preservação do património cultural como herança da Humanidade, estas procuram criar um mecanismo de proteção para os locais de surf mais emblemáticos que, por sua vez, se encontram inseridos em zonas de elevado valor ambiental e cultural. Este modelo de proteção procura também preservar a cultura surfista local e constituir-se como um incentivo ao desenvolvimento socioeconómico sustentável da região.

Ericeira tornou-se Reserva Mundial de Surf a 14 de outubro de 2011, após consagração realizada pela organização internacional Save the Waves Coalition, e permanece como a única na Europa. A qualidade e consistência das ondas, a importância em termos históricos e culturais de surf local, a riqueza e sensibilidade ambiental da área e, ainda, a forte mobilização da comunidade foram os critérios fundamentais que conduziram a este reconhecimento oficial. A Reserva Mundial de Surf da Ericeira estende-se entre as praias da Empa e de São Lourenço, numa faixa costeira que concentra sete ondas de classe mundial num espaço de apenas 4 quilómetros: Pedra Branca, Reef, Ribeira d’Ilhas, Cave, Crazy Left, Coxos e São Lourenço.

A Reserva Mundial de Surf permite não só preservar para as gerações futuras o património natural e ambiental do município de Mafra, onde as ondas para a prática do surf surgem destacadas, como também permite potenciar a indústria do turismo nacional, uma vez que a variedade das ondas consagradas disponibiliza uma oferta muito diversificada, possuindo ainda praias adjacentes que podem acolher não só banhistas como surfistas iniciados. Com este intuito foram definidos 6 objetivos estratégicos para uma gestão sustentável da Reserva: promover a sustentabilidade ambiental; criar enquadramento legal; promover o desenvolvimento económico e infraestruturas; proteger a identidade e cultura local; sensibilizar e consciencializar os públicos; criar uma marca e promover.

Fonte: Nota de Imprensa Associação Nacional de Surfistas

Comentários