pub

#4 Longboard Tour Feminino 2018 WSL | Caparica

Maria do Rosário Melhor Portuguesa no ‘LQS’

Maria do Rosário é surfista de Portimão e costuma treinar na Praia da Rocha (®PauloMarcelino/arquivo)
pub

“O meu primeiro LQS! Estava a tremer dentro de água”. Maria do Rosário (Clube Naval de Portimão) fez 7º lugar feminino no Caparica Longboard Pro, etapa do Longboard Tour 2018 da World Surf League, circuito mundial antes designado Longboard Qualifying Series (LQS). A surfista de Portimão foi a melhor portuguesa em prova, disputada na Costa de Caparica, quinta-feira 29 de março, no âmbito do Caparica-Primavera Surf Fest.

A atleta algarvia teve uma estreia positiva na World Surf League. “Entrei logo com a Justine Dupont, que é uma das minhas maiores inspirações no surf. É surreal, há um ano atrás nem sonhava com isto!”, comentou Maria do Rosário, ao Swell-Algarve. Maria ‘passou’ essa bateria de quartos-de-final em 2º, atrás da francesa inspiradora, que vencera o Longboard Pro Espinho na semana anterior e acabaria por ser vice-campeã na Caparica.

As restantes portuguesas em prova na Caparica – Raquel Bento e a campeã nacional, Kathleen Barrigão – perderam nos quartos-de-final, ambas em 3º nas respetivas baterias. A campeã nacional viveu dias difíceis na Caparica, tendo partido três pranchas em menos de uma semana.

Maria do Rosário foi a única portuguesa nas meias-finais do Caparica Longboard Pro. A algarvia perdeu em 4º na sua bateria, novamente com Justine Dupont (1ª); e concluiu a prova em 7º lugar. A etapa foi ganha pela havaiana Honolua Blomfield. A francesa Justine Dupont terminou em 2º. Na divisão masculina, João Gama foi o melhor português, ao conseguir o 5º lugar. O vencedor masculino foi o francês Antoine Delpero.

Comentários