pub

Praia da Rocha | Evento do Portimão Surf Clube

Paulo Almeida Campeão da Malta

Boas ondas e Sol, bom surf e bom julgamento; um bom Campeonato da Malta na Praia da Rocha (®PauloMarcelino)
pub

Paulo Almeida venceu a sexta edição do Campeonato da Malta, disputado este sábado, 17 de fevereiro, na Praia da Rocha. O surfista de Portimão era o campeão em título e conquistou hoje a sua terceira vitória Open no evento anual organizado pelo Portimão Surf Clube, com o apoio Secret Spot. Martim Brandão (Sub-12), Constância Simões (Feminino), Maria do Rosário (Longboard) e Rui ‘Balin’ Filipe (Grandmasters) foram os vencedores nas restantes categorias.

O Campeonato da Malta é uma ideia original de Francisco Canelas, presidente do Portimão Surf Clube, que tem por objetivo mobilizar a comunidade surfista de Portimão em registo de campeonato mas em ambiente de forte convívio na praia. Tem sido assim ora no Vau, ora na Rocha. Este ano, o evento teve o interesse desportivo acrescido de ser realizado uma semana antes do arranque do Circuito Regional de Surf do Sul 2018, o que atraiu alguns campeões e vice-campeões regionais interessados num dia de treino de competição.

Paulo Almeida em ação. Surfista de Portimão venceu o Campeonato da Malta pela 3ª vez, a 1ª na Praia da Rocha (®AnkeKuijpers)

Henrique ‘Piki’ Gomes, campeão regional Sub-12; Inês Pascoal, campeã regional Surf Feminino; Bruno Gregório, campeão regional Sub-18; Julian Seyffert, vice-campeão regional Sub-14; e o próprio Paulo Almeida, vice-campeão regional Open; foram as principais estrelas do circuito regional hoje em ação no VI Campeonato da Malta. A eles juntou-se muito talento, nomeadamente Ivan Bailote, Francis Gregório, Martim Brandão, Constância Simões e outras promessas do futuro do surf algarvio.

A maioria dos jovens atletas que hoje competiram na Praia da Rocha é treinada por Francisco Canelas (PTMSC), Paulo Almeida (Fisiorider) e Ivan Bailote (Surf4Fun). Os dois primeiros têm base em Portimão. Ivan é de Albufeira e tem no seu grupo atletas já conhecidos como Martim Brandão e Julian Seyffert. Paulo Almeida treina o campeão regional Henrique Gomes, que hoje não foi feliz a competir em Open; e Tomás Nunes. Francisco Canelas treina jovens como Constância Simões, Louis Escudeiro e os irmãos Olly e Kaos Heukels. Concentrado na organização e nos seus atletas, Francisco Canelas não competiu este ano, mas já foi Campeão da Malta, em 2014.

Martim Brandão era ‘top seed’ nos Sub-12 e venceu com naturalidade, muito forte desde o primeiro ‘heat’ (®PauloMarcelino)

O dia foi de Sol e boas ondas, até com tamanho já desafiante para os mais jovens. Não houve surpresas. Martim Brandão, Top 4 regional, era o atleta mais cotado nos Sub-12, para o qual já não têm idade Henrique Gomes (campeão regional) e Tomás Nunes (Top 5), que optaram pelo Open. Martim Brandão venceu, mas os irmãos Heukels colocaram pressão, o que promete mais luta no circuito regional.

A categoria Feminino teve final direta e repetiu-se o desfecho da última etapa do circuito regional do ano passado. Inês Pascoal, campeã regional, terminou em 2º, mais uma vez batida pela jovem Constância Simões, que tem apenas 10 anos de idade. Constância também esteve na final Longboard, tal como Louis Escudeiro, finalista Sub-12; mas na categoria das pranchas grandes, Maria do Rosário, de Portimão, não deixou os seus créditos por mãos alheias e levou a vitória.

Constância Simões, 10 anos de idade, venceu o Feminino e foi 3ª no Longboard (®AnkeKuijpers)

Na categoria Open, com 14 atletas em prova, incluindo alguns ‘groms’, Paulo Almeida conquistou a sua terceira vitória, mas a primeira na Praia da Rocha. O surfista de Portimão também foi Campeão da Malta em 2013 (1ª edição) e 2017, mas na Praia do Vau. Na final, Paulo Almeida arrumou a questão com uma das suas típicas pauladas, a valer quase uma nota excelente, e voltou a deixar Francis Gregório em 2º, tal como o ano passado. Ivan Bailote ficou arredado da discussão por ter cometido uma interferência.

O campeonato terminou com a final direta Grandmasters, que juntou a verdadeira malta, as velhas glórias da Praia da Rocha. A vitória foi alcançada por Rui ‘Balin’ Filipe, um dos pioneiros do surf em Portimão, mais concretamente, o puto que na altura acompanhou os primeiros surfistas da Foz do Arade.

Finais VI Campeonato da Malta (2018) | Praia da Rocha

Pódio Open: Ivan Bailote, Paulo Almeida, Francis Gregório e Julian Seyffert (®PauloMarcelino)

Open

1. Paulo Almeida

2. Francis Gregório

3. Ivan Bailote

4. Julian Seyffert

Pódio Grandmasters: Rui Filipe, Nuno Romão, Nuno Magalhães e Marco Basílio (®PauloMarcelino)

Grandmasters

1. Rui ‘Balin’ Filipe

2. Marco ‘Xêpa’ Basílio

3. Nuno Sarsfield Magalhães

4. Nuno Romão

Pódio Feminino: Nádia Reis, Constância Simões e Inês Pascoal (®PauloMarcelino)

Feminino

1. Constância Simões

2. Inês Pascoal

3. Nádia ‘Cachuxa’ Reis

Pódio Sub-12: Louis, Martim, Kaos e Olly (®PauloMarcelino)

Sub-12

1. Martim Brandão

2. Kaos Heukels

3. Olly Heukels

4. Louis Escudeiro

Pódio Longboard, incompleto: Maria do Rosário, Pedro Nunes na vez do seu filho Tomás, Constância Simões e Louis Escudeiro (®PauloMarcelino)

Longboard

1. Maria do Rosário

2. Louis Escudeiro

3. Constância Simões

4. Tomás Nunes

Edições anteriores:

V Campeonato da Malta (2017)

IV Campeonato da Malta (2016)

III Campeonato da Malta (2015)

II Campeonato da Malta (2014)

I Campeonato da Malta (2013)

Comentários