pub

Campeonato do Mundo de Longboard

Algarvia Inês Martins Vai à China por Portugal

Inês Martins, de Faro, é vice-campeã nacional de Longboard e campeã nacional universitária de surf em título (®PauloMarcelino/arquivo)
pub

Portugal vai estrear-se no Campeonato do Mundo de Longboard, que este ano vai ser realizado na Ilha de Hainan, China, nos dias 19 a 25 deste mês. A seleção lusa é composta por quatro atletas, incluindo a algarvia Inês Martins, atleta do Clube de Surf de Faro, Campeã Nacional Universitária de Surf em ‘pranchas pequenas’ e Vice-Campeã Nacional de Longboard.

A ‘quase doutora’ Inês Martins é uma figura de referência no Clube de Surf de Faro. Simpática e discreta, Inês concilia ao mais alto nível desportivo as suas paixões pelo trampolim e pelo surf e está a formar-se em Medicina. Há anos que a vemos nas ondas dos campeonatos regionais, em ‘shortboard’ e durante muito tempo como única representante feminina na modalidade Longboard.

2017 foi um ano de sucesso nas ondas para Inês Martins. Em maio, a atleta de Faro venceu a final feminina do Campeonato Nacional Universitário de Surf em ‘shortboard’ (ver notícia). Em dezembro, sagrou-se vice-campeã nacional de Longboard, em São Pedro do Estoril, na prova única que decidiu o título feminino português (ver notícia). A chamada à seleção nacional foi uma consequência natural e um justo prémio para a surfista algarvia.

Inês Martins vai integrar a primeira seleção de Portugal num Campeonato do Mundo de Longboard. Após a primeira participação de sempre num mundial de Surf Adaptado, em dezembro passado, Portugal vai agora estrear-se num Mundial de Longboard. Apesar de ser uma estreia, a comitiva lusa parte com fortes aspirações.

A seleção Portuguesa ao Mundial de Longboard na China é composta por João Dantas e Diogo Gonçalves, no Open Masculino, e Kathleen Barrigão e Inês Martins, no Open Feminino. Diogo e Kathleen são os atuais Campeões Nacionais, masculino e feminino. João Dantas é Campeão Europeu por Seleções, título conquistado no Eurosurf 2017, em outubro passado.

Os quatro atletas convocados oferecem garantia de qualidade ao selecionador nacional, Miguel Ruivo. “Vamos competir com uma equipa na máxima força, com quatro atletas de grande valia técnica e que estão a realizar uma excelente época competitiva, o que obviamente aumenta as nossas expetativas para a prova”, comentou o selecionador, citado em nota de imprensa da Federação Portuguesa de Surf.

O ISA World Longboard Surfing Championship realiza-se na ilha de Hainan, na China, entre os dias 19 e 25 de janeiro. Esta é apenas a segunda vez que esta competição se realiza, já que anteriormente a modalidade de longboard era disputada juntamente com o Surf, e integrada nos ISA World Surfing Games.

João Aranha, presidente da Federação Portuguesa de Surf, congratula-se com esta presença, acreditando que “vai contribuir de forma decisiva para a promoção do longboard em Portugal. Estou convicto que a disputa desta competição terá um impacto direto na atenção mediática que o longboard merece, o que levará a um aumento do número de praticantes e de adeptos da modalidade”.

Comentários