pub

Beatriz Gago entra nos 420 com Marta Fortunato

Campeã de Portimão Muda para Clube de Vilamoura

Beatriz Gago, leme; e Marta Fortunato, proa; começaram este mês a treinar-se em 420 (®DR)
Beatriz Gago, leme; e Marta Fortunato, proa; começaram este mês a treinar-se em 420 (®DR)
pub
A algarvia tricampeã de Portugal Juvenis Feminino deu novo rumo à sua carreira desportiva por ter atingido limite de idade na Classe Optimist. Beatriz Gago mudou-se do Clube Naval de Portimão, para o CIMAV – Clube Internacional da Marina de Vilamoura, para abraçar o sonho da Classe 420. A velejadora de Portimão formou tripulação com Marta Fortunato, de Lagos, sob a orientação técnica da mãe desta, Ingrid Braga Fortunato.
Durante o verão, Beatriz Gago chegou a ponderar optar pela Classe Laser 4.7 e disse ao Swell-Algarve ser essa a sua decisão (ver notícia). A opção pelos 4.7 poderia ainda ser conciliada dentro do Clube Naval de Portimão, clube onde a atleta aprendeu a velejar e conquistou enorme sucesso (ver abaixo). Mas o sonho de Beatriz Gago pelos 420 acabou por se concretizar e impôs-se a uma escolha remediada.
Em agosto, Beatriz Gago fez trabalho de voluntariado na organização do Campeonato do Mundo de 49er, no Porto. O sonho pelos 420 cresceu aí. O Clube Naval de Portimão não tem Classe 420 ativa e o dilema da atleta era ainda maior pela complexidade logística da Classe (novo barco, formar tripulação e ter novo treinador).
O Swell-Algarve sabe que a atleta recebeu algumas propostas para 420 noutros clubes, fora do Algarve, mas não agradaram. Até que, em finais de setembro, o CIMAV apresentou uma proposta com boas condições, segundo fonte próxima da atleta. O sonho tornou-se possível e quando os 4.7 eram já rota traçada, os 420 surgiram como novo rumo escolhido.
Beatriz Gago (leme) formou tripulação com Marta Fortunato (proa) e a nova dupla feminina de 420 começou a treinar no início deste mês sob a orientação de Ingrid Braga Fortunato, em Lagos. A treinadora tem no seu currículum uma brilhante carreira desportiva e foi também responsável pela iniciação em 420 da dupla Manuel Fortunato & Frederico Baptista, que se estreou o ano passado com vitória no ‘ranking’ nacional Sub-17 e apuramento para todas as provas internacionais em jogo (ver notícia).
Esta vai ser a primeira época do novo futuro de Beatriz Gago, atleta que dominou por completo a Classe Optimist na categoria Feminino. Para trás ficam três títulos de Campeã de Portugal Juvenis Feminino (2015; 2016 e 2017) e dois títulos de Campeã de Portugal Infantis Feminino (2012 e 2013). Em Optimist, Beatriz Gago representou Portugal em dois Europeus (Frota Prata em 2014 e Frota Ouro em 2015) e dois Mundiais (2016 em Vilamoura, 59º geral, 6º Feminino; e 2017 na Tailândia, 43º geral, 4º Feminino).

Comentários