pub

19 de agosto

IV Open Vale Figueiras é já no Próximo Sábado

Data mudou para 20 de Agosto, com check-in às 08h30
Data mudou para 20 de Agosto, com check-in às 08h30
pub

O IV Open Vale Figueiras vai realizar-se no próximo sábado, dia 19 de agosto, na praia que lhe dá o nome, no concelho de Aljezur, organizado por Portimão Surf Clube e Boa Vida Social Club. É um evento emblemático de surf no verão algarvio, que atrai muitos competidores locais e estrangeiros e por onde passaram velhas glórias da modalidade em Portugal.

O Open Vale Figueiras nasceu em 2014, ano em que o carismático Campeonato da Malta (de Portimão) foi organizado naquela praia em Aljezur. Foi o primeiro campeonato de surf organizado pelo recém-nascido Portimão Surf Clube e o campeão sénior nessa primeira edição foi Francisco Canelas, presidente do clube.

Em 2015 e 2016, o Open Vale Figueiras emancipou-se em duas edições com elencos de luxo na água e vitórias dos irmãos gémeos Joackim e Luca Guichard. Em 2015, com ondas de dois metros na série, o campeonato teve a ilustre participação de algumas glórias do surf português, como Gonçalo ‘Ratinho’ Lopes e Jorge Leote. O surfista-‘shaper’-músico Ariano Marques é campeão Masters há dois anos.

A participação de surfistas talentosos de outras paragens do País e do estrangeiro, como é o caso de John Junior, o ‘prize money’ que chegou aos 650 euros em 2016, a oportunidade de competir em ambiente de verão e o jantar-convívio de encerramento no jardim do Buena Vida Social Club contribuem para o sucesso do evento.

O Swell-Algarve sabe que a edição deste ano, no próximo sábado, está a atrair as atenções de muitos competidores, como por exemplo o campeão e o vice-campeão Open do Circuito Regional de Surf do Sul, respetivamente, Miguel Mouzinho e Paulo Almeida. Talento no mar, na Praia de Vale Figueiras não vai faltar no dia 19. As inscrições devem ser feitas por email, para portimaosurfclube@gmail.com.

Links

I Open Vale Figueiras | Campeonato da Malta (2014)

II Open Vale Figueiras (2015)

III Open Vale Figueiras (2016)

Comentários