pub

Liga MEO Surf 2017

Yolanda Sobe ao 3º lugar no ‘Ranking’ Nacional

Yolanda Hopkins fez 3º lugar no Miss Activo Cup ganhou o título Miss Simpatia (®DiogoMoreira/MissActivoCup)
Yolanda Hopkins fez 3º lugar no Miss Activo Cup ganhou o título Miss Simpatia (®DiogoMoreira/MissActivoCup)
pub

A surfista algarvia Yolanda Hopkins subiu ao 3º lugar no ‘ranking’ nacional feminino da Liga MEO Surf 2017. A atleta do Clube Naval de Portimão fez 3º lugar na Miss Activo Cup, etapa que consagrou Carol Henrique como bicampeã nacional de surf feminino, a uma etapa do final da liga.

Miss Activo Cup, quinta de seis etapas pontuáveis para a atribuição do título nacional feminino e única exclusivamente dedicada ao surf feminino decorreu este domingo, 6 de agosto, em Ílhavo.

Yolanda Hopkins vinha de um 3º lugar no Allianz Sintra Pro, etapa anterior da Liga MEO Surf 2017 e repetiu o ‘score’ em Ílhavo. A surfista de Quarteira conquistou ainda o título Miss Simpatia da prova e ficou em boa posição de o seu melhor resultado de sempre na liga.

Nota de Imprensa Associação Nacional de Surfistas:

Carol Henrique, que chegava a esta etapa na liderança do ranking, poderia conseguir o seu segundo título de campeã se vencesse a etapa, uma vez que a sua principal rival na disputa, Teresa Bonvalot, 17 anos, Cascais, não iria marcar presença por estar num campeonato internacional, sendo que acabou por beneficiar, ainda, da derrota precoce de Camilla Kemp, que também estava na luta pelo título de 2017, na segunda ronda do Miss Activo Cup.

No regresso à mesma praia onde, em 2016, tinha conseguido o seu primeiro título de campeã nacional, Carol Henrique mostrou-se imperial, vencendo as quatro baterias em que participou, com pontuações bastante distanciadas das suas adversárias, culminando na final da competição, onde derrotou a sua colega de treinos Mariana Garcia, 17 anos, ao fazer uma pontuação de 11,25 contra os 4,5 pontos da sua adversária. Henrique alcançava, assim, uma estatística notável, uma vez que tanto em 2016 e 2017, ganhou o Miss Activo Cup e, consequentemente, o título nacional de surf feminino.

Pódio Miss Activo Cup, com a algarvia Yolanda Hopkins, de preto (®DiogoMoreira/MissActivoCup)

Pódio Miss Activo Cup, com a algarvia Yolanda Hopkins, de preto (®DiogoMoreira/MissActivoCup)

“Estou muito feliz por me sagrar bicampeã nacional! Era um objetivo mas, na verdade, não sabia que o podia conseguir já nesta etapa de Ílhavo. Este título estava nos meus objectivos para 2017 e fico muito feliz por o concretizar. Vem num óptimo momento. As ondas aqui estiveram boas, com tamanho, o meu treinador ajudou-me bastante e quero dar os parabéns à Mariana, que surfou muito bem. Estou muito feliz!” afirmou a surfista à saída da água.

Depois de já ter ganho as etapas de Ericeira e Sintra, esta foi a terceira vitória de Henrique em 2017, valendo-lhe mais 1000 pontos no ranking, onde totaliza agora 4460 pontos. Camilla Kemp subiu à segunda posição, com 3605 pontos e a algarvia Yolanda Hopkins, 3ª no Miss Activo Cup, é agora terceira no ranking nacional com 3485 pontos. Teresa Bonvalot desceu à quarta posição e Mariana Garcia fecha o top 5 nacional feminino.

Nota ainda para as prestações de Mariana Garcia, que volta a fazer uma final em 2017 (já o tinha conseguido no Porto) e de Camila Costa, campeã nacional sub18, que pela primeira vez chega à fase woman-on-woman, garantindo o seu melhor resultado de sempre numa etapa, 3º lugar. Já Yolanda Hopkins está encaminhada para o seu melhor resultado de sempre no ranking nacional.

As melhores surfistas nacionais, lideradas pela nova campeã nacional, voltarão a competir na Liga MEO Surf 2017, entre os dias 14 e 16 de Setembro no Bom Petisco Cascais Pro. Nota ainda para o facto de ser nesta etapa de Cascais que se irá decidir o título nacional masculino, havendo vários surfistas na corrida, liderados pelo ex-tricampeão nacional Vasco Ribeiro.

Comentários