pub

Formula Windsurfing | Campeonato do Mundo Absoluto

Algarvio Miguel Martinho Top 10 Mundial

Algarvio Miguel Martinho foi o único português no Mundial FW na Alemanha. Fez 10º lugar entre 50 competidores (®IFWC)
Algarvio Miguel Martinho foi o único português no Mundial FW na Alemanha. Fez 10º lugar entre 50 competidores (®IFWC)
pub

Miguel Martinho (Clube Naval de Portimão) terminou em 10º no Campeonato do Mundo Absoluto de Formula Windsurfing, na Alemanha. O atleta algarvio, multicampeão nacional na modalidade foi o único português presente no mundial. Esta segunda-feira, 5 de junho, foi o último dia de regatas. “Não foi um dia bom para mim”, comentou o velejador de Portimão.

O Campeonato do Mundo de Formula Windsurfing Multivan 2017 começou dia 30 de maio e terminou hoje. Estiveram em prova 50 competidores em representação de 15 países. O evento foi realizado em Sylt, Alemanha, com um total de 14 regatas concluídas. Em três dos sete dias de competição não foram realizadas regatas, por falta de vento em dois dias e devido a vento excessivo e condições de mar adversas no segundo dia.

Miguel Martinho sentiu alguma dificuldade em adaptar-se às condições de vento e de mar em Sylt (®IFWC)

Miguel Martinho sentiu alguma dificuldade em adaptar-se às condições de vento e de mar em Sylt (®IFWC)

Miguel Martinho chegou a Sylt com estatuto forte, por ser Campeão Europeu Masters e Vice-Campeão do Mundo Masters em título. O algarvio estava apostado em melhorar o 4º lugar alcançado no Mundial Absoluto do ano passado e entrou bem no campeonato em Sylt, ao conseguir 5º lugar na primeira regata do Mundial. O velejador portimonense chegou a ocupar a 7ª posição na geral, mas cometeu alguns erros que lhe custaram lugares na classificação.

Esta segunda-feira, último dia do campeonato, Miguel Martinho perdeu dois lugares na geral em quatro regatas realizadas. A despedida foi feita com vento forte, entre os 18 e os 20 ‘nós’, mar muito mexido e a concorrência a dar o tudo por tudo. “Não foi um dia bom para mim foi, aliás, péssimo: 14º, 11º, 18º e na última tive uma largada péssima e acabei por desistir da regata… Terminei o mundial na 10ª posição; bem bom ter conseguido ficar no Top 10″, comentou Miguel Martinho.

O alemão Vincent Langer foi o herói do último dia, subindo duas posições na geral e conquistando o título de Campeão do Mundo. O australiano Steve Allen, que comandou a frota durante quase todo o campeonato terminou na 2ª posição. O francês Alexandre Cousin (campeão do mundo 2016) fez 3º lugar, conseguindo hoje o acesso ao pódio, de onde ‘caiu’ o alemão Sebastian Koerdel, da 2ª para a 4ª posição, num dia de despedida para esquecer.

Comentários