pub

Preparação para Mundial e Europeu de Optimist

Portugueses Fazem Estágio em Vilamoura

Comitiva do Estágio I APCIO em Vilamoura (®LuisFraguas)
Comitiva do Estágio I APCIO em Vilamoura (®LuisFraguas)
pub

A Associação Portuguesa da Classe Internacional Optimist (APCIO) convocou 15 atletas Juvenis para um estágio em Vilamoura, com vista à preparação dos velejadores para o Mundial e o Europeu da Classe. O estágio decorre até sábado, 28 de maio, e a comitiva integra cinco velejadores algarvios, do Clube Naval de Portimão (3) e do Ginásio Clube Naval de Faro (2), sob a orientação técnica dos treinadores Gonçalo Boto (Clube de Vela do Barreiro) e Frederico Rato (Clube Naval de Portimão).

Ainda não estão definidos os atletas que vão formar as seleções de Portugal ao Campeonato do Mundo de Optimist (Vilamoura, 25 de junho a 4 de julho) e ao Campeonato da Europa de Optimist (Cretone, Itália, 15 a 22 de julho). O elenco das duas seleções só ficará definido após a Prova Final de Seleção, que irá decorrer em Viana do Castelo, nos dias 10 a 12 de junho; já muito perto do Mundial.

Face à proximidade, sobretudo, do Mundial de Optimist em Vilamoura, a APCIO decidiu organizar já um primeiro estágio com os 15 primeiros classificados no Campeonato de Portugal de Juvenis, que têm “probabilidades elevadas” de virem a ser os atletas selecionados, explicou o treinador Gonçalo Boto, ao Swell-Algarve.

Sessão teórica no estágio, que começou na terça-feira, dia 24, e vai terminar no sábado, dia 28 (®LuisFraguas)

Sessão teórica no estágio, que começou na terça-feira, dia 24, e vai terminar no sábado, dia 28 (®LuisFraguas)

Entre os 15 velejadores que integram o estágio da APCIO em Vilamoura, desde terça-feira, estão cinco algarvios: William Risselin e Guilherme Cavaco, do Ginásio Clube Naval de Faro; e Beatriz Gago, Beatriz Cintra e Daniel Cristiano, do Clube Naval de Portimão. Dentro dos 15 primeiros classificados no Campeonato de Portugal de Juvenis ficou mais um algarvio, Manuel Fortunato (10º), do Clube de Vela de Lagos, mas este velejador não integrou o estágio em Vilamoura.

Gonçalo Boto foi chamado à equipa técnica do estágio por ser treinador dos dois primeiros classificados do Campeonato de Portugal de Juvenis e do ‘ranking’ nacional: Manuel Ramos (1º) e Filipe Egipto (2º), do Clube de Vela do Barreiro. “O estágio (aqui) em Vilamoura está a correr muito bem; está a ser muito produtivo, com muitas horas de água e dias perfeitos”, comentou Gonçalo Boto, para o Swell-Algarve.

Todos os treinos de mar terminam com regatas simuladas, que têm tido a participação de velejadores de outros países (®LuisFraguas)

Todos os treinos de mar terminam com regatas simuladas, que têm tido a participação de velejadores de outros países (®LuisFraguas)

Frederico Rato (‘Fred’) foi escolhido para o estágio em Vilamoura por ser treinador das duas raparigas melhores classificadas no Campeonato de Portugal de Juvenis: Beatriz Gago (5ª na geral) e Beatriz Cintra (11ª na geral), do Clube Naval de Portimão. A jovem Beatriz Gago, Campeã de Portugal Juvenis Feminino, está no 5º lugar do apuramento, o último que dá acesso ao Mundial. É o seu objetivo e não tem margem para qualquer erro em Viana do Castelo.

“O estágio está a correr bem. Os miúdos estão a evoluir. Temos estado a corrigir pormenores e a tratar de parâmetros importantes como velocidade, técnicas de condução do barco com diferentes ventos e fazer a leitura dos padrões locais de vento”, comentou Frederico Rato, para o Swell-Algarve. ‘Fred’ acrescentou que estão a “fomentar laços de equipa” e que a seleção da Holanda e velejadores da Rússia, Irlanda e Áustria têm participado nos treinos da equipa portuguesa.

Frederico Rato, na imagem junto com o jovem Daniel Cristiano; regressou a um patamar de reconhecimento técnico do qual estava ausente há 3 ou 4 anos (®LuisFraguas)

Frederico Rato, na imagem junto com o jovem Daniel Cristiano; regressou a um patamar de reconhecimento técnico do qual estava ausente há 3 ou 4 anos (®LuisFraguas)

Para Frederico Rato esta convocatória significa também o regresso do treinador a um patamar de onde estava arredado “há 3 ou 4 anos”. ‘Fred’ já foi ao Mundial três vezes, foi também aos Jogos Olímpicos em Singapura e até treinou a Seleção da República Checa, numa altura em que estava na ribalta, há uns anos, com uma super-equipa masculina no Clube Naval de Portimão. Agora está de volta, com uma super-equipa feminina. “Sabe bem ser chamado. Estou a voltar à carga”, confessou o treinador do CNPortimão.

Comentários