pub

Encontrado no sul do Chile

Iate Hugo Boss Descoberto após 10 Anos

Destroços do IMOCA 60 'Hugo Boss' na Ilha Torpedo, Parque Nacional Bernardo O'Higgins, Chile (®RogerRoviraRius)
Destroços do IMOCA 60 'Hugo Boss' na Ilha Torpedo, Parque Nacional Bernardo O'Higgins, Chile (®RogerRoviraRius)
pub

Dez anos após ter sido abandonado em pleno Oceano Austral, ao largo da África do Sul, o iate IMOCA 60 ‘Hugo Boss’ foi agora encontrado em terra, no sul do Chile, durante uma expedição ao Parque Nacional Bernardo O’Higgins. Os destroços do barco foram descobertos a mais de 20 mil quilómetros de distância do local onde foi abandonado pelo ‘skipper’ britânico Alex Thomson, em 2006, devido a uma avaria durante a volta ao mundo Velux 5 Oceans.

Trailer do video sobre a expedição ‘Costa Perdida’

 

O IMOCA 60 ‘Hugo Boss’ foi encontrado há cerca de um mês pelos dois protagonistas da Expedição ‘Costa Perdida’ (ou ‘Costa Lost’), o aventureiro chileno Christian Donoso e o fotógrafo espanhol Roger Rovina Rius. Os destroços foram descobertos na Ilha Torpedo, a cerca de 300 metros do mar.

Destroços do 'Hugo Boss' foram encontrados a cerca de 300 metros do mar (®RogerRoviraRius)

Destroços do ‘Hugo Boss’ foram encontrados a cerca de 300 metros do mar (®RogerRoviraRius)

O casco está partido em dois. A parte principal mantém o convés e o ‘topside’. A cerca de 100 metros está a cabine do barco, ainda com algum equipamento. O local onde foram encontrados os destroços surpreendeu os dois elementos da expedição, por estar tão longe do mar, levando-os a supor que terá sido empurrado por uma maré grande, partindo-se em terra.

Casco do 'Hugo Boss' está partido em duas partes (®RogerRoviraRius)

Casco do ‘Hugo Boss’ está partido em duas partes (®RogerRoviraRius)

“Para chegar à costa do Chile, o ‘Hugo Boss’ teve de viajar mais de 20 mil quilómetros à deriva, empurrado por ventos e correntes, atravessando os oceanos Índico e Pacífico e passando ao sul de países como Arábia Saudita, Índia, Austrália e Nova Zelândia“, explicou Christian Donoso.

'Hugo Boss' viajou à deriva mais de 20 mil quilómetros (®ChristianDonoso)

‘Hugo Boss’ viajou à deriva mais de 20 mil quilómetros (®ChristianDonoso)

A incrível viagem à deriva feita pelo IMOCA 60 ‘Hugo Boss’ faz agora supor que o risco de afundamento não era tão iminente como foi calculado por Alex Thomson no momento em que abandonou o barco. O Swell-Algarve pediu um comentário ao ‘skipper’ britânico, mas não obteve resposta.

Alex Thomson abandonou o ‘Hugo Boss’ durante a volta ao mundo solitária Velux 5 Oceans, em 2006, a cerca de 1000 milhas ao largo da Cidade do Cabo. O velejador perdeu o controlo do barco, após o que calculou ser uma avaria na quilha, e decidiu abandoná-lo (ver video).

Links:

Expedição ‘CostaPerdida’ – Diário de Bordo

Página Oficial do Fotógrafo Roger Rovina Rius

Comentários