pub

4ª Etapa Circuito ASCC Caparica Power 2015 | Jakob vence Sub-18; Martim faz 2 finais

Dupla Algarvia Brilha na Caparica

Jakob Lilienweiss (1º) e 'Martim' Magalhães (3º) no pódio Sub-18 da 4ª Etapa do Circuito ASCC Caparica Power 2015 (®BentoSantos)
Jakob Lilienweiss (1º) e 'Martim' Magalhães (3º) no pódio Sub-18 da 4ª Etapa do Circuito ASCC Caparica Power 2015 (®BentoSantos)
pub

A 4ª Etapa (última) do Circuito ASCC Caparica Power 2015 sponsored by Almada Forum teve dois algarvios protagonistas, na Praia do Marcelino, no fim-de-semana 28 e 29 de novembro. Jakob Lilienweiss (Algarve Surf Clube) venceu a final Sub-18 e Frederico ‘Martim’ Magalhães (Clube Naval de Portimão) fez 3º lugar nas finais Sub-18 e Open.

‘Martim’ Magalhães voltou a impressionar com o seu surf corajoso na Costa de Caparica, depois de ter vencido em Sub-18 e feito 2º lugar em Open na etapa anterior do circuito da Associação de Surf da Costa de Caparica (ver notícia). O jovem surfista algarvio mudou-se em Outubro para a Ericeira, para se treinar com José Pyrrait, e tem surfado ondas musculadas de 3 metros, estando cada vez mais à-vontade em mar pesado.

'Martim' Magalhães em ação no primeiro dia da etapa, sábado, com mar pequeno (®ASCC)

‘Martim’ Magalhães em ação no primeiro dia da etapa, sábado, com mar pequeno (®ASCC)

‘Martim’ entrou na etapa do passado fim-de-semana em regime de treino e na companhia do algarvio Jakob Lilienweiss, que também saiu do Algarve e mudou-se para Lisboa, para se treinar com a Academia Profissional de Surf. Sábado, com mar pequeno (meio-metro) ‘Martim’ e Jakob disputaram apenas uma bateria cada, nos quatros-de-final Sub-18. Jakob ‘passou’ em 1º e ‘Martim’ foi 2º na sua bateria.

As meias-finais e final Sub-18 e toda a competição Open ficaram reservadas para domingo, dia de mar grande, com ondas de metro e meio a dois metros na série e vento ‘offshore’. Um dia de gala, que nem começou bem para Jakob Lilienweiss, derrotado em 3º na primeira ronda (oitavos-de-final) do Open, sem conseguir encontrar as melhores ondas.

Mar esteve grande na Costa de Caparica, no domingo, 2º dia da etapa (®BentoSantos)

Mar esteve grande na Costa de Caparica, no domingo, 2º dia da etapa (®BentoSantos)

‘Martim’ teve um domingo cansativo: disputou os ‘oitavos’ e os quartos-de-final Open, apurando-se sempre em 2º, com ondas na casa dos 5 e 6 pontos; ‘passou’ a meia-final Sub-18 e deu espetáculo na meia-final Open, ao fazer uma onda de 7,67 pontos, uma das melhores de todo o campeonato.

Jakob ‘passou’ a sua meia-final Sub-18 (‘Martim’ passou na outra) e chegou à final, em mar grande, com duas baterias disputadas ao longo do dia de domingo. ‘Martim’ chegou à final Sub-18 com quatro baterias realizadas e disputou as finais Sub-18 e Open de seguida, sem sair da água.

Jakob Lilienweiss, vencedor Sub-18 da última etapa do circuito ASCC Caparica Power (®ASCC)

Jakob Lilienweiss, vencedor Sub-18 da última etapa do circuito ASCC Caparica Power (®ASCC)

As ondas estavam grandes, mas pouco manobráveis, pelo que era essencial acertar uma boa primeira manobra, o que nem sempre foi possível e acabou por se traduzir em pontuações modestas nas duas finais mais importantes.

Na final Sub-18, ‘Martim’ Magalhães entrou forte, com uma onda na casa dos seis pontos e ficou a precisar de uma onda média… que nunca conseguiu fazer. Jakob jogou pelo seguro, pontuou um 4 alto e uma onda na casa dos 5 pontos (‘score’ 10,17) , garantindo a vitória. ‘Martim’ (‘score’ 7,67) arriscou tudo no crítico e caiu nas duas ondas onde procurou nota alta. Deixou escapar também o 2º lugar, para Tomás Ribeiro (8,34). Em 4º lugar na final Sub-18 ficou Diogo Mendes (5,76).

'Martim' Magalhães no pódio Open da última etapa do circuito ASCC Caparica Power (®ASCC)

‘Martim’ Magalhães no pódio Open da última etapa do circuito ASCC Caparica Power (®ASCC)

Na final Open, ‘Martim’ entrou mais discreto, com uma onda mediana, e arriscou tudo numa ‘bomboca de dois metrões’ quase no final da bateria. O surfista algarvio causou emoção na praia ao ‘arrancar’ na onda, acertou a primeira manobra, mas depois caiu na base da onda. ‘Martim’ concluiu a final Open em 3º (6.97), atrás do ex-tricampeão nacional João Antunes (9,40) e de João Cardoso (9,57). Em 4º lugar ficou o brasileiro John Junior (1,00).

Vídeo da Etapa by ASCC

Comentários