pub

Circuito Nacional de Longboard | 5ª Etapa

Domingo é Dia de Longboard em Faro

Farense Luís Esteves vai "tentar ganhar em casa". O ano passado - na imagem - foi semifinalista (®PauloMarcelino/Arquivo)
Farense Luís Esteves vai "tentar ganhar em casa". O ano passado - na imagem - foi semifinalista (®PauloMarcelino/Arquivo)
pub

Está confirmada para domingo, 4 de outubro, a realização da 5ª Etapa (penúltima) do Circuito Nacional de Longboard na Praia de Faro. O ‘check-in’ dos atletas está marcado para as 09h00, no WAX RestoBar, e a prova deverá ter início pelas dez horas da manhã, segundo informou o Clube de Surf de Faro.

O início da prova foi atrasado uma hora em relação ao que estava previsto. “O mar vai apresentar condições pequenas, mas deve subir durante a tarde”, explicou o presidente do Clube de Surf de Faro, Manuel Mestre, ‘Necas’, talvez o mais carismático ‘longboarder’ nacional e vencedor da etapa do nacional em Faro o ano passado. A prova do próximo domingo será realizada no melhor pico que a organização encontrar na zona Nascente da Praia de Faro.

Segundo a organização, a penúltima etapa do Circuito Nacional de Longboard tem já 22 atletas inscritos nas categorias Open e Sub-18. Em Faro vão estar, domingo, os melhores ‘longboarders’ de Portugal e o título nacional pode ficar decidido na Praia de Faro.

Flyer_Nacional Longboard_2015

O antigo campeão nacional Diogo Gonçalves, de Carcavelos, vai chegar a Faro na liderança do ‘ranking’ nacional, depois de ter vencido a etapa anterior, em Gaia. João Dantas, do Estoril/Cascais, faltou a essa etapa e desceu ao 2º lugar do ‘ranking’. Diogo Gonçalves pode garantir em Faro a conquista do título nacional: precisa vencer a prova e esperar que João Dantas não chegue ao 2º lugar na etapa.

O farense Luís Esteves, vice-campeão nacional em 2012, subiu ao 4º lugar no ‘ranking’ após o 2º lugar alcançado na etapa em Gaia. O atleta do Clube de Surf de Faro não está na luta direta pelo título nacional este ano, apesar de ter hipóteses matemáticas de lá chegar, mas vai querer fazer um brilharete em Faro. “Vou tentar ganhar em casa, apesar de as condições previstas serem difíceis”, disse Luís Esteves, ao Swell-Algarve.

“O Necas tentou adiar a prova, mas a federação não deixou”, revelou Luís Esteves, ao Swell-Algarve. As previsões apontam para mar pequeno, o que favorece o tipo de surf de Diogo Gonçalves. Durante a tarde espera-se que as ondas aumentem de tamanho, o que irá beneficiar o espetáculo e justifica o início marcado para as 10h00.

Comentários