pub

Circuito Nacional de Longboard 2015 | 4ª Etapa

Luís Esteves ‘Vice’ em Gaia

Algarvio Luís Esteves (de chapéu verde) discursa no pódio em Gaia, onde se relançou no Circuito Nacional de Longboard (®LufiSurf)
Algarvio Luís Esteves (de chapéu verde) discursa no pódio em Gaia, onde se relançou no Circuito Nacional de Longboard (®LufiSurf)
pub

Luís Esteves (Clube de Surf de Faro) sagrou-se vice-campeão da 4ª Etapa do Circuito Nacional de Longboard 2015, disputada ontem, sábado 19 de setembro, na Praia de Canide Norte, em Gaia. O surfista algarvio foi 2º classificado numa final “muito renhida”, surfou bem, fez pontuações altas e ganhou novo fôlego para as duas últimas provas do circuito.

“Foi um bom campeonato (etapa). Fiz os melhores ‘scores’, com ondas de 6 e 7 pontos; e houve boas ondas até à final”, comentou Luís Esteves, para o Swell-Algarve. A final Open, já com vento forte ‘onshore’, foi disputada em condições difíceis, com as ondas ‘a fechar’. “Foi uma final muito renhida entre mim e o Diogo. Perdi aí por umas 3 décimas”, disse Luís Esteves.

O vencedor da etapa foi Diogo Gonçalves, ex-campeão nacional, de Carcavelos, que assumiu o comando do ‘ranking’ nacional Open Longboard, beneficiando com a ausência do até aí líder João Dantas, que faltou à etapa nacional para disputar uma prova de qualificação mundial em França.

A escassa afluência de atletas a Gaia marcou a etapa pela negativa. Participaram 15 atletas na categoria Open e apenas 2 na final direta Sub-18, ganha por Kathleen Barrigão. A representação do Algarve também esteve diminuída, devido às ausências de Manuel Mestre e José Mestre, pai e filho, do Clube de Surf de Faro; e de Isaac Felizardo, jovem promessa do Iate Clube Marina de Portimão. Ausente esteve também o campeão nacional Bruno Grandela, lesionado.

Boas condições em Gaia, mas poucos atletas na etapa (®PedroFerreira/AtlanticSurfFest)

Boas condições em Gaia, mas poucos atletas na etapa (®PedroFerreira/AtlanticSurfFest)

Com as ausências de João Dantas (até aí 1º no ‘ranking’) e de Sebastião Maia (4º no ‘ranking’ após 3 etapas) e com o 2º lugar obtido na etapa em Gaia – melhor que o 3º lugar de Eduardo Ribeiro (3º no ‘ranking’ após 3 etapas) – Luís Esteves deverá melhorar o seu 5º lugar no ‘ranking’. “Acho que vou para 3º, ou 4º”, comentou o surfista algarvio.

As duas últimas etapas do Nacional de Longboard – sendo a próxima em Faro, dia 4 de Outubro – ganharam mais emoção. Os atletas no topo do ‘ranking’ estão agora mais próximos entre si. Luís Esteves comentava, antes da etapa, que precisava de vencer para voltar a entrar na luta pelo título. Não venceu, mas ficou em 2º, com menos 140 pontos que em caso de vitória. A diferença pode ser decisiva nas contas finais mas, para já, relança o surfista algarvio no circuito nacional, à procura do título que lhe escapou por pouco em 2012.

Luís Esteves já tem maus resultados para anular nos dois descartes possíveis e está sem qualquer margem para erro até ao fim do circuito. Só lhe interessam bons resultados, principalmente vitórias, nas duas últimas etapas do nacional deste ano. O calendário é-lhe favorável e inspira-lhe alguma confiança. “A próxima etapa é em Faro e vou estar a jogar em casa. Depois é São Pedro do Estoril, uma onda boa e onde costumo dar-me bem. Vamos ver…”, comentou Luís Esteves.

Finais 4ª Etapa CNLongboard 2015 – Gaia

Open

1. Diogo Gonçalves (CRCQL)

2. Luís Esteves (CSF)

3. Eduardo Ribeiro (NSSC)

4. João Gama (SCP)

Sub-18 (final direta com 2 atletas)

1. Kathleen Barrigão (CRCQL)

2. João Gama (SCP)

 

 

Comentários