pub

Formula Windsurfing | Campeonato do Mundo em Lagos, Algarve

Miguel Martinho no Pódio Mundial Masters

Miguel Martinho terminou a três pontos dos líderes em Lagos (®CarlosAlmeida/AFWP)

Miguel Martinho (Clube Naval de Portimão) conquistou o 3º lugar do Pódio Masters no Campeonato do Mundo de Formula Windsurfing Juventude e Masters 2018, disputado em Lagos, Algarve, nos dias 24 a 28 de abril. O velejador algarvio concluiu a prova a três pontos do segundo e primeiro classificados, que terminaram em igualdade pontual. O polaco Hubert Mokrzycki é o novo Campeão do Mundo Masters.

O Campeonato do Mundo foi organizado pelo Clube de Vela de Lagos, em conjunto com a Associação Formula Windsurfing Portugal e teve um total de 58 velejadores inscritos, incluindo 47 masters de todo o Mundo. O número de participantes formou uma frota Masters maior que a do mundial do ano passado, em Itália. O evento em Lagos ficou marcado por condições de vento adversas, que permitiram apenas dois dias de ação na água, com total de sete (7) regatas realizadas: duas no segundo dia (25 abril) e cinco no penúltimo dia (27 abril).

Miguel Martinho, 19 vezes campeão nacional e Top 10 mundial absoluto de Formula Windsurfing, apresentou-se em Lagos para lutar pelo título mundial Masters. O velejador algarvio foi vice-campeão mundial Masters nos dois últimos anos (ver notícia) e sempre em duelo apertado com o letão Janis Preiss, que chegou a Lagos como bicampeão do mundo em título. Desta vez, o duelo não se repetiu.

Duelo entre o vice-campeão Janis Preiss, à esquerda, e o novo campeão Hubert Mokrzycki dominou o evento. Miguel Martinho, à direita, foi o 3º melhor na frota (®CarlosAlmeida/AFWP)

Janis Preiss e Miguel Martinho foram surpreendidos por Hubert Mokrzycki. O protagonismo em Lagos foi preenchido pelo duelo entre o polaco e o letão, numa performance de tal forma renhida que obrigou à terceira regra de desempate. O pior descarte não funcionou; ambos descartaram dois 3ºs em regatas. O maior número de vitórias em regatas também não funcionou; ambos venceram 3. O desempate foi decidido na última regata do campeonato, ganha por Mokrzycki, com Preiss em 2º.

Miguel Martinho andou sempre na esteira dos líderes. No penúltimo dia dispôs de cinco regatas para atacar o prejuízo, mas não foi feliz. O algarvio não terminou uma das regatas, por ter partido o gancho do trapézio. Venceu a regata seguinte (a única vitória no campeonato), mas não foi suficiente para encurtar a distância para os líderes. Miguel Martinho precisava das cinco regatas do último dia, mas o vento não permitiu mais competição.

Algarvio Vasco Chaveca foi o segundo melhor português, 8º na geral (®CarlosAlmeida/AFWP)

Hubert Mokrzycki sagrou-se Campeão do Mundo Masters e o espanhol Fernando Lamadrid conquistou o título Campeão do Mundo Juventude, ao terminar em 7º na geral.

Vasco Chaveca (Clube Naval de Portimão), presidente da Associação Formula Windsurfing Portugal, foi o segundo melhor português na frota, 8º na geral. Margarida Gil Morais (Clube Internacional da Marina de Vilamoura) terminou em 43º e foi a melhor Feminino, mas esse era um título que não estava em jogo.

Algarvia Margarida Gil Morais foi a melhor na divisão Feminino, sem título em disputa (®CarlosAlmeida/AFWP)

Comentários