pub

Campeonato do Mundo Júnior de Surf

Bonvalot nas Ondas com as Melhores do Mundo

36 rapazes e 18 raparigas estão em Kiama na luta pelos títulos mundiais juniores de surf feminino e masculino. Portugal está representado por Teresa Bonvalot, de Cascais (®MattDunbar/WSL)
pub

Os melhores surfistas juniores do planeta estão concentrados em Bombo Beach, Kiama, New South Wales, Austrália, para o 2017 Jeep World Junior Championship, Campeonato do Mundo Júnior de Surf, que decorre entre os dias 4 e 12 de janeiro. A surfista de Cascais Teresa Bonvalot é a única representante de Portugal e está em prova como Campeã Europeia Júnior.

Depois de uma longa temporada de campeonatos de qualificação em todo o globo, 36 rapazes e 18 raparigas (todos Sub-18) vão bater-se pelos títulos de Campeões do Mundo, masculino e feminino. O evento tem uma janela de espera de 9 dias, o que dá aos organizadores um bom período de escolha pelas melhores condições.

De regresso a Kiama está a atual Campeã do Mundo Junior WSL, Macy Callaghan, da Austrália. Callaghan conquistou o Título Mundial de 2016 no início de uma temporada desportiva brilhante, em que falhou por pouco a qualificação para a elite do Championship Tour. A jovem prodígio de 17 anos de idade vai querer repetir o sucesso do ano passado em Kiama.

“Mal posso esperar pelo começo do evento este ano”, disse Callaghan. “O ano passado tive uma prestação de sonho e isso motivou-me para atacar o Qualifying Series. Espero que as ondas cooperem e eu consiga outro bom resultado este ano”.

A estrela havaiana Cody Young esteve à beira da final em Kiama o ano passado, tendo sido eliminado nas meias-finais pelo depois Campeão do Mundo Ethan Ewing. Young ficou satisfeito com o 3º lugar alcançado, mas tem os olhos postos na vitória este ano.

“Sinto que já conheço esta onda e a área depois de aqui ter competido o ano passado”, disse Young. “O meu objetivo o ano passado era um bom resultado, mas este ano é ganhar; portanto, não vou ficar satisfeito abaixo dessa fasquia. Competir o ano passado contra Ethan Ewing, que estava no Championship Tour e também contra Griffin (Colapinto), que se qualificou para 2018 deu-me mais confiança”.

Depois de vencer o circuito de Qualificação Júnior Austrália / Oceania em 2017, Reef Heazlewood, da Austrália, chega ao Campeonato do Mundo Júnior como favorito. Terminar nos quartos-de-final o ano passado foi um bom resultado para o estiloso ‘goofy-footer’, mas ele vai querer mais este ano.

“Passei muito tempo na região de Kiama para participar em campeonatos nos últimos ano, portanto, devo dizer que me sinto razoavelmente confortável aqui”, diz Heazlewood. “Terminar em 5º lugar neste evento o ano passado foi uma sensação épica e espero trazer isso e também a experiência em campeonatos Pro Júnior para o evento este ano. Tenho treinado muito aqui e isso ajudou-me muito a preparar este mundial”.

A vencedora do JQS Europeu Feminino em 2017, Teresa Bonvalot, de Portugal também fez 5º lugar em Kiama o ano passado. Depois de algumas grandes prestações em eventos Qualifying Series durante a época, Bonvalot vai apontar à vitória na sua última participação num Mundial Júnior.

“Começar o ano neste evento é sempre uma boa sensação”, disse Bonvalot. “Adoro representar Portugal nesta competição; sinto que tenho o País comigo enquanto compito, uma vez que sou a única surfista portuguesa no evento. É uma sensação muito especial”.

Pode acompanhar o Campeonato do Mundo Júnior de Surf na Internet, na página oficial da World Surf League – www.worldsurfleague.com – e também na aplicação WSL App .

ATUALIZAÇÃO | DIA 10 JANEIRO

Teresa Bonvalot concluiu o Mundial Júnior em 9º lugar Feminino. A Portuguesa foi eliminada na Ronda 3; perdeu para Vahine Ferro (1º) e Taina Hinckel (2º). As mesmas duas surfistas voltaram a defrontar-se em duelo nas meias-finais, com vantagem para a primeira. Vahine Ferro, da Polinésia Francesa, acabou por vencer a final e sagrar-se Campeã do Mundo Júnior Feminino. Na divisão masculina, o título foi conquistado por Finn McGill, do Hawaii, que bateu na final o japonês Joh Azuchi.

—-

ATUALIZAÇÃO | DIA 5 JANEIRO

Teresa Bonvalot entrou bem no Campeonato do Mundo. A portuguesa venceu a sua bateria na Ronda 1 e saltou diretamente para a Ronda 3 Feminina. Na ronda inaugural, Teresa Bonvalot somou 11,20 pontos (5,03+6,17) em 20 pontos possíveis, impondo-se à australiana Alyssa Lock (11,10 pontos) e à sul-africana Sophie Bell (4,27 pontos).

A surfista portuguesa não competiu no segundo dia de prova, durante o qual foi realizada a Ronda 2. Na noite de 5 de janeiro (hora portuguesa) deveria ter começado o terceiro dia de competição, mas a organização decretou dia de descanso em Bombo Beach, por falta de ondulação.

Na Ronda 3, Teresa Bonvalot vai competir contra Vahine Fierro (Polinésia Francesa) e Taina Hinckel (Brasil). Será a primeira bateria da ronda.

Fonte: Nota de Imprensa da World Surf League

Comentários