pub

Iniciativa ImagineNative e Monte Velho Eco Retreats

Surf Solidário com Lar de Jovens em Lagos

Vera e Henrique Balsemão mobilizaram a comunidade surfista em torno da causa social. O atleta Big Wave Tour WSL João de Macedo respondeu ao 'call' (®PauloMarcelino)
Vera e Henrique Balsemão mobilizaram a comunidade surfista em torno da causa social. O atleta Big Wave Tour WSL João de Macedo respondeu ao 'call' (®PauloMarcelino)
pub

Surfistas, fotógrafos e amigos deram as mãos, trabalho e calor humano a uma iniciativa solidária a favor da Casa de Acolhimento Nossa Senhora do Carmo (CASLAS), em Lagos. A iniciativa do projeto ImagineNATIVE e Monte Velho Eco Retreats permitiu angariar um milhar de euros, num leilão de fotografias, para a compra de um piano e proporcionou dois dias de muita atividade a jovens institucionalizados.

A iniciativa decorreu nos dias 1 e 2 de dezembro. Na sexta-feira, feriado 1 de dezembro, seis raparigas do CASLAS foram presentadas com aula de surf na Praia do Amado, em parceria com Amado Surf School e com ‘professores’ de luxo na água, nomeadamente Henrique Viana, Concha Balsemão, Alex Botelho, João de Macedo e Henrique Balsemão.

Raparigas do CASLAS tiveram uma aula de surf no Amado com instrutores de luxo (®JoaoCabritaSilva)

Raparigas do CASLAS tiveram uma aula de surf no Amado com instrutores de luxo (®JoaoCabritaSilva)

Após a aula matinal no Amado, todos participaram numa ação de limpeza do areal.

No período da tarde, o evento mudou-se para o Monte Velho Eco Retreats, também na Carrapateira, onde estavam expostas as fotografias para leilão e foi realizada a ante-estreia do primeiro filme de Concha Balsemão, ‘The First Light’, filmado e editado pelo algarvio João Cabrita Silva.

Surfista Concha Balsemão, anfitriã, participou ativamente na aula de surf e apresentou o seu primeiro video (®JoaoCabritaSilva)

Surfista Concha Balsemão, anfitriã, participou ativamente na aula de surf e apresentou o seu primeiro video (®JoaoCabritaSilva)

Durante essa sessão, os ‘big riders’ João de Macedo e Alex Botelho partilharam experiências com a assistência (ver notícia) e a campeã do mundo de bodyboard feminino Joana Schenker deixou uma mensagem sobre a melhor forma de estar no surf: “O importante é divertimo-nos”, disse a atleta de Sagres.

Depois foi realizado o leilão de fotografias de surf, doadas para o efeito por Francisco Pinheiro, Gian Luca Schneider, Gabriel Rosa, João Bracourt, João Cabrita Silva, Marco Perini e Astrid. Graças à generosidade de muitos amigos, o leilão de fotografias permitiu angariar um milhar de euros. Era esse o orçamento para a compra de um piano para o CASLAS, necessário para que os jovens do lar produzam um teatro musical.

Algarvia campeã do mundo de bodyboard feminino, Joana Schenker, juntou-se à iniciativa (®PauloMarcelino)

Algarvia campeã do mundo de bodyboard feminino, Joana Schenker, juntou-se à iniciativa (®PauloMarcelino)

“Foi muito mais que ganhar um piano. Isto faz despertar o ser humano e gera impulsos que criam outros impulsos”, comentou Vera Balsemão, mentora do projeto ImagineNATIVE, que tem vindo a desenvolver no CASLAS em regime de voluntariado. A mãe da surfista Concha Balsemão defende que “a arte é o alimento da alma” e tem um objetivo: “Espero conseguir transformar o lar num centro terapêutico”.

No sábado, 2 de dezembro, a “celebração entre amigos”, como lhe chamou Henrique Balsemão, timoneiro do Monte Velho Eco Retreats, voltou ao ‘monte’, para uma tarde de festa e percussão conduzida pelo músico Beto Kalulu. Nesse dia, alguns rapazes do CASLAS participaram na sessão e foram convidados a expressar-se pela música.

Músico algarvio Beto Kalulu conduziu uma tarde de percussão e festa (®JoaoCabritaSilva)

Músico algarvio Beto Kalulu conduziu uma tarde de percussão e festa (®JoaoCabritaSilva)

ImagineNATIVE e Monte Velho Eco Retreats desafiaram e os surfistas uniram-se neste grande abraço de solidariedade a favor do CASLAS. Foram dias mágicos para os jovens do lar.

A Jessica cozinhou para os presentes um prato que a sua avó costumava cozinhar. O João Santos descobriu uma guitarra e quer aprender a tocar porque se lembra que o seu pai tocava instrumentos. A Daniela encantou com a sua linda voz, apesar de nunca ter estudado música. E o Filipe recebeu a sua primeira massagem, que o relaxou do passado pesado que carrega há 16 anos.

Energia muito boa no Monte Velho (®JoaoCabritaSilva)

Energia muito boa no Monte Velho (®JoaoCabritaSilva)

Comentários