pub

Big Wave Tour WSL | Pe'ahi Challenge

Alex Botelho Regressou a Jaws

Algarvio Alex Botelho numa das 'bombas' surfadas em Jaws há poucos dias (®MarcusChambers)
Algarvio Alex Botelho numa das 'bombas' surfadas em Jaws há poucos dias (®MarcusChambers)
pub

O surfista algarvio Alex Botelho esteve no Hawaii, na Ilha de Maui, como ‘alternate’ no Pe’ahi Challenge, evento do circuito mundial de ondas grandes Big Wave Tour, da World Surf League. O atleta de Lagos tem o estatuto de ter sido o primeiro português a surfar a mítica onda Jaws. Desta vez não entrou em competição, mas fez o gosto à prancha. João de Macedo, da Praia Grande, está este ano no BWT e tornou-se no primeiro português a competir em Jaws.

Alex Botelho, atleta do Algarve Surf Clube, está cada vez mais dentro da cena mundial e do circuito mundial de ondas grandes. O surfista algarvio tem sido um dos protagonistas principais no EDP Mar Sem Fim, projeto pioneiro em Portugal dedicado às ondas grandes. Em janeiro de 2016 recebeu uma bolsa desse projeto e esteve um mês em Maui, tornando-se no primeiro português a surfar Jaws (Pe’ahi), depois de também ter sido aceite no grupo Red Chargers, de Garrett McNamara, na Nazaré.

O surfista algarvio continua a lutar por um lugar no Big Wave Tour. Em setembro de 2016 chegou a estar pré-selecionado para o Titans of Mavericks’. Em dezembro de 2016, Alex Botelho competiu pela primeira vez num evento do circuito mundial de ondas grandes, o Nazaré Challenge, em ano de estreia do evento no circuito.

Em julho deste ano, Alex Botelho esteve no México também como ‘alternate’ no Puerto Escondido Challenge, primeiro evento do Big Wave Tour 2017. O surfista algarvio entrou mesmo em prova, substituindo um atleta lesionado; e chegou à final (5º lugar). O convite para Jaws foi a consequência natural dos créditos cada vez maiores do algarvio na cena mundial de ondas grandes.

Alex Botelho viajou para Maui na semana passada. O Pe’ahi Challenge decorreu, praticamente, durante o passado fim-de-semana. O surfista algarvio não chegou a entrar em prova, mas conseguiu realizar três sessões de ‘free surf’ em Jaws ‘a bombar’. E só por isso valeu a pena!

João de Macedo está este ano integrado no Big Wave Tour. O surfista da Praia Grande está convocado para todas as provas do circuito mundial de ondas grandes da World Surf League e também esteve em Maui, para o Pe’ahi Challenge. É agora, oficialmente, o primeiro português a ter competido em Jaws.

João de Macedo perdeu na Ronda 1, em 4º na sua bateria. “Foi uma honra competir em Jaws, ainda por cima sendo o primeiro português a fazê-lo. Foi uma experiência incrível e que me acrescenta muito enquanto competidor e surfista de ondas grandes”, comentou João de Macedo.

Os dois surfistas estão de regresso a Portugal e concentrados no Nazaré Challenge, próxima etapa do Big Wave Tour que pode decorrer até 31 de dezembro. João de Macedo está automaticamente convocado, Alex Botelho é ainda uma incógnita. O surfista algarvio, apesar de não ter competido em Pe’ahi, ocupa atualmente o 9º lugar no ‘ranking’ do circuito mundial de ondas grandes da WSL.

 

Comentários