pub

Finalista Surf Open na Figueira da Foz

Canelas Sobe ao Pódio na Taça de Portugal

Francisco Canelas, à direita, no Pódio Surf Open na Taça de Portugal de Surfing 2017 (®ABFM)
Francisco Canelas, à direita, no Pódio Surf Open na Taça de Portugal de Surfing 2017 (®ABFM)
pub

O surfista e treinador algarvio Francisco Canelas foi finalista, 4º classificado Surf Open na Taça de Portugal de Surfing 2017, na Figueira da Foz. O momento marcou o regresso aos pódios do antigo campeão nacional Sub-16 e figura carismática do surf algarvio. “Foi bom para dar o exemplo aos miúdos”, disse o presidente do Portimão Surf Clube, que conquistou o 11º lugar na geral por equipas, o melhor resultado algarvio na Praia da Cova Gala.

O último pódio já estava para lá do horizonte de memória. “Não me lembro do último pódio”, confessou Francisco Canelas, ao Swell-Algarve. O talentoso surfista portimonense tem estado mais afastado da competição desde que, em 2014, fundou o Portimão Surf Clube, associação a que preside desde então e na qual tem emprestado o seu talento à formação e treino de novos surfistas. O regresso ao pódio foi motivador. “Dá que pensar. Dá-me vontade de treinar e competir mais”, admitiu o surfista.

Francisco Canelas liderou a comitiva de jovens atletas do Portimão Surf Clube na Taça e conseguiu encontrar energia e concentração extras para atravessar um difícil quadro de competição na categoria Surf Open, no qual deixou para trás duas jovens estrelas algarvias, Francisco Duarte e Frederico ‘Martim’ Magalhães, do Clube Naval de Portimão. “Foi difícil ganhar ao Xico e ao Martim”, comentou Canelas, que na primeira ronda havia perdido para o mesmo Martim.

Na final Surf Open, Francisco Canelas não se encontrou com o mar. “Remei, remei, remei e só apanhei duas ondas. Posicionei-me mal. Não me adaptei à mudança do mar”, comentou o surfista, ao Swell-Algarve. A final foi ganha por Henrique ‘Neco’ Pyrrait (Ericeira Surf Clube), com Pedro Coelho (Clube Recreativo e Cultural Quinta dos Lombos) em 2º e Guilherme Fonseca (Península de Peniche Surfing Clube) em 3º.

Equipa do Clube Recreativo e Cultural Quinta dos Lombos vencedora da Taça de Portugal (®ABFM)

Equipa do Clube Recreativo e Cultural Quinta dos Lombos vencedora da Taça de Portugal (®ABFM)

O Clube Recreativo e Cultural Quinta dos Lombos venceu a Taça de Portugal de Surfing 2017, com 40 pontos de vantagem sobre o Ericeira Surf Clube, 2º classificado. O Portimão Surf Clube foi a melhor equipa algarvia na Taça. Foi 11ª na geral, equivalente a 6ª só em pontos Surf e a melhor das quatro equipas que não competiram – e não ganharam pontos – nas (seis) categorias de Bodyboard.

No lote de equipas que não competiram em Bodyboard, apenas em Surf estão mais dois clubes algarvios: Clube Naval de Portimão (15º na geral) e Albufeira Surf Clube (17º, último), sendo que este último participou apenas com dois atletas.

A equipa de jovens do Portimão Surf Clube integrou dois campeões regionais do Sul, Michael Conlan (Sub-16) e Bruno Gregório (Sub-18). O primeiro fez 5º lugar na categoria Surf Cadetes e o segundo foi 7º em Surf Junior.

A Taça de Portugal de Surfing foi organizada, pelo segundo ano consecutivo, pela ABFM – Associação de Bodyboard da Foz do Mondego e Federação Portuguesa de Surf, confirmando a Figueira da Foz como um ‘prime spot’ do surf competitivo nacional.

Isaac Felizardo Finalista Longboard

Isaac Felizardo foi finalista 4º classificado na categoria Longboard Open em representação do Clube Naval de Portimão. O bicampeão regional de longboard do Sul era atleta do Iate Clube Marina de Portimão, mas foi à Figueira da Foz fazer o melhor resultado do CNPTM na Taça.

Na equipa do Clube Naval de Portimão destacavam-se dois talentos com provas dadas e muito talento nas ondas: Francisco Duarte e Frederico ‘Martim’ Magalhães. Os dois competiram na categoria Surf Open e concluíram a Taça, respetivamente, em 7º e 5º.

A comitiva do Naval de Portimão integrava mais dois campeões regionais do Sul, Henrique ‘Piki’ Gomes (Sub-12) e Bruno Marçal (Sub-14), protagonistas de bons resultados em luta contra surfistas mais velhos. ‘Piki’ fez 7º lugar em Surf Cadetes e Bruno Marçal foi 10º em Surf Junior.

O Albufeira Surf Clube esteve presente apenas com dois atletas, que este ano competiram em Sub-12 no Circuito Regional do Sul. Julien Seyffert e Martim Brandão chegaram aos quartos-de-final Surf Juvenil na Taça de Portugal. Martim terminou em 9º e Seyffert em 11º.

Comentários