pub

Pesca Submarina | Duplas

Matthias Sandeck, um Algarvio Campeão Nacional

Matthias Sandeck, 29 anos de idade, atleta profissional de pesca submarina, de Lagos, Algarve (®Atlantico_Revista)
Matthias Sandeck, 29 anos de idade, atleta profissional de pesca submarina, de Lagos, Algarve (®Atlantico_Revista)
pub

Matthias Sandeck tem 29 anos de idade e acaba de se sagrar Campeão Nacional de Duplas em Pesca Submarina, pela segunda vez em três anos. O atleta tem dupla nacionalidade, Alemã e Portuguesa, e reside no concelho de Lagos, Algarve, desde os 5 meses de idade. Está na competição há cinco anos e procura a constante evolução, tendo viajado ontem com destino a Atenas, Grécia, para frequentar um curso de instrutor de pesca submarina e apneia.

Em 2016, Matthias Sandeck foi vice-campeão nacional individual de pesca submarina em Portugal. Este ano, o algarvio fez uma pausa no Curso de Biologia Marinha (faltam-lhe apenas cinco disciplinas), para se dedicar inteiramente à pesca submarina. A formação que irá receber esta semana na Grécia é já um fruto dessa disponibilidade e também uma oportunidade facilitada pelo patrocinador do atleta, a Xt Diving Pro. O atleta já fez quatro minutos de apneia sentado num sofá, mas confessa que nunca testou os seus limites submerso.

Há duas semanas, Matthias Sandeck venceu o Campeonato Nacional de Pesca Submarina – Duplas 2017, em Sesimbra. O algarvio formou dupla com André Domingues, que no ano anterior também venceu o campeonato, então formando dupla com outro algarvio, o tricampeão nacional Jody Lot.

“O campeonato correu bem. A água estava um bocado suja e de início penamos um bocadinho, mas conseguimos encontrar as opções certas”, comentou Matthias Sandeck. O algarvio capturou um safio e um sarrajão. Diz que essas duas capturas “fizeram diferença”, mas sublinha de imediato os méritos do seu companheiro de dupla: “Ganhamos por causa dos dois”.

Matthias Sandeck e André Domingues, com as capturas da vitória no Campeonato Nacional Duplas 2017 (®HondaMarine_GrowPortugal)

Matthias Sandeck e André Domingues, com as capturas da vitória no Campeonato Nacional Duplas 2017 (®HondaMarine_GrowPortugal)

Mathias Sandeck, André Domingues, Jody Lot e também Humberto Silva, residente há dois anos em Portimão, são atletas da nova equipa Honda Marine_Grow Portugal e que o ano passado estavam na equipa do Estoril Praia, então patrocinada pela Honda Marine. Matthias e André são Campeões Nacionais de Duplas. Jody e Humberto são Vice-Campeões Nacionais de Duplas. A Honda Marine-G venceu o campeonato por equipas.

Matthias Sandeck diz que o apoio da Honda Marine é essencial para o sucesso dos atletas. O algarvio lamenta que haja cada vez menos atletas em competições, apesar de haver mais praticantes de pesca submarina em Portugal. “Já não há dinheiro”, explica o atleta.

O sucesso em competição depende em grande medida da prospeção aos locais feita durante pelo menos uma semana antes das provas.  A estratégia de marcação é dispendiosa e está ao alcance de poucos. “A Honda Marine tem-nos ajudado bastante. Bastante, mesmo. Nunca houve nada assim em Portugal”, garante o atleta de Lagos.

A maior captura realizada por Matthias Sandeck foi capa de revista (®DR)

A maior captura realizada por Matthias Sandeck foi capa de revista (®DR)

Matthias Sandeck é atleta de pesca submarina desde 2007, mas é um apaixonado pela modalidade desde sempre. “Isto vem de pequenino. Sempre gostei de tudo relacionado com o mar e andava atrás dos peixes nas poças das rochas. O meu padrasto trouxe-me uma arma velha da Holanda, para ir brincando. Em 2007 decidi experimentar a sério. Gostei e nunca mais parei”, recordou o algarvio.

Matthias Sandeck venceu um Campeonato Regional do Sul em 2011 (quando havia regional sul; agora só há regional do Continente, dos Açores e da Madeira) e a primeira edição do Open Masters International Spearfishing em Peniche, em 2013, um título que guarda na memória com muito carinho. Foram os primeiros sinais de um palmarés que continua a crescer (ver abaixo).

O atleta vai ao mar sempre que pode e diz que a sua zona de pesca favorita é Sagres, apesar de também gostar bastante da Costa Sul algarvia. A sua técnica preferida é a emboscada (‘agachon’) e a maior captura foi uma corvina com 47 quilos, arpoada a 21 metros de profundidade, na Costa Sul Algarvia, há dois anos. “Deu luta. Era do meu tamanho”, recorda Matthias Sandeck.

Palmarés

2009 | 1° no Troféu de Lagos

2011 | 1° no Regional Sul e 2° no Regional Centro

2013 | 1° no Atlantic Masters em Peniche

2015 | 1° no Nacional de Triplas com Pedro Domingues e Rui Torres — 3° por equipas no Europeu de Cadiz — 1° no Nacional de Duplas com Pedro Domingues

2016 | 2° no Nacional de Duplas com Humberto Silva — 1° no Nacional de Triplas com André Domingues e Jody Lot — 2° no Nacional Individual — Primeira participação num Mundial como atleta

2017 | 1° no Nacional de Duplas com André Domingues

Comentários