pub

Algarvio vai participar no Europeu de RS:X

Miguel Martinho Faz Primeiro Teste Olímpico

Frederico Rodrigues, à esquerda, e Miguel Martinho em Portimão, de partida para o Europeu de RS:X em Marselha (®PauloMarcelino)
Frederico Rodrigues, à esquerda, e Miguel Martinho em Portimão, de partida para o Europeu de RS:X em Marselha (®PauloMarcelino)
pub

O velejador algarvio Miguel Martinho começou a longa marcha olímpica rumo a Tóquio 2020, ao ser convocado para a Seleção de Portugal ao Campeonato Europeu de RS:X. O multicampeão nacional de Formula windsurfing viajou esta quarta-feira, 3 de maio, de Portimão com destino a Marselha, onde vai decorrer o europeu da classe olímpica de windsurf, na próxima semana, entre os dias 6 e 13.

O Campeonato Europeu de RS:X em Marselha vai ser o primeiro teste desportivo no programa olímpico da Federação Portuguesa de Vela, para a modalidade olímpica de windsurf. Portugal vai estar representado no evento por dois atletas: Miguel Martinho, 41 anos e Frederico Rodrigues, 20 anos.

O programa olímpico português de RS:X integra ainda a algarvia Margarida Gil Morais (ver notícia). A Federação Portuguesa de Vela já deu início ao novo ciclo olímpico e na Classe RS:X procura sucessores para o madeirense João Rodrigues, recordista nacional em participações olímpicas, com sete participações em Jogos, precisamente, na classe olímpica de windsurf.

Miguel Martinho é o melhor atleta português de Formula Windsurfing e representa o Clube Naval de Portimão. O algarvio tem 18 títulos nacionais conquistados desde 1997 e é Campeão Europeu Masters, Vice-Campeão Mundial Masters e Top 4 Mundial Absoluto. “Fiz um percurso na Formula o ano passado cheio de sucesso. Este ano vou tentar repetir, mas com a atenuante de participar também na classe olímpica”, comentou Miguel Martinho.

“Estou contente por estar neste papel com a Federação. A Classe RS:X é mais física que a Formula. O meu peso (82kg) é equilibrado para a minha performance em Formula mas está acima do ideal (75kg) para a RS:X. E a minha oxigenação agora não é igual à de um puto de 20 anos. Espero que a experiência em tática ajude”, comentou Miguel Martinho, ao Swell-Algarve, momentos antes da partida.

Formula e RS:X são modalidades distintas de windsurf. O equipamento é diferente. A prancha olímpica é mais pesada e os atletas só podem usar velas de tamanho único (9,5), independentemente das condições de vento.

Miguel Martinho já conhece o equipamento RS:X: participou num Europeu e num Mundial da classe há cerca de uma década e foi vice-campeão nacional em 2015, num campeonato realizado em Portimão… em que competiu com equipamento emprestado. O programa de treinos do algarvio está concentrado na Formula, pelo que agora tem de fazer uma adaptação à RS:X.

Nas últimas duas semanas, Miguel Martinho tem treinado exclusivamente com equipamento RS:X. Já percebeu que anda bem com vento forte e de popa e pior à bolina ou com vento fraco. As diferenças de equipamento entre as duas modalidades e a especificidade física da RS:X impõem um processo de habituação mais longo. “Faltam três anos para a qualificação olímpica; ainda há muito trabalho para fazer”, sublinha Miguel Martinho.

Frederico Rodrigues (POR 7), o companheiro de Miguel Martinho (POR 1) na Seleção de Portugal ao Europeu em Marselha, já anda em RS:X há quatro anos, tem 20 anos de idade e ainda sente “dificuldade em encontrar a velocidade certa”.

O madeirense também diz que “com pouco vento é mais difícil” e refere que a presença portuguesa no europeu vai ser um teste. “Este primeiro campeonato vai ser importante para perceber o ponto de situação e o que podemos fazer”, disse Frederico Rodrigues, ao Swell-Algarve.

Miguel Martinho tem a mesma opinião. “Vai ser uma prova de teste e presença”, comentou o algarvio. Mas sendo competidor nato, Miguel Martinho estabelece um objetivo: “Vou lá com a ambição de ficar no grupo de ouro”, isto é, entre os 60 primeiros.

O Europeu de RS:X tem um total de 270 atletas inscritos (masculinos e femininos). Os nomes do campeão olímpico e vice-campeão do mundo, Dorian Van Rysselberghe (Holanda) e do campeão do mundo, Piotr Myszka (Polónia) não constam na lista de inscritos. Mas vai estar presente o francês Louis Giard, vencedor das duas etapas da Taça do Mundo já realizadas este ano.

Miguel Martinho e Frederico Rodrigues viajaram hoje de Portimão, numa carrinha da Federação Portuguesa de Vela, que cobre todos os custos dos atletas, incluindo equipamento novo que vai ficar disposição deles após a prova. Os dois portugueses deverão chegar amanhã, quinta-feira 4 de maio, a Marselha.

Comentários