pub

Campeonato Nacional de Surf Esperanças 2016 | Finalíssima Feminino

Concha Balsemão Faz 5º Lugar Nacional Feminino

Concha Balsemão fez 5º lugar Sub-18 e 7º lugar Sub-16 na Finalíssima Nacional Feminino. Resultados abrem mais vagas para o Sul no próximo ano (®PauloMarcelino/arquivo)
Concha Balsemão fez 5º lugar Sub-18 e 7º lugar Sub-16 na Finalíssima Nacional Feminino. Resultados abrem mais vagas para o Sul no próximo ano (®PauloMarcelino/arquivo)
pub

Concha Balsemão (Portimão Surf Clube) fez 5º lugar Sub-18 Feminino no Campeonato Nacional de Surf Esperanças 2016. A surfista algarvia teve uma excelente prestação na Finalíssima Feminino, que decorreu este fim-de-semana, 5 e 6 de novembro, na Praia do Dragão Vermelho, Costa de Caparica, conseguindo ainda o 7º lugar nacional em Sub-16 Feminino. Os resultados de Concha Balsemão abriram mais vagas para o Sul no Nacional Esperanças do próximo ano. Mafalda Lopes (Sub-18F) e Francisca Veselko (Sub-16F) sagraram-se Campeãs Nacionais.

O Algarve esteve representado no Dragão Vermelho por Concha Balsemão e Joana Carvalho (Clube Naval de Portimão / Surf Lisbon Formação), qualificadas pelo Circuito Regional de Surf do Sul. A campeã regional Sub-18 Feminino do Sul, Yolanda Hopkins, não participou na finalíssima nacional. O seu lugar na prova Sub-18F foi preenchido por Joana Carvalho, que estava inscrita apenas na categoria Sub-16 Feminino.

Joana Carvalho qualificou-se pelo circuito regional do sul, no qual venceu a etapa em Portimão, na imagem (®PauloMarcelino/arquivo)

Joana Carvalho qualificou-se pelo circuito regional do sul, no qual venceu a etapa em Portimão, na imagem (®PauloMarcelino/arquivo)

Joana Carvalho é vice-campeã regional Sub-16 Feminino e 4ª melhor Sub-18 Feminino do Sul. A atleta tem raízes algarvias, mas reside na Grande Lisboa e treina-se com a Surf Lisbon Formação. Foi a sua primeira finalíssima nacional e encerrou o seu primeiro ano de competição.

Joana Carvalho fez um percurso idêntico nas duas categorias, na finalíssima nacional: perdeu em 3º na ronda de repescagem (ronda 2). A atleta não tinha objetivos de resultados; tinha objetivos de desempenho e esses serão aqueles que importarão aferir com o seu treinador, após um campeonato que foi de aprendizagem e evolução.

Concha Balsemão há um ano, em São Torpes, onde venceu uma prova local (®PauloMarcelino/arquivo)

Concha Balsemão há um ano, em São Torpes, onde venceu uma prova local (®PauloMarcelino/arquivo)

Concha Balsemão, campeã regional Sub-16 Feminino e vice-campeã regional Sub-18 Feminino do Sul preparou-se de forma intensa para a finalíssima nacional, incluindo um estágio de uma semana na Ericeira, com o treinador José Maria Pyrrait. A preparação deu frutos e a surfista algarvia mostrou bom surf no Dragão Vermelho.

No primeiro dia da finalíssima, ontem, sábado 5 de novembro, Concha Balsemão teve uma prestação notável. A atleta algarvia conseguiu 2º lugar nas baterias Sub-16F e Sub-18F da Ronda 1, saltando a respescagem, diretamente para a Ronda 3. Nessa fase, em Sub-18F venceu a sua bateria, impondo-se a Matilde Passarinho (2ª) e Rita Brito (3ª) e conseguindo uma onda de seis pontos. Em Sub-16F avançou em 2º, atrás de Francisca Veselko (nova campeã nacional). A surfista da Carrapateira chegou ao final de sábado apurada para a Ronda 4, ‘meias quartas’ (primeiro fase de meias-finais: duas baterias com quatro atletas cada) nas duas categorias.

A fase final da prova foi disputada hoje, domingo. Em Sub-18 Feminino, Concha Balsemão disputou a Ronda 4 (‘meias quartas’) como cabeça de série e foi eliminada em 3º, atrás de Mariana Garcia (1ª), que chegaria à final; e de Matilde Passarinho (2ª), a quem havia ganho na ronda anterior. Concha falhou, por pouco, o acesso às meias-finais e concluiu a prova em 5º lugar Sub-18 Feminino.

IMG_2966.JPG

Concha Balsemão e o pai, Francisco Balsemão, transportam em ombros a campeã nacional Sub-16F, Francisca Veselko (®DR)

Em Sub-16 Feminino, Concha Balsemão perdeu em 4º na Ronda 4, numa bateria ganha por Francisca Veselko, seguida por Camila Costa (2º, apurada) e por Mariana Garcia (3º, eliminada). “Era um heat muito difícil, com as três atletas que foram ao pódio”, comentou a surfista algarvia, para o Swell-Algarve. Concha Balsemão concluiu a finalíssima nacional Sub-16 Feminino em 7º lugar.

“Garças a eu ter ficado no Top 10 já há mais vagas para as algarvias irem aos nacionais no próximo ano (este ano só havia 3 vagas para o Sul). Tenho que pensar que ainda tenho 14 anos e, por isso, ainda tenho mais dois anos para Sub-16 e mais quatro para Sub-18. Estou a sentir que já estou ao nível delas e para o ano há mais”, comentou Concha Balsemão, para o Swell-Algarve.

A finalíssima Feminino do Campeonato Nacional de Surf Esperanças 2016 foi organizada pelo Surfing Clube de Portugal e Federação Portuguesa de Surf. A prova encerrou o CNSE 2016, que teve cinco finalíssimas nacionais, disputadas por atletas apurados em seis circuitos regionais. A época terminou. A nova época está prestes a começar.

Mafalda Lopes (Sub-18), à esquerda; e Francisca Veselko (Sub-16) são as Campeãs Nacionais Esperanças 2016 (®FPS)

Mafalda Lopes (Sub-18), à esquerda; e Francisca Veselko (Sub-16) são as Campeãs Nacionais Esperanças 2016 (®FPS)

Finais Feminino CNS Esperanças 2016 | Costa de Caparica

Sub-16 Feminino

1. Francisca Veselko (SCCS) | Campeã Nacional 2016

2. Carolina Santos (PPSC)

Sub-18 Feminino 

1. Mafalda Lopes (ASCC)

2. Mariana Garcia (AquaCarca)

Links:

Finalíssima Nacional Sub-18 | Porto (outubro)

Finalíssima Nacional Sub-12 | Sagres, Vila do Bispo (outubro)

Finalíssima Nacional Sub-14 | Ericeira (setembro)

Finalíssima Nacional Sub-16 | Peniche (julho)

Comentários